Menu
2020-07-22T19:25:27-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
Cursando jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Balanços do 2º tri

Crise? Que crise? Weg tem expansão de lucro e receita no 2º tri e ação dispara

A incerteza em relação à recuperação econômica nos países em que a Weg atua e uma possível onda de contágio global seguem no radar e podem impactar os números da companhia nos próximos meses.

22 de julho de 2020
9:32 - atualizado às 19:25
Fábrica da Weg em Santa Catarina
Fábrica da Weg em Santa Catarina. - Imagem: Jonne Roriz/Estadão Conteúdo

A temporada de resultados do segundo trimestre deste ano deve carregar o maior impacto do coronavírus nos números das empresas. Mas essa regra parece não se aplicar para a Weg. A fabricante de motores divulgou nesta manhã um balanço de encher os olhos, com aumento expressivo do lucro e da receita.

As ações da companhia (WEGE3) reagiram em forte alta de 13,89%, a maior entre os papéis que compõem o Ibovespa. Só em 2020, os papéis acumulam uma valorização de 97%.

A Weg registrou lucro líquido do R$ 514,375 milhões no segundo trimestre, um crescimento de 32,2% com relação ao mesmo período do ano passado. A receita líquida foi a R$ 4,063 bilhões, crescimento de 23,7% na mesma base de comparação.

O Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) também teve uma alta expressiva de 36,3%, indo a R$ 732,2 milhões, sobre o segundo trimestre de 2019.

Os números positivos, no entanto, não são um indicativo de que a crise já foi superada. A incerteza em relação à recuperação econômica nos países em que a Weg atua e uma possível onda de contágio global seguem no radar e podem impactar os números da companhia nos próximos meses.

Em comunicado, a empresa explica que os maiores impactos negativos da covid-19 foram sentidos na queda de demanda por equipamentos de ciclo curto - motores comerciais e Appliance, tintas e vernizes e motores Industriais -, tanto no mercado brasileiro quanto no internacional, já que muitos setores ficaram paralizados.

Em compensação, a "agilidade nos ajustes operacionais e o impacto positivo da variação cambial mais que compensaram até o momento as dificuldades impostas pela pandemia de covid-19". Segundo a companhia, um reaquecimento nos negócios de ciclo curto já foram sentidos durante o segundo semestre.

Com relação aos negócios de ciclo longo, que não costumam ser afetados por circunstâncias de curto prazo, a companhia destaca que a carteira de pedidos construídos no Brasil e no exterior se mostraram importantes no momento.

No comunicado, a empresa se compromete a manter as medidas para prevenção e mitigação do vírus, além de seguir tomando medidas para minimizar os impactos nas operações.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Insights Assimétricos

Alocação entre classes: o jeito certo de ganhar dinheiro

Saber em que tipo de ativo você deve estar, como ações, renda fixa ou fundos imobiliários, é mais importante do que ter um ação ou um título de crédito específico

Fechamento

Dólar sobe, Eletrobras fecha em queda no exterior e ações de tecnologia sustentam alta de índices nos EUA

Renúncia de Ferreira Junior ao cargo de presidente da estatal brasileira afeta confiança dos investidores na privatização; S&P 500 e Nasdaq fecham em alta

SD PREMIUM

Segredos da bolsa: Ata do Copom é destaque em meio à preocupação com covid-19 e cenário fiscal

A queda do EWZ, o principal fundo de índice com ações brasileiras em Nova York, indica uma reabertura no vermelho para o Ibovespa na volta do feriado

Futuro da estatal

‘Temos dentro da Eletrobras profissionais capazes de me suceder’, diz Wilson Ferreira

Após deixar presidência, Wilson Ferreira responde se há conflito de interesse ao se manter no conselho da Eletrobras e, ao mesmo tempo, presidir a BR Distribuidora

Expectativas

Novo presidente da Eletrobras (ELET3) deve dar prioridade à privatização, diz Caio Megale

Após saída de Wilson Ferreira, analista afirma que ‘a privatização da Eletrobras tem sua importância pela sua situação atual e pelo seu grau de maturidade (para ser privatizada)’

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies