Menu
2020-05-29T07:46:41-03:00
balanço da estatal

Eletrobras tem lucro líquido de R$ 307 milhões no 1º trimestre

Estatal também reportou lucro líquido atribuído aos sócios da empresa controladora de R$ 300,15 milhões, montante 78,53% menor na comparação com o mesmo período do ano passado

29 de maio de 2020
7:46
Sede da Eletrobras no Rio de Janeiro
Sede da Eletrobras no Rio de Janeiro - Imagem: Divulgação

A Eletrobras reportou lucro líquido de R$ 306,83 milhões no primeiro trimestre de 2020, o que representa queda de 77,23% na comparação com o lucro líquido de R$ 1,347 bilhão de igual período do ano anterior.

A estatal também reportou lucro líquido atribuído aos sócios da empresa controladora de R$ 300,15 milhões, montante 78,53% menor na comparação com o lucro líquido atribuído aos controladores de R$ 1,397 bilhão em igual período do ano anterior.

Conforme a empresa, o desempenho trimestral foi afetado por dois efeitos econômicos negativos, sem efeito financeiro: a variação cambial e a remensuração do valor justo das receitas da Rede Básica Sistema Existente (RBSE), ativos existentes até maio de 2000 e que não haviam sido amortizados até 2013, No primeiro caso, a desvalorização do real frente ao dólar levou a um registro de variação cambial negativa em R$ 665 milhões. Já a remensuração da RBSE levou a um R$ 411 milhões nessa linha.

No consolidado, o resultado financeiro ficou negativo em R$ 1,509 bilhão, mais de quatro vezes os R$ 336 milhões negativos reportados um ano antes.

A Eletrobras também reportou lucro recorrente de R$ 981 milhões no primeiro trimestre, inferior ao R$ 1,64 bilhão anotado de janeiro a março de 2019. Segundo a companhia, desconsiderando-se esses dois efeitos, o lucro recorrente seria R$ 282 milhões superior ao que foi reportado um ano antes.

O lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda) da Eletrobras somou R$ 2,803 bilhões, queda de 5% frente o reportado no mesmo período do ano passado, com margem Ebitda de 40%, com baixa de 6 pontos porcentuais.

O Ebitda recorrente, que não considera fatores como os custos extraordinários com planos de aposentadoria extraordinária (PAE) e Demissão consensual (PDC), provisões para contingência e perdas em investimentos, contratos onerosos e impairment, entre outros, somou R$ 3,227 bilhões alta de 3,8% na comparação anual. Neste caso, a margem Ebitda alcançou 46%, 2,3 p.p. abaixo do verificado no primeiro trimestre de 2019.

A receita operacional líquida da companhia somou R$ 6,95 bilhões entre janeiro e março deste ano, alta de 7,6% ante a cifra de R$ 6,465 bilhões na mesma base de comparação. A expansão foi influenciada pelo aumento nas vendas no mercado livre e por reajustes contratuais.

Dívida líquida

A Eletrobras encerrou março com uma dívida líquida recorrente de R$ 21,05 bilhões, montante 5,4% maior que os R$ 19,97 bilhões anotados ao fim do primeiro trimestre do ano passado e em linha com os R$ 21,04 bilhões reportados no encerramento de 2019.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

presidente da república

Bolsonaro apresenta sintomas de coronavírus e faz novo exame

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira que irá realizar um novo exame da covid-19

novos dados

Brasil tem 65,4 mil mortes causadas pela covid-19

Do total de infectados, 927.292 já se recuperaram

seu dinheiro na sua noite

A joia escondida da Cogna

Caro leitor, Olhar para onde ninguém está olhando e conseguir identificar o “valor oculto” das coisas são alguns dos hábitos do bom investidor. A capacidade de enxergar que algo tem valor antes de todo mundo, que existe uma demanda que não está sendo atendida ou que o preço de um ativo está muito abaixo de […]

vai demorar um pouco

Anfavea prevê que mercado de veículos voltará ao ritmo pré-pandemia em 2025

Previsão foi feita nesta segunda-feira. Projeção da Anfavea para 2020 é de retração de 40% nas vendas

tributação progressiva

Proposta de reforma tributária retira benefícios para IRPJ e IRPF, diz secretário da Receita

Secretário da Receita Federal, José Tostes disse que a proposta de reforma tributária do governo federal passará por retirar benefícios e incentivos no Imposto de Renda

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements