Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-08-19T16:11:35-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
marca histórica

Apple supera US$ 2 trilhões em valor de mercado, dobrando de tamanho em apenas dois anos

Empresa da maçã poderá ser a primeira a fechar o pregão acima da marca. Para isso, sua ação tem de terminar o dia cotada a US$ 467,77

19 de agosto de 2020
16:11
Apple
Apple - Imagem: Shutterstock

A Apple alcançou mais um marco histórico nesta quarta-feira (19), ao superar US$ 2 trilhões em valor de mercado no "intraday" da sessão. Ainda hoje, a empresa da maçã poderá a primeira a fechar o pregão com uma avaliação acima desse nível.

O mais impressionante é a rapidez com que tudo aconteceu: a Apple chegou à avaliação de US$ 1 trilhão 38 anos após ter aberto o capital, em agosto de 2018. Desde lá, ou seja, em dois anos, a companhia foi capaz de dobrar a sua capitalização de mercado.

As ações precisam encerrar o dia ao preço de no mínimo US$ 467,77 para a companhia fundada por Steve Jobs e Steve Wozniak terminar a sessão valendo mais de US$ 2 trilhões.

Hoje, os papéis atingiram US$ 468,65 na máxima intradiária. Por volta das 15:55, o papel sobe 0,72%, para US$ 465,69, na bolsa da Nasdaq. Confira a cobertura completa de mercados do Seu Dinheiro.

A Apple tem demonstrado resiliência nos negócios, como ficou claro o balanço do último trimestre, com vendas que ultrapassaram as estimativas, mesmo antes da pandemia aparecer. As vendas de Mac e iPad da empresa têm sido especialmente fortes. A empresa deve lançar seu primeiro iPhone habilitado para 5G em setembro.

As ações continuam subindo, mesmo em meio a um escrutínio e um enfrentamento às práticas da empresa.

Mais recentemente, a companhia se envolveu em uma disputa em torno de "Fortnite". A Apple resolveu banir o jogo de sua plataforma de downloads, a App Store, após o título ter violado as regras da empresa.

O processo é preocupante, já que a maior parte de seus rendimentos são através da venda de serviços em seu aplicativo, e a criadora do popular game, a Epic Games, moveu ação contra a marca da maçã.

Caso os termos de uso da App Store sejam revistos, ela pode perder boa parte de sua receita.

O CEO Tim Cook compareceu a uma audiência antitruste na Câmara dos Deputados em julho, ao lado dos comandantes de outras gigantes da tecnologia.

Cook enfrentou as dúvidas de políticos sobre a estrutura de taxação da empresas ma App Store — com ela, a Apple retém até 30% das vendas de produtos digitais adquiridos por meio de aplicativos de terceiros que os usuários baixam.

*Com informações do Market Watch

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

O FISCAL ENLOUQUECEU

Com furo no teto, XP e BTG já esperam que a Selic suba 1,5 ponto percentual na próxima semana

A corretora também reviu suas projeções para o câmbio, inflação e PIB deste e do próximo ano

E-commerce de pneus

Cantu Store não se assusta com a farra fiscal e registra pedido de IPO na CVM

A companhia paranaense conta com 26 filiais em 17 unidades federativas e quatro centros de distribuição, além de duas marcas próprias

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Guedes diz que fica, o puxadinho do teto de gastos e outros destaques do dia

Pelo menos um dos temores do mercado teve um desfecho nesta sexta-feira (22) — Paulo Guedes segue sendo o ministro da Economia, e o país não vai passar o fim de semana na incerteza. Após as baixas recentes na equipe econômica, mas o capitão do navio continua firme. Diante de tantas incertezas e a confirmação […]

SUPEROU AS EXPECTATIVAS

Hypera (HYPE3) inicia temporada de balanços com alta de 50% na receita líquida — veja os destaques da farmacêutica no terceiro trimestre

Apoiadas pelo portfólio cada vez maior de medicamentos e pelas vendas aquecidas, outras linhas do balanço também deixaram para trás as projeções

FECHAMENTO DA SEMANA

‘Fico’ de Guedes não apaga mau humor do mercado com furo no teto de gastos e Ibovespa despenca na semana; dólar volta a R$ 5,70

O principal índice da bolsa brasileira fechou o dia em queda de 1,34%, aos 106.296 pontos — longe das mínimas, mas no menor nível desde novembro de 2020. Na semana, a queda foi feia, e o Ibovespa recuou mais de 7%.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies