🔴 MELHORES MOMENTOS DO MACRO SUMMIT BRASIL 2024 – ASSISTA AQUI

Carolina Gama
Formada em jornalismo pela Cásper Líbero, já trabalhou em redações de economia de jornais como DCI e em agências de tempo real como a CMA. Já passou por rádios populares e ganhou prêmio em Portugal.
RANKING

Zuckerberg destronado: o que aconteceu para a Meta, dona do Facebook (FBOK4), sair da lista das dez maiores empresas do mundo?

Holding está agora atrás de empresas como a Tesla, do bilionário Elon Musk, e da Berkshire Hathaway, do megainvestidor Warren Buffett, segundo dados da Bloomberg

Carolina Gama
18 de fevereiro de 2022
13:38 - atualizado às 13:39
mark ao lado da logomarca nova da meta, que aposta no metaverso
Imagem: Imagem: Divulgação

Quanto maior a expectativa, maior a queda. Essa é uma realidade que Mark Zuckerberg está  experimentando desde que os resultados do quarto trimestre da Meta vieram abaixo do esperado pelo mercado e derrubaram as ações da dona do Facebook (FBOK4).

Dessa vez, a fatura por esse desempenho veio pesada: a Meta saiu do ranking das dez maiores empresas do mundo em valor de mercado, prejudicada pela queda de quase 40% vista em suas ações desde o começo do ano.

A empresa viu mais de US$ 500 bilhões em valor de mercado serem destruídos em relação ao pico de setembro. A ação ampliou as perdas na quinta-feira (17), na sequência de um balanço sombrio divulgado há duas semanas e que revelou uma estagnação no crescimento de usuários.

Outrora a sexta maior empresa do mundo, com valor superior a US$ 1 trilhão, a dona do Facebook terminou o dia de ontem valendo US$ 565 bilhões, o que rendeu o 11º lugar na lista das maiores companhias do mundo, ficando atrás da Tencent Holdings, segundo dados da Bloomberg.

Ações ladeira abaixo

As ações da Meta encerram a quinta-feira cotadas em US$ 207,69 na bolsa de Nova York, uma queda de 4,1% com relação ao dia anterior. Na comparação com o recorde do ano passado, os papéis da dona do Facebook já acumulam perda de 46%

Nesta sexta-feira (18), as ações da empresa caíam 0,29%, cotadas a US$ 207,27 na Nasdaq no início da tarde. Na B3, os BDRs FBOK4 recuavam 0,99%, cotados a R$ 37,96. 

De acordo com a Bloomberg, o montante de mais de US$ 500 bilhões eliminado pela venda das ações da Meta excede o valor de mercado de todas as empresas, exceto oito, do índice S&P 500.

GUIA PARA BUSCAR DINHEIRO: baixe agora o guia gratuito com 51 investimentos promissores para 2022 e ganhe de brinde acesso vitalício à comunidade de investidores Seu Dinheiro

Para se ter uma ideia, a Tesla - do bilionário Elon Musk - com um valor de mercado de US$ 906 bilhões, tomou o lugar da dona da Facebook como a sexta maior empresa do mundo, atrás da gigante do comércio eletrônico Amazon

A Berkshire Hathaway, do megainvestidor Warren Buffett, está atrás da fabricante de veículos elétricos com US$ 700 bilhões, seguida pela fabricante de chips Nvidia, com US$ 613 bilhões.

Confira abaixo o ranking das empresas mais valiosas do mundo segundo dados da Bloomberg:

Posição Empresa Valor de mercado
1AppleUS$ 2,8 trilhões
2MicrosoftUS$ 2,2 trilhões
3AramcoUS$ 2,0 trilhões
4AlphabetUS$ 1,8 trilhão
5AmazonUS$ 1,6 trilhão
6TeslaUS$ 905,7 bilhões
7Berkshire HathawayUS$ 700,6 bilhões
8NvidiaUS$ 613,0 bilhões
9TSMCUS$ 600,3 bilhões
10TencentUS$ 589,8 bilhões
11MetaUS$ 565,4 bilhões 
Fonte: Bloomberg

Facebook: uma fatura parcelada

A fatura por não responder às expectativas do mercado no quatro trimestre de 2021 veio parcelada para o dono do Facebook. No início do mês, Zuckerberg saiu da lista dos dez mais ricos do mundo da Forbes

A Meta perdeu US$ 230 bilhões em valor de mercado quase instantaneamente após a divulgação do balanço, levando junto a fortuna de Zuckerberg. 

De uma hora para outra, o CEO da Meta perdeu mais de 25% do seu patrimônio, o que equivale a US$ 30 bilhões.

Na ocasião, o bilionário não ficou parado e convocou reunião com seus funcionários na qual defendeu que a empresa aumente o foco em produtos em vídeo.

Segundo a Bloomberg, ele repetiu que a Meta tem enfrentado um nível de competição muito maior com o TikTok se tornando cada vez mais relevante.

Compartilhe

LONGE DOS ESCRITÓRIOS

Na contramão de Elon Musk: Amazon, empresa de Jeff Bezos, não tem planos de retorno ao trabalho presencial

8 de setembro de 2022 - 16:50

A gigante de tecnologia adotou o modelo de trabalho remoto no ano passado, em que a quantidade de idas ao escritório é determinada pelos gerentes dos setores

ESTRADA DO FUTURO

Por que você deveria ter as ações (ou BDRs) da Amazon entre as maiores posições do seu portfólio

4 de agosto de 2022 - 5:57

Muita coisa precisa dar errado para que, em longo prazo, esse seja um ponto de entrada ruim para as ações ou BDRs da Amazon (AMZO34)

JEFF BEZOS RINDO À TOA

Amazon vende mais que o projetado no segundo trimestre e dispara mais de 10% na bolsa

28 de julho de 2022 - 17:12

A Amazon teve prejuízo no trimestre, mas as vendas ficaram acima do que o mercado previa — e, assim, as ações sobem forte no after market

ROTA DO BILHÃO

Jeff Bezos revolucionou o mundo dos livros e disputa o espaço com Elon Musk; saiba como o dono da Amazon se tornou o terceiro homem mais rico do mundo

24 de julho de 2022 - 8:16

O bilionário foi o homem mais rico do planeta por três anos consecutivos, antes de ser desbancado por Elon Musk; Bezos também teve o divórcio mais caro do mundo

SALÁRIOS MILIONÁRIOS

CEOs das maiores empresas do mundo ganham 324 vezes mais do que o salário médio dos funcionários; confira

19 de julho de 2022 - 12:30

Expedia, Amazon e Intel são as empresas, que compõem o S&P 500, que possuem os maiores salários de CEOs; no Brasil, as maiores remunerações são pagas pelo Santander, Vale e Itaú

Amazon

Amazon anuncia dia do ‘Amazon Prime Day’, evento de vendas com promoções; grupo específico de clientes terá ofertas antecipadas

16 de junho de 2022 - 12:13

Amazon tem “black friday fora de época” em mais de 20 países; saiba mais detalhes

TEMPOS DE VAGAS MAGRAS

Elon Musk, Jeff Bezos e Bill Gates perderam US$ 115 bilhões em cinco meses; saiba por quê

29 de maio de 2022 - 16:22

Os homens mais ricos do mundo acumulam perdas em ações das empresas; Elon Musk, por exemplo, vendeu ações da Tesla para comprar o Twitter

ESTRADA DO FUTURO

Resultado da Amazon pode ter decepcionado o mercado, mas a gigante do e-commerce tem a joia da coroa do setor de tecnologia

5 de maio de 2022 - 6:12

Atenções estão voltadas para a AWS, divisão de infraestrutura em nuvem da Amazon, que deve começar a atrair cada vez mais investimentos

BRIGA DE GIGANTES

Corrida das big techs: Google, Apple e Microsoft fizeram a Amazon (AMZO34) comer poeira?

3 de maio de 2022 - 17:58

Saiba como a gigante do comércio eletrônico dos EUA pode dar a volta por cima após um trimestre decepcionante com prejuízo bilionário

Criptomoedas

A “loja de tudo” está de olho no mundo cripto. CEO da Amazon abre portas para empresa vender NFT no futuro

14 de abril de 2022 - 14:21

Andy Jassy aposta em crescimento significativo dos tokens não-fungíveis; ele também falou sobre a possibilidade de a Amazon aceitar pagamentos em criptomoedas no futuro

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies