O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2022-03-25T18:05:52-03:00
Carolina Gama
ABAIXA O SOM

Putin se envolveu? A decisão do Spotify (S1PO34) que pode deixar os russos sem ouvir Anitta — e sem serviço

Plataforma de música e podcasts por streaming não está sozinha: Apple e Google também recuaram enquanto tropas avançam sobre a Ucrânia

25 de março de 2022
18:05
Spotify
Spotify - Imagem: Shutterstock

A sexta-feira (25) foi histórica para Anitta, que alcançou o primeiro lugar no Spotify Global. E o dia também foi um marco para os russos que, além de não poder ouvir “Envolver” — a música que fez a cantora atingir o topo das paradas de sucesso internacionais — ficarão sem suas playlists favoritas. 

A plataforma de música por streaming anunciou hoje a decisão de se retirar inteiramente da Rússia, com a previsão de que suas operações sejam totalmente suspensas no país até o final de abril. 

O Spotify já havia parado de oferecer assinaturas premium na Rússia, mas seu serviço gratuito ainda estava disponível. No início deste mês, a plataforma informou que fecharia um escritório no país e removeria o conteúdo da mídia estatal russa.

Mas o que levou o Spotify a sair da Rússia? Será que a empresa seguiu os passos de outras gigantes que deixaram o país sob a pressão das sanções do Ocidente — e pelo temor de arranhar sua imagem por conta da guerra na Ucrânia?

O motivo da saída do Spotify

O que explica a saída do Spotify da Rússia é um conjunto de leis recentes que restringem as operações de notícias no país que, segundo a plataforma de música, pode colocar seus funcionários em risco. 

O Spotify é mais conhecido como streamer de música, mas também hospeda e distribui uma variedade de podcasts com conteúdo político.

  • IMPORTANTE: liberamos um guia gratuito com tudo que você precisa para declarar o Imposto de Renda 2022; acesse pelo link da bio do nosso Instagram e aproveite para nos seguir. Basta clicar aqui

Com a invasão da Ucrânia, o governo russo tem aumentado a repressão à divulgação de notícias e às mídias que podem lançar uma luz negativa sobre a guerra.

A imprensa tradicional também tem sido afetada. A BBC suspendeu as operações na Rússia no início deste mês antes de anunciar que retomaria as reportagens. 

A CNN e o New York Times também reduziram seus funcionários e operações no país, e alguns jornais estão removendo assinaturas de repórteres na Rússia.

Apple e Google recuam 

O Spotify não está sozinho na decisão de sair da Rússia. Outras empresas de tecnologia, incluindo Apple e Google, recuaram e pararam de oferecer produtos e serviços no país. 

Vários bancos e marcas de varejo, como McDonald's e Starbucks, também pararam de operar no país após a invasão da Ucrânia no mês passado. 

As empresas que continuam a operar no país enfrentam desafios, incluindo serviços de pagamento limitados, logística e um rublo fraco.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

VISÃO MACRO

Por que o mercado exagera ao temer uma recessão nos Estados Unidos e na China

Os sinais de uma possível recessão nas grandes economias, como EUA e China, e o aumento de um pessimismo generalizado parecem ter tomado conta dos mercados

CHAPÉU NA RECEITA

Criador da Terra (LUNA), criptomoeda que virou pó, deve cerca de US$ 78 milhões ao governo da Coreia do Sul e Terraform Labs deixa investidores com prejuízo de US$ 1,1 milhão

As acusações acontecem em meio a uma reformulação do protocolo, que pretende pagar os usuários que perderam dinheiro

CHAMOU PRA BRIGA

Vai encarar? Finlândia diz não ao rublo e Putin não deixa barato — Rússia reage e recebe uma forcinha de gigante europeu

O centro dessa disputa é a entrada dos finlandeses na Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan); a ampliação da aliança levou a Rússia a invadir a Ucrânia em fevereiro deste ano

Starlink no Brasil

Elon Musk no Brasil: tudo o que sabemos sobre a visita do dono da Tesla e SpaceX até o momento

A visita do bilionário Elon Musk ao Brasil tem como motivo principal inovações tecnológicas relacionadas a internet

China corta juros para estimular setor imobiliário e commodities operam em forte alta

A medida adotada pelo banco central chinês visa impulsionar o mercado imobiliário, o que favorece as produtoras de commodities

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies