Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-10-21T15:02:15-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Em alta

Ação da Eztec reage bem a projeções divulgadas pela empresa

Com previsão de lançamentos entre R$ 4,0 bilhões e R$ 4,5 bilhões para 2020 e 2021, construtora se mostra otimista e analistas também; ação continua em alta após prévias operacionais fortes

21 de outubro de 2020
15:02
Operários em obra de construção civil
Imagem: shutterstock

As ações da Eztec (EZTC3) têm o segundo dia consecutivo de alta forte na B3, em meio a divulgação de prévias operacionais, guidance (projeções) e relatórios otimistas de analistas.

Há pouco, o papel da construtora avançava mais de 3% após a divulgação do guidance da companhia ontem à noite. A Eztec espera lançar entre R$ 4,0 bilhões e R$ 4,5 bilhões em empreendimentos exclusivamente residenciais com participação da empresa no biênio 2020-2021.

A projeção já inclui o valor de R$ 770 milhões referente aos lançamentos residenciais realizados nos três primeiros trimestres de 2020, disse a empresa em fato relevante divulgado ao mercado.

A Eztec havia suspendido o seu guidance para 2020 - que previa entre R$ 2,0 bilhões e R$ 2,5 bilhões em lançamentos, devido à pandemia de covid-19.

Ontem, a ação da companhia teve a maior alta do Ibovespa, fechando com ganho de 5,63%, a R$ 39,40.

Na última sexta-feira (16), a construtora havia divulgado suas prévias operacionais do terceiro trimestre, mostrando retomada das vendas, iniciada em junho. As vendas brutas no período totalizaram R$ 375,1 milhões.

Reações dos analistas

As projeções da Eztec vieram em linha com as dos analistas do BTG Pactual (de R$ 4,3 bilhões em lançamentos para 2020 e 2021), e eles se dizem otimistas, assim como a companhia.

"Nós acreditamos que os investidores que ainda não tinham certeza sobre uma recuperação do mercado de imóveis residenciais podem agora se sentir mais confortáveis de que o setor está entrando em um ciclo forte (historicamente, a Eztec surfou os ciclos melhor do que a maioria das empresas)", diz o relatório do BTG, que reitera a recomendação de compra para a ação e o preço-alvo de R$ 39.

O ponto médio da estimativa de lançamentos da Eztec veio 32% acima da projeção do JP Morgan e 60% maior que o valor lançado pela companhia no biênio de 2018-2019. O JP tem recomendação "neutra" para os papéis da construtora, e preço-alvo de R$ 47.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

praticidade

Empiricus lança em aplicativo função de compra e venda de ações e outros ativos negociados em Bolsa

Desenvolvido em parceria com a Vitreo, o serviço já está disponível a todos os investidores – não somente aos assinantes da casa de research; saiba mais

Acionistas felizes

Sextou com dividendos: Copel (CPLE6) anuncia mais de R$ 1 bilhão em proventos; veja quem tem direito

Os valores aprovados pelo conselho de administração da empresa serão pagos aos acionistas em 30 de novembro

BLINK!

O que rolou nessa semana? Onde aprender Valuation? Vale (VALE3) caindo novamente? Felipe Miranda responde seus seguidores neste BLINK!

A chegada do final de semana é marcada pela sexta-feira e pelo BLINK! Felipe Miranda, estrategista-chefe da Empiricus, respondeu algumas perguntas feitas pelos seus seguidores. Confira

avaliando riscos

‘Papa’ do valuation vê inflação subestimada e diz que alta de preços é seu maior medo

Em evento, o professor da NYU Aswath Damodaran disse que gostaria de ver o banco central norte-americano agindo mais do que minimizando a alta de preços

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

O Ibovespa em queda livre e outros destaques desta sexta

Com a queda de 2,07% desta sexta-feira, aos 111.439 pontos, o Ibovespa emplacou o seu quarto pregão seguido de baixa e, agora, acumula um retorno negativo de mais de 6% em 2021. É um desempenho decepcionante para um índice que começou o ano renovando máximas e atingiu o seu nível recorde há apenas três meses; […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies