Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-12-26T09:59:25-03:00
Marina Gazzoni
Marina Gazzoni
CEO do Seu Dinheiro. É CFP® (Certified Financial Planner). Tem graduação em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e MBA em Informação Econômico-Financeira e Mercado de Capitais no Instituto Educacional BM&FBovespa. Foi Diretora de Conteúdo e editora-chefe do Seu Dinheiro, editora de Economia do G1 e repórter de O Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo e do portal IG.
ÂNIMO PARA OS MERCADOS

Reino Unido e União Europeia fecham acordo comercial pós-Brexit

O acordo era esperado pelos mercados e trouxe otimismo para as bolsas da Europa e dos Estados Unidos na véspera do Natal.

24 de dezembro de 2020
13:05 - atualizado às 9:59
Boris Johnson comemora acordo com União Europeia para comércio pós-Brexit
Boris Johnson comemora acordo com União Europeia para comércio pós-Brexit - Imagem: Divulgação

O Reino Unido e a União Europeia fecharam nesta quinta-feira (24) um acordo para definir sua relação comercial após o Brexit. A saída do país do bloco europeu ocorreu no início do ano, mas até o fim de 2020 valiam regras comerciais definidas para um período de transição.

O acordo era esperado pelos mercados e trouxe otimismo para as bolsas da Europa e dos Estados Unidos na véspera do Natal. Veja aqui a cobertura dos mercados nesta quinta-feira (24).

O anúncio do fechamento do acordo foi feito pelo primeiro-ministro inglês Boris Johnson no seu perfil do Twitter.

Em entrevista coletiva para explicar os termos, ele afirmou que "está muito satisfeito com o acordo firmado, que preserva as empresas no Reino Unido".

Um dos principais pontos do acordo é que ele zera as tarifas dos produtos transacionados entre as costas do Canal da Mancha. Há também um período de transição de cinco anos nos quais os países europeus poderão pescar na costa inglesa.

Fim do período de transição

Os ingleses votaram há 4,5 anos a sua saída da zona do euro. Formalmente, o Reino Unido deixou o bloco em janeiro de 2020. Neste ano, a relação entre o país e o bloco europeu entrou em um período de transição, previsto para acabar no último dia de 2020.

As regras para o comércio exterior a partir de 2021 ficaram em aberto e geravam grande incerteza nos mercados. Um dos pontos polêmicos para fechar um acordo era uma regra sobre as condições de pesca na costa inglesa.

Johnson destacou que não queria estender o período de transição e que o acordo concretiza o desejo dos ingleses de sair da UE. "Há quatro anos os britânicos decidiram deixar a União Europeia. Hoje esse processo chega ao fim".

*Com agências internacionais.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Nova variante vira a mesa nos mercados, bitcoin entra em ‘bear market’ e outros destaques do dia

Se você já estava pronto para tirar o pó da sua fantasia de Carnaval, talvez seja melhor esperar mais um pouco. Além de algumas cidades brasileiras terem decidido adiar a festança por mais um ano, uma reviravolta no andamento da pandemia deixou mais uma vez o mundo em pânico. A variante B.1.1.529 (batizada de ômicron […]

FECHAMENTO DA SEMANA

Nova cepa do coronavírus pega mercado de surpresa; Ibovespa recua quase 4% no dia e apaga ganhos da semana

Ao longo da semana, o Ibovespa também foi pressionado pela indefinição em torno da PEC dos precatórios e a pausa para o feriado nos Estados Unidos

DINHEIRO NO FIM DO ANO

Yduqs (YDUQ3) pagará R$ 141 milhões em dividendos; confira o valor por ação

A empresa do setor de educação pagará cerca de R$ 0,40 por ação ordinária e o dinheiro cairá na conta dos acionistas em 7 de dezembro

OMICRON

5 fatos sobre a nova variante do covid que derrubou os mercados nesta sexta

O anúncio de que uma nova variante do coronavírus surgiu na África do Sul fez com que os mercados internacionais desabassem; veja o que sabemos até agora

REALIDADE AUMENTADA

Metaverso é oportunidade de US$ 1 trilhão e tem criptomoedas com alta de mais de 28.000% no ano; Facebook e Adidas já apostam

Para a gestora Grayscale, anúncios publicitários, eventos digitais e o e-commerce serão responsáveis pelo rendimento

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies