Menu
Marina Gazzoni
O melhor do Seu Dinheiro
Marina Gazzoni
É CEO do Seu Dinheiro
Dados da Bolsa por TradingView
2019-10-16T11:31:17-03:00
Tudo o que vai mexer com o seu dinheiro hoje

Encare esse desafio para o seu próprio bem

16 de outubro de 2019
11:31
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Eu tenho uma dificuldade na vida: dirigir. Sinceramente, prefiro andar no banco do passageiro. E sou daquelas pessoas que acham que não vale a pena ter carro - e isso nunca me impediu de ir a lugar nenhum. Mas devo admitir que não saber dirigir é, sim, um problema. Eu bem que gostaria de alugar um carro para fazer um bate-volta na praia no fim de semana. Tenho habilitação, mas falta confiança.

Às vezes me sinto meio velha para começar agora. Mas cá estou, aos 34, fazendo autoescola (de novo) todo sábado de manhã. Não está sendo fácil, viu? Afinal, todo desafio envolve dedicação, esforço e uma certa quebra de paradigmas. Mas, se tudo der certo, pretendo ainda neste verão pegar a estrada sozinha.

Cada pessoa tem seu próprio desafio. Muitos leitores me escrevem com dúvidas sobre como começar a investir na bolsa de valores. Já perceberam que a renda fixa não está rendendo nada, mas ainda têm medo de comprar ações.

O medo é maior quando você não entende como as coisas funcionam. Eu mesma só consegui fazer baliza quando o meu instrutor me explicou o passo a passo. Talvez seja isso que está faltando para você começar a investir na bolsa.

A Julia Wiltgen fez um guia completo de tudo que você precisa saber sobre a bolsa. Olha só alguns dos tópicos abordados:

  • O que são ações
  • Diferenças dos mercados de bolsa e balcão
  • Ações ordinárias X preferenciais
  • Riscos de investir em ações
  • Como funciona a bolsa de valores
  • O que é o Ibovespa e os índices de mercado
  • 3 formas de comprar ações
  • Passo a passo para começar
  • Como escolher sua corretora
  • Custos de investir em ações
  • IPO vs follow on
  • Níveis de governança corporativa
  • Análise técnica X fundamentalista
  • Estratégias para ganhar na bolsa
  • Como declarar o Imposto de Renda

E aí, vai encarar?Está tudo neste link. 

Vai, não vai, faz que vai…

Um dos principais índices das bolsas americanas, o S&P está numa espécie de “represamento” - parece que vai cair, mas não cai. Pelo contrário, na última semana passou por uma alta bastante violenta. Mas essa subida não provou nada e o indicador pode estar a caminho de uma queda ainda mais brusca. É o que defende Fausto Botelho, nosso colunista e um dos maiores especialistas em análise gráfica do País.

No vídeo mais recente , ele explica as razões para o pessimismo e comenta a alta do dólar e as ações nas quais ele está de olho - entre elas a de bancos, uma fabricante de instalações sanitárias e uma construtora.

Política do barulho

Os mercados hoje amanheceram abalados pelas questões geopolíticas. Na noite de ontem, a Câmara dos Representantes nos Estados Unidos aprovou um projeto que condena abusos dos direitos humanos e apoia as manifestações em Hong Kong. O governo chinês prometeu retaliações aos EUA caso a proposta se torne lei de fato.

Diante dessa briga entre China e Estados Unidos, a bolsa de Xangai caiu e os mercados futuros da bolsa americana também estão no vermelho. Hong Kong e Tóquio fecharam no azul.

Na terra da rainha uma conciliação pode estar próxima. Segundo autoridades da União Europeia, um acordo sobre a saída do Reino Unido do bloco pode ser alcançado até o fim desta semana, se o governo britânico aceitar algumas concessões. Vale lembrar que a prazo final para o Brexit é 31 de outubro.

No nosso quintal a política também ganha os holofotes. O divórcio dentro da legenda do presidente causa incertezas no mercado e o temor de que respingue na votação da reforma da Previdência no plenário do Senado, que já está atrasada.

Ontem, o Ibovespa encerrou o dia com alta de 0,18%, aos 104.489,56 pontos. O dólar fechou com um avanço de 0,87%, a R$ 4,1641. Consulte a Bula do Mercado para saber o que deve mexer com bolsa e dólar hoje.

Matemática do leilão

Em outra frente política, o governo teve a confirmação de um gesto que deve resultar no destravamento da reforma da Previdência no Senado. A casa aprovou o projeto de lei que trata da divisão de recursos do leilão de petróleo marcado para o próximo dia 6. Com isso, prefeitos e governadores devem receber R$ 21,9 bilhões no caixa até o fim do ano. Parlamentares satisfeitos, votação da reforma em segundo turno que segue.

Os ventos não andam favoráveis para a Renova. Com dívidas que somam R$ 3,1 bilhões, a empresa de energia renovável resolveu entrar na Justiça para organizar as contas. Nesta matéria você confere o que fez a companhia chegar a essa situação e o que esperar a partir de agora.

O primeiro discurso

A búlgara Kristalina Georgieva fez seu primeiro discurso como diretora-executiva do FMI , mas não falou de economia. Em vez disso, ela colocou os holofotes na desigualdade de gênero, uma das bandeiras que promete defender em sua gestão. Em uma hora de fala, Georgieva trouxe dados e questões sobre a inserção das mulheres na política e na economia, além das dificuldades em termos de acesso à educação e justiça. "Eu trabalhei mais duro do que qualquer homem só para ser igual. Por trabalhar mais e mais duro, fui mais longe do que eles. E aqui estou, comandando o FMI".

Lázaro de Mello Brandão, ex-presidente do Conselho do Bradesco.
Lázaro de Mello Brandão, ex-presidente do Conselho do Bradesco. - Imagem: IARA MORSELLI/ESTADÃO CONTEÚDO/AE

O ex-presidente do conselho do Bradesco, Lázaro de Mello Brandão, morreu hoje pela manhã aos 93 anos. Brandão dedicou 76 anos de sua vida ao banco, começando sua trajetória na Casa Bancária Irmãos Almeida em 1942, antes de o espaço se tornar o Bradesco. Em 1981 assumiu a presidência da instituição e em 1990 a presidência do conselho, cargo que exerceu até 2017. Ele deixa esposa, duas filhas e um neto.

Um grande abraço e ótima quarta-feira!

Agenda

Indicadores
- FGV divulga IPG-10 e Monitor do PIB em outubro
- IBGE divulga Pnad rendimento de todas as fontes, com dados de 2018
- Tesouro norte-americano divulga relatório mensal sobre fluxo de capital no país
- FMI publica relatório sobre estabilidade financeira

Bancos Centrais
- Fed divulga nova edição do Livro Bege
- BC divulga fluxo cambial semanal
- BC faz leilão de US$ 525 milhões de swap cambial reverso
- BC faz leilão de venda à vista de até US$ 525 milhões
- BC oferta até R$ 3 bilhões em títulos públicos em operações compromissadas de três meses

Balanços 3º trimestre de 2019
- No exterior: Bank of America e Alcoa

Política
- Comissão do PL dos Militares retoma debate de parecer e pode votar a matéria

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Lua de mel amarga

C6 quer ‘divórcio’ da TIM, mas operadora briga contra a separação

Um ano após firmarem parceria para captação de clientes em troca de ações, a fintech ouviu um ‘não’ para seu pedido de rescisão de contrato

Crise hídrica

Ministro de Minas e Energia descarta racionamento e diz trabalhar para evitar apagão

Com níveis alarmantes nas usinas hidrelétricas, até mesmo a volta do horário de verão é considerada por alguns membros do governo e indústria

Negócio da China?

SEC confirma pausa em IPOs de empresas chinesas; agência reguladora dos EUA fará novas orientações sobre riscos

Em meio à ofensiva regulatória de Pequim, a SEC busca novas orientações ao mercado sobre os riscos envolvidos em comprar ações de companhias do país asiático

Passo à frente

Rumo ao “outro patamar”: EQI, que trocou a XP pelo BTG, recebe autorização para abrir corretora

Depois de ser pivô de disputa entre os bancos, escritório de agentes autônomos dá um passo decisivo para ter “vida própria” no mercado

Estreia forte

Ações da ClearSale estreiam na bolsa com disparada de 20% após IPO

No 40º IPO na B3 no ano, empresa de soluções antifraude movimentou pouco mais de R$ 1 bilhão

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies