Menu
2019-10-04T10:35:58-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
ultimato

UE dá uma semana para primeiro-ministro britânico melhorar proposta do Brexit

Caso não cumpra o pedido, Reino Unido terá uma saída sem acordo ou outro adiamento do Brexit

4 de outubro de 2019
8:46 - atualizado às 10:35
Primeiro-ministro britânico, Boris Johnson.
Primeiro-ministro britânico, Boris Johnson. - Imagem: Shutterstock

O primeiro-ministro britânico Boris Johnson recebeu o prazo de uma semana para melhorar sua proposta do Brexit, disse a Bloomberg.

Caso não cumpra o pedido da União Europeia, o Reino Unido terá uma saída sem acordo ou outro adiamento de sua saída do bloco europeu.

O principal negociador da UE para o Brexit, Michel Barnier, disse em uma reunião privada com diplomatas europeus que o último plano britânico para pós-Brexit está distante das condições para o fechamento de um acordo, ainda segundo a agência.

A autoridade referia-se especificamente ao plano para lidar com a fronteira da Irlanda.

Johnson assumiu o posto de primeiro-ministro em julho deste ano, substituindo Theresa May - que fracassou em conduzir uma saída do Reino Unido da UE.

Ele prometeu ter como prioridade a conclusão da separação do bloco até o dia 31 de outubro, a data-limite imposta, "com ou sem acordo", mas desde então sofreu derrotas no Parlamento - a maior delas foi a declaração de ilegalidade da sua tentativa de suspender temporariamente as atividades da Casa.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

LIÇÕES SOBRE INVESTIMENTOS

Senna, o barbeiro de Mônaco, já tocou minha campainha

Mesmo os tricampeões mundiais cometem erros de vez em quando. Neste texto, Felipe Paletta mostra como a inteligência emocional pode contribuir com você para tomar melhores decisões de investimentos. Dimensionando o risco, você pode ir mais longe.

Impacto do coronavírus

Balança comercial tem superávit de US$ 4,548 bilhões em maio, queda de 19,1%

Com queda nas exportações e, em menor volume, nas importações, a balança comercial brasileira registrou saldo positivo de US$ 4,548 bilhões em maio

Retorno das operações

32 shoppings reabrem no interior de SP e país já tem 211 ativos, diz Abrasce

Com a flexibilização das regras para retomada das atividades comerciais no Estado de São Paulo, 32 shopping centers foram reabertos nesta segunda-feira, 1º, todos no interior, de acordo com levantamento da Associação Brasileira de Shopping Centers

Mudança de sentimento

Fluxo de capital para emergentes fica positivo em US$ 4,1 bilhões em maio, diz IIF

O resultado, porém, é inferior aos US$ 18,6 bilhões de abril. De qualquer modo, o IIF diz em relatório que houve nas últimas semanas uma “mudança de sentimento” em relação a esses países

Volta de atividades

Volkswagen retoma produção em São Bernardo do Campo em um turno

A fábrica da Volkswagen em São Bernardo do Campo voltou a produzir nesta segunda-feira, 1º de junho, depois de dois meses em que a operação ficou suspensa por causa da pandemia do novo coronavírus

Campos Neto no Congresso

Presidente do BC diz que Brasil foi o que mais sofreu com desvalorização cambial

Campos Neto reforçou que o câmbio é flutuante no Brasil e que a autarquia realiza intervenções quando há “gap (lacuna) de liquidez”

efeito coronavírus

Venda de papelão ondulado cai 10,89% em abril ante março, diz ABPO

Queda, conforme a entidade, interrompe um crescimento interanual dos últimos dois anos e representa o primeiro impacto da pandemia

POLÍTICA

‘STF tomou ação efetiva para barrar projeto autoritário’

Para Marcos Nobre, professor de Filosofia Política na Universidade de Campinas (Unicamp) e presidente do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap), a fidelidade do presidente Jair Bolsonaro a suas “convicções autoritárias” o levaram a instituir um “governo de guerra” em reação à pandemia do coronavírus. Nobre acaba de lançar o e-book Ponto Final – […]

ECONOMIA

Pandemia afeta meta de fundos de pensão

Maior fundo de pensão do País, o Previ, dos funcionários do Banco do Brasil, teve retorno negativo de 12,4% em um de seus planos no primeiro trimestre, com déficit de R$ 23,6 bilhões.

EM MEIO À PANDEMIA

Com receita recorde, agronegócio vai aumentar participação no PIB do país

Com a desvalorização do real, as exportações ficaram mais atraentes ao agricultor

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements