Menu
Marina Gazzoni
O melhor do Seu Dinheiro
Marina Gazzoni
2019-10-21T11:08:56-03:00
Tudo o que vai mexer com o seu dinheiro hoje

Olá Petrobras e Vale, como vocês estão?

21 de outubro de 2019
11:08
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

A partir desta semana, os investidores vão conhecer os resultados do terceiro trimestre das empresas brasileiras de capital aberto. Já na largada da temporada, gigantes do Ibovespa vão soltar seus números.

Se você é investidor na bolsa de valores, prepare-se para grandes emoções. O mercado vai pulsar a cada número divulgado e vai colocar no preço qualquer surpresa, positiva ou negativa.

É importante você saber o que os analistas estão esperando justamente para avaliar se o balanço foi bom ou ruim. Muitas vezes a empresa mostra um prejuízo, mas ele vem abaixo do esperado. Nestes casos, dá até para comemorar um resultado no vermelho.

Durante a temporada de balanços corporativos, o Seu Dinheiro publica toda semana uma matéria com a expectativa para as principais empresas que divulgam seus resultados trimestrais. Veja o que esperar dos números de Petrobras, Vale, Lojas Renner e outras companhias.

Um olho nos balanços e o outro na política

Além de ficar de olho nos balanços das empresas, os investidores seguem atentos à movimentação da reforma da Previdência no Senado. O mercado deve acompanhar o tema de perto para ver se a recente crise no PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, deverá respingar na pauta econômica. Para o investidor estrangeiro a incerteza política ainda assusta e reforça o movimento de saída de recursos do Brasil.

Lá fora, os parlamentares britânicos decidiram adiar a votação do acordo do Brexit, frustrando os planos do primeiro-ministro Boris Johnson. O destaque da agenda é a primeira reunião do Banco Central Europeu sob o comando de Christine Lagarde.

Acompanhe a edição semanal da Bula do Mercado para ver um panorama do que deve mexer com a bolsa nos próximos dias. Esse é um conteúdo gratuito, exclusivo para os leitores Premium. Para acessá-lo basta fazer um cadastro aqui e indicar esta newsletter para cinco amigos. Os conteúdos serão liberados assim que eles aceitarem o convite.

Na sexta-feira, o Ibovespa encerrou o dia com baixa de 0,27%, aos 104.728,89 pontos. O dólar fechou a sessão em baixa de 1,22%, aos R$ 4,1186. Consulte a Bula do Mercado para saber o que esperar de bolsa e dólar hoje.

Mais um vizinho barulhento

Como se não bastasse o imbróglio político na Argentina para trazer instabilidade na vizinhança, agora até o comportado Chile virou foco de problemas. Os protestos contra o aumento do preço do metrô tomaram maiores proporções. O governo chileno colocou quase 10 mil membros das Forças Armadas nas ruas de Santiago para tentar conter uma onda de incêndios e saques. Cidades como Valparaíso, Concepción e a capital estão sob toque de recolher. Não parece que você está tendo um déjà vu?

No Japão, o presidente Jair Bolsonaro disse estar preocupado com a situação do país vizinho, mas evitou se estender sobre o tema. "Tudo o que acontece na América do Sul a gente se preocupa", disse o presidente nesta manhã.

Ainda mais baixa

O mercado projeta que a Selic vai cair ainda mais. O boletim Focus divulgado hoje estima a taxa básica de juros a 4,5% em 2019 - a previsão da semana passada era de 4,75%. A publicação do Banco Central também trouxe projeção de inflação a 3,26%, contra 3,28% de sete dias atrás, e ainda aumentou suas expectativas para o PIB neste ano. Confira os números aqui.

Com apetite

A movimentação de uma gigante deve animar o mercado hoje. A Yduqs (ex-Estácio) comprou a Adtalem por R$ 1,9 bilhão. A empresa comprada é o décimo maior grupo de ensino superior privado no Brasil, dono do Ibmec e outras marcas. Com o negócio, o grupo avança em educação a distância e na pós-graduação. Olho na ação hoje.

O dono da banca

Luiz Frias

Ele herdou um dos maiores jornais do país, mas ficou bilionário com outro negócio. Luiz Frias investiu nos primórdios da internet no Brasil, com a criação do Uol e, posteriormente, da PagSeguro. Frias revolucionou o mercado de maquininhas de cartão e entrou na lista dos 10 mais ricos do país com a oferta da empresa de pagamentos na bolsa de Nova York em 2018. Mas se você pensa que a trajetória de Frias foi tranquila, está enganado. Ele admitiu diversos erros estratégicos com suas empresas e também se envolveu em disputas de poder polêmicas com a própria família. Conheça sua trajetória nesta reportagem, que é parte da série Rota do Bilhão.

Um grande abraço e ótima segunda-feira!

Agenda

Bancos Centrais
- No Brasil, BC divulga Boletim Focus

Indicadores
- MDIC: Balança comercial semanal

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Crise setorial

Indústria deve deixar de vender mais de 1,3 milhão de veículos neste ano

A crise do coronavírus afetou as linhas de produção de veículos e também diminuiu as vendas em todo o país. Como resultado, o setor prevê uma queda de 40% no total vendido no ano

Recuperação na bolsa

Até onde vai o Ibovespa? Para a XP, o índice voltará aos 112 mil pontos ao fim de 2020

A XP Investimentos revisou para cima sua projeção para o Ibovespa ao fim de 2020, passando de 94 mil pontos para 112 mil pontos — um patamar que implica num potencial de alta de mais de 18% em relação aos níveis atuais da bolsa

COLUNA DO PAI RICO PAI POBRE

Como se preparar para a nova Era do Empreendedorismo

Quando as coisas mudam tão drasticamente quanto nos últimos meses, pode ser difícil perceber, mas esses momentos criam as maiores oportunidades.

Dados atualizados

Mortes por coronavírus no Brasil vão a 34.973; infectados são 643.766

Na quinta-feira, havia 34.021 mortes registradas, segundo o Ministério da Saúde. O balanço diário totalizava 614.941 infectados

Números da pandemia

‘Acabou matéria no Jornal Nacional’, diz Bolsonaro sobre atraso em dados do coronavírus

Questionado sobre o terceiro dia com atraso seguido na divulgação de mortos e infectados pela covid-19 pelo Ministério da Saúde, o presidente Jair Bolsonaro afirmou, nesta sexta-feira, 5, que “acabou matéria no Jornal Nacional”, telejornal da TV Globo

seu dinheiro na sua noite

A crise do coronavírus vai ser uma marolinha?

Em 2008, ao ser questionado sobre a crise financeira, o ex-presidente Lula disse que o tsunami sobre a economia global chegaria ao Brasil como uma “marolinha”. O resultado você e eu conhecemos. Pois bem, com a rápida recuperação dos mercados nas últimas semanas já vejo muita gente resgatar a tese da marolinha. Na nova versão, […]

Marcelo Guaranys

Ninguém voltará para fila do Bolsa Família após fim do auxílio emergencial, diz secretário

Depois de o governo transferir quase R$ 84 milhões do Bolsa Família para publicidade institucional, secretários do Ministério da Economia disseram que o programa está com a fila zerada

Isso é que é alívio

Dólar despenca 6,52% na semana e fica abaixo de R$ 5,00; Ibovespa dispara mais de 8%

O dólar à vista terminou a semana a R$ 4,99, indo ao menor nível desde 26 de março, enquanto o Ibovespa cravou a sexta alta seguida e voltou ao patamar de 94 mil pontos. Entenda o que motivou toda essa onda de otimismo nos mercados

Secretário especial da fazenda

Bolsa Família não foi prejudicado com transferência de recurso à Secom, diz Waldery

Ele lembrou que o governo decidiu prorrogar o auxílio emergencial por duas parcelas “em princípio” e que, depois da medida provisória que previa o pagamento permanente do 13º para o Bolsa Família caducar, o governo analisará o espaço orçamentário para esse medida neste ano

Efeito coronavírus

Varejo de SP tem perdas de R$ 16 bilhões durante quarentena, diz Fecomercio

O cálculo é da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), levando em consideração 72 dias de quarentena até ontem

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu