Menu
2020-01-16T11:13:02-03:00
Estadão Conteúdo
em documento

BCE demonstra preocupação com efeitos colaterais de medidas de estímulo, diz Ata

Instituição precisa acompanhar cuidadosamente o impacto dos estímulos nos bancos e mercados de ativos, “como ações e imóveis”, segundo documento

16 de janeiro de 2020
11:10 - atualizado às 11:13
União Europeia
União Europeia - Imagem: Shutterstock

Alguns dirigentes do Banco Central Europeu (BCE) alertaram em sua última reunião de política monetária sobre possíveis efeitos colaterais de taxas de juros negativas, segundo ata do encontro realizado nos dias 11 e 12 de dezembro, divulgada nesta quinta-feira.

Em setembro, o BCE anunciou uma série de novas medidas de estímulo monetário, incluindo um corte na taxa de depósitos, de -0,40 para -0,50%, em sua primeira redução de juros desde março de 2016.

Na reunião de dezembro, a primeira sob o comando da nova presidente do BCE, Christine Lagarde, alguns dirigentes da instituição expressaram preocupação com a estratégia de juros negativos, ao ressaltarem a necessidade de ficar atentos "aos possíveis efeitos colaterais das atuais medidas de política monetária".

O BCE precisa acompanhar cuidadosamente o impacto dos estímulos nos bancos e mercados de ativos, "como ações e imóveis", de acordo com a ata.

"Alguma preocupação também foi demonstrada em relação ao impacto em potencial de juros negativos para famílias da zona do euro, com poupanças e a dinâmica do consumo também exigindo monitoração de perto", diz o documento.

De qualquer forma, os dirigentes afirmaram que o impacto geral de juros negativos na rentabilidade dos bancos da zona do euro continua sendo positivo.

Ainda na ata, os dirigentes do BCE reiteraram a promessa de não elevar suas principais taxas de juros até que a inflação "convirja de forma robusta" para a meta de inflação da instituição, que é de uma taxa ligeiramente abaixo de 2%.

Em dezembro, a taxa anual de inflação ao consumidor da zona do euro era de 1,3%, segundo os números mais recentes da Eurostat, a agência de estatísticas da União Europeia.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

O melhor do seu dinheiro

A B3 terá uma rival? Oportunidades no segmento de tecnologia, energia solar ganhando força e outras notícias do dia

Todo grande herói precisa de um antagonista à altura, nem que seja apenas para realçar seus feitos. Podemos até admitir que Gotham City seria uma cidade muito mais segura sem o Coringa, mas o que o Batman faria se não tivesse o grande inimigo? O mesmo acontece nos esportes. Michael Schumacher venceu sete campeonatos da […]

Fechando o cerco

Bitcoin cai 6% após Banco da China ameaçar encerrar contas envolvidas com criptomoeda

Além disso, a retirada de mineradores do país está afetando a taxa de mineração, que valida e dá segurança para a rede do bitcoin

Interesse estrangeiro

IPOs de grandes empresas devem trazer mais investidor estrangeiro para a Bolsa

Desde janeiro, o saldo de dinheiro estrangeiro na B3, a bolsa de valores de São Paulo, já chega a R$ 44 bilhões – número que contrasta fortemente com o primeiro semestre do ano passado

De volta no mercado

Brasil ‘reestreia’ no mercado de fabricação de TV

Agora o movimento de volta das nacionais é capitaneado por três indústrias com tradição na fabricação de eletroportáteis e eletrônicos: Mondial, Britânia e Multilaser.

Perspectiva de crescimento

Pandemia reaquece setor de terrenos e total de lotes disponíveis despenca

De 2018 para cá, o total de lotes disponíveis recuou à metade: de 125,4 mil para 67,4 mil. Só no ano passado, a queda foi de 33%, de acordo com a Aelo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies