Menu
Robert Kiyosaki
Coluna do Pai Rico, Pai Pobre
Robert Kiyosaki
Robert Kiyosaki é autor do best seller Pai Rico, Pai Pobre e outros 25 livros sobre finanças
2020-02-28T19:21:42-03:00
LIÇÕES DO PAI RICO, PAI POBRE

Você está cometendo esses erros nos seus investimentos?

Milhões de pessoas perderam trilhões de dólares porque violaram as leis da natureza. Uma das principais leis ou princípios que elas violaram é a Lei de Newton: para cada ação, há uma reação igual em direção oposta

29 de fevereiro de 2020
5:00 - atualizado às 19:21
shutterstock_631947908
Imagem: Shutterstock

Quando eu estava na escola, lembro que um professor disse: “Isaac Newton descobriu a lei da gravidade ao sentar sob uma macieira. Quando uma maçã caiu na sua cabeça, ele se deu conta de que as maçãs sempre caem em direção à terra. Maçãs nunca voam em direção ao céu.”

Quando o mercado de ações dispara, muitas pessoas parecem na verdade acreditar que a Mãe Natureza revogou a Lei da Gravidade. Sempre que ouço dizerem: “Esta é a nova economia”, eles poderiam também estar dizendo “Maçãs não caem mais das árvores”.

Com frequência, pai rico dizia: “Eu não sei se a história se repete, mas sei que novos investidores, geração após geração, sempre repetem os mesmos erros”. E esses são dois erros comuns que eles cometem:

  1. Deixam seu dinheiro parado por muito tempo.
  2. Quando os mercados aquecem, muitos deixam a ganância crescer e esquecem as leis da natureza.

Ambos os erros custam caro.

Quem Perde Dinheiro

Milhões de pessoas perderam trilhões de dólares porque violaram as leis da natureza. Uma das principais leis ou princípios que elas violaram é a Lei de Newton: para cada ação, há uma reação igual em direção oposta. Em termos simples, a lei da gravidade afirma que o que sobe uma hora desce.

Ao deixar o seu dinheiro parado por um longo prazo e investir em veículos como fundos de previdência privada, que não permitem que você saia, a menos que aceite severas penalidades, investidores médios estão se colocando em uma situação de perda por violar as leis da natureza.

Investidores profissionais, por outro lado, sabem como respeitar as leis da natureza. Quando os investidores vão contra as leis da natureza, o que vários fazem, a natureza vence. É por isso que investidores profissionais não seguem conselhos financeiros ou o que dizem as pessoas da área de vendas de instituições financeiras. Em vez disso, seguem as leis da natureza, o que significa que eles prestam atenção às tendências.

Observar Tendências

A velocidade da movimentação do dinheiro é algo importante e um dos principais motivos disso é o fato de que as tendências mudam constantemente. Em vez de diversificar os investimentos dentro de uma mesma classe de ativos, como ativos em papel, o pai rico encorajou o seu filho e a mim a aprender a movimentar nosso dinheiro entrando e saindo de diferentes classes de ativos. Se eu puder obter um retorno maior no meu negócio, meu dinheiro é transferido pra lá.

E sempre com foco na geração de renda passiva.

Se aparecerem oportunidades no mercado imobiliário, eu estarei nesse mercado. Se eu tiver dinheiro extra para ser temporariamente investido, ele vai para ativos de papel como fundos de hedge, títulos isentos de imposto que paguem pelo menos 7%. Eu raramente deixo meu dinheiro parado no banco, especialmente nos níveis das taxas de juros atuais. Dinheiro parado com taxa de juros baixa significa prejuízo garantido porque seu valor está sendo roubado pelos impostos e pela inflação. Além disso, também é dinheiro que não está trabalhando duro, o que quer dizer que eu tenho que trabalhar mais duro.

Como já disse anteriormente, eu tendo a ser um investidor, o que significa que coloco o meu dinheiro para adquirir o ativo e então faço resgates enquanto ainda possuo esse ativo. Um trader, por definição, compra e vende um ativo por dinheiro. Na maioria dos casos, eu simplesmente movimento o meu dinheiro.

Eu sei que a maioria dos investidores diz que essa é uma estratégia arriscada. Mais deixem-me explicar o porquê não acho que é, desde que você tenha experiência e educação financeira para investir em todas as diferentes classes de ativos. 

Um dos motivos do porquê investir em diferentes classes de ativos é menos arriscado do que investir em um plano geral de aposentadoria é que eu posso resgatar o meu dinheiro imediatamente, se necessário, em vez de deixá-lo preso. Isso significa que, se o mercado enfrentar uma crise, ou se eu tiver cometido um grande erro, o ativo pode ter sido impactado, mas eu posso transferir meus recursos.

O objetivo é adquirir ativos e manter o dinheiro em movimento.

O Quão Rápido o seu Dinheiro Está Sendo Movimentado?

Em 1996, quando o ouro custava cerca de US$ 280 a onça (28,35 gramas) e o dólar estava valorizado, eu passei a negociar dólares por moedas de ouro. Quando a cotação do ouro atingiu US$ 380 a onça, em 2003, eu vendi algumas moedas com o objetivo de recuperar meu dinheiro de volta, mas ainda manter um número significativo de moedas de ouro. Se o ouro não subisse de valor, meu dinheiro ainda estaria seguro em um ativo tangível porque comprei as moedas em um momento em que o preço do ouro estava baixo e a cotação do dólar, alta. Quando a tendência mudou, e o preço do ouro subiu e a cotação do dólar caiu, os dólares e as moedas de ouro inverteram de posição.                 

Diversificação x Tendências

Recentemente, vi um anúncio na TV que dizia: “A estratégia número um para os investidores é diversificar”. Isso pode ser verdade para investidores amadores, mas não para investidores profissionais. Para mim, diversificação é apenas parte do discurso de vendas para fisgar o investidor médio e fazer com que ele compre mais ações e fundos mútuos. Seria o mesmo que ir a uma agência de carros usados e perguntar: “E se o carro que eu comprar apresentar defeito daqui a algum tempo?”. E naturalmente o vendedor da agência diria: “Eu recomendo que você diversifique. Compre seis carros em vez de um. Dessa forma, se um dos carros pifar, você ainda chegará na hora no seu trabalho.”

Mas se a diversificação não é a regra número um dos investidores, qual seria?

Tendências. Porque elas são o movimento das leis da natureza no mercado. Investidores profissionais geralmente dizem: “A tendência é sua amiga”. O pai rico diria: “Tendências podem ser amigas ou inimigas”. 

Entre 1980 e 2000, a tendência no mercado acionário era de alta. Era fácil fazer dinheiro. Você apenas colocava seus recursos no mercado e, como mágica, o valor do ativo subia. Mas, de repente, em maio de 2000, a tendência mudou de direção e os investidores que não mudaram junto com a tendência perderam trilhões de dólares, mesmo os que tinham diversificações entre os ativos de papel.

Hoje, é mais importante do que nunca observar tendências e não violar as leis da natureza.

Dicas para Prever Ciclos de Mercado 

Meu pai rico costumava dizer: “O mercado de ações domina o mercado de investimentos por um período de 20 anos. Conforme o vigésimo ano se aproxima, as chances de uma forte crise no mercado aumentam. Depois de uma grande crise, o mercado acionário tende a ficar em baixa por dez anos. Durante esses dez anos, commodities como ouro, prata, petróleo e bens dominam os investimentos no mundo. E, a cada cinco anos, há algum tipo de grande desastre.”

Embora muitos investidores não acreditem que exista a tendência 20-10-5, outros prestam atenção a ela. Explicando de forma simples, esta teoria afirma que o mercado acionário é favorável por 20 anos. Passados esses 20 anos, o mercado cai fortemente e, pelos dez anos seguintes, o valor de commodities como petróleo, ouro, prata, imóveis petróleo, gás e soja sobe.

O número cinco do ciclo significa que a cada cinco anos alguma tragédia acontece, como o “crash” do mercado acionário em 1987.

No início da minha vida, não dei valor à lição do pai rico sobre o ciclo 20-10-5. Ainda assim, segui seu conselho. Entre 1973 e 1980, eu estava investindo em ouro e no mercado imobiliário, com frequência classificados como ativos tangíveis ou commodities. Às vésperas de 1980, o mercado de commodities despencou. Como previsto, entre 1980 to 2000, o mercado acionário dominou o mundo dos investimentos. A regra de desastres a cada cinco anos também pareceu ser verdadeira. Eventos como as quedas das bolsas, o estouro da bolha do mercado imobiliário e episódios trágicos como os ataques terroristas de 11 de Setembro nos EUA, em 2001, ocorreram em média a cada cinco anos.

Sem Bola de Cristal

A razão pela qual o pai rico me falou sobre o ciclo 20-10-5 não foi para me tornar um vidente com uma bola de cristal. Mas para me conscientizar sobre as mudanças. Uma das razões pelas quais tantos “baby boomers”, como são chamadas as pessoas que nasceram nos EUA entre 1946 e 1964, enfrentam problemas financeiros quando chegam à aposentadoria é porque, em vez de seguirem o ciclo 20-10-5, sempre ficaram no mercado acionário. O megainvestidor Warren Buffett vendeu várias de suas ações em 1996 e assumiu grandes posições em prata às vésperas de 2000. Eu não sei se ele segue o ciclo 20-10-5, mas seus padrões de investimento parecem validá-lo.

O Drama dos “Baby Boomers”

Se o ciclo 20-10-5 estiver correto, então muitos “baby boomers” não vão conseguir parar de trabalhar quando se aposentarem porque suas economias estarão no mercado acionário, esperando o preço dos papéis em que investiram se recuperarem, quando deveriam estar no ciclo das commodities.

A forma que aprendi a usar o ciclo 20-10-5 não é como uma bola de cristal, mas um lembrete para olhar para o futuro. Em 1996, por exemplo, quando o ouro estava no seu valor mais baixo da história, sendo negociado a US$ 275 a onça, eu comecei a investir em mineradoras de ouro. Embora alguns amigos de bancos e do mercado acionário tenham dado risada da minha decisão, hoje eles não riem mais de mim, já que o valor do ouro continua subindo.

Em outras palavras, quando o ciclo de 20 anos do mercado acionário estava se aproximando do fim, eu comecei a sair desses ativos e passei a procurar por oportunidades em commodities como ouro, prata, petróleo e outros metais. Quando ocorreram os atentados nos EUA em 11 de Setembro de 2001, apesar dos preços das ações já estarem bem baixos, preferi ficar fora da bolsa porque sabia que o ciclo dos 20 anos já tinha passado. Em vez de investir em ações, procurei por mais oportunidades no mercado imobiliário depois do 11 de Setembro, apesar dos preços desses ativos estarem altos.

Não Leve Isso para o Banco

Essa questão do ciclo 20-10-5 não é algo em que eu apostaria o meu futuro. Como disse, antes de tudo o ciclo é um lembrete de que os mercados estão em constante mutação. Sabendo disso, a tendência é que eu não seja pego no ciclo errado. Uma das melhores formas de encontrar bons investimentos é identificar investimentos que não estão em alta, mas que em breve devem reverter essa tendência.

Como eu amo imóveis, e acredito que a tendência demográfica nos EUA é de crescimento contínuo da população, vou continuar a investir nesse mercado.

Já no Japão, onde a taxa de natalidade está em queda, eu hesitaria em investir no mercado imobiliário. Os preços dos imóveis só sobem se há pessoas querendo comprá-los.

No livro “Profecias do Pai Rico”, escrevi sobre a possibilidade de um colapso no mercado acionário entre 2012 e 2020. A razão para essa crise não se deve ao ciclo 20-10-5, mas se deve mais às questões demográficas no mundo ocidental. Em 1970, os primeiros “baby boomers” completaram 70 anos e meio. Nessa idade, pela lei americana que criou os fundos de previdência no país, os chamados 401(k), eles podem começar a sacar seus recursos desses fundos. Isso levou a um movimento de venda das ações para gerar dinheiro para atender aos pedidos de retiradas, momento em que os investidores também têm que pagar o imposto diferido dos investimentos. 

Lembrete de que as Coisas Mudam

Embora eu não vá seguir o ciclo 20-10-5 como um relógio, ter consciência da existência dele tem um propósito útil  — nos lembrar constantemente que o mercado muda. Isso também me lembra de procurar oportunidades de investimento em diferentes mercados.

Milhões de investidores perderam dinheiro no mercado acionário entre 2000 e 2003 porque o ciclo de 20 anos em ações chegou ao fim. Em vez de seguir o ciclo 20-10-5, muitos investidores continuaram esperando as ações se recuperarem, enquanto deveriam ter migrado para o mercado de commodities.

Chegou a ser divulgado que, em 1996, Warren Buffett parou de investir ativamente no mercado acionário e discretamente migrou para as commodities, investindo em ativos tangíveis como prata. Nesse mesmo ano, eu também saí do mercado acionário e passei a investir em petróleo e ouro. Por que? Porque os ciclos do mercado estavam mudando. Assim como a lua muda de fases, o mercado também muda.

Esperando o Longo Prazo

Milhões de investidores perdem muito dinheiro no mercado acionário e ainda ficam sentados no investimento esperando que o preço das ações se recupere. Isso é perda de tempo. Apesar de que o mercado uma hora vai se recuperar, o mercado em que eles perderam dinheiro já virou passado.

Se uma pessoa perdeu o dinheiro que estava guardando para a aposentadoria em torno dos 75 anos de idade, esperar os próximos dez anos na esperança de recuperá-lo é uma perda de tempo.

Não faz sentido para mim investir no longo prazo sabendo que um dia a Mãe Natureza pode puxar o seu tapete. Vamos considerar uma pessoa de 25 anos que faça um investimento esperando sair desse investimento 40 anos depois, aos 65 anos. Se o ciclo 20-10-5 estiver correto, esse plano de investimento de longo prazo é perda garantida.

Se o mercado sobe e desce em 20 anos, então investir cegamente no longo prazo de 40 anos é uma missão suicida. 

É praticamente certo que você vai perder uma, duas ou mais vezes ao longo desse tempo.

Jogue com inteligência!

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Quarentena

Trump estende distanciamento social por coronavírus nos EUA até 30 de abril

Na semana passada, o presidente dos EUA havia sugerido que poderia “reabrir” a economia americana na Páscoa

Situação excepcional

Ministro do STF Alexandre de Moraes atende governo e relaxa exigências da Lei de Responsabilidade Fiscal

Ao Supremo, a União pedia a relativização das exigências da Lei, devido à situação excepcional do novo coronavírus no País, destacando que o direito à saúde da população deve prevalecer

Balanço

Covid-19: número de mortes por coronavírus no Brasil sobe para 136

Os casos confirmados da doença aumentaram de 3.904 para 4.256. Mantendo o padrão identificado ao longo da semana, 90% tinham mais de 60 anos

Enquanto uns choram, outros vendem lenços

Na contramão do restante da economia, setores essenciais aceleram contratações

Varejistas como supermercados e farmácias, além de hospitais, estão contratando mais diante da pandemia de coronavírus

'rolezinho do presidente'

‘Provocação’ e ‘irresponsabilidade’: parlamentares condenam passeio de Bolsonaro

Saída do presidente aconteceu um dia depois de o ministro da Saúde reforçar medidas de isolamento e pedir que ele não menosprezasse a gravidade da pandemia do novo coronavírus em suas manifestações públicas

Do contra

Bolsonaro cogita decreto que permita volta ao trabalho a todas as profissões

Presidente disse ainda que irá recorrer da decisão judicial que derrubou decreto que permitia funcionamento de lotéricas no Brasil

Mais crédito

BNDES anuncia linha de R$ 2 bi para setor de saúde e prepara medidas para aéreas e setor público

Banco de fomento também fez balanço de medidas anunciadas até agora e reafirmou que será operador de linha de R$ 40 bilhões para pagamento de salários.

Mais paradas

Latam suspende rotas internacionais adicionais até 30 de abril

Em nota, a empresa diz que o valor do bilhete de todos os passageiros com voos cancelados será automaticamente mantido como crédito para futuras viagens

Mais autonomia

Guedes pede estudo para direcionar mais recursos aos municípios que aos Estados para combate ao coronavírus

Em videoconferência promovida pela Confederação Nacional de Municípios, ministro da Economia defendeu maior liberdade para prefeitos disporem de recursos durante combate ao coronavírus

Prioridades

Reabertura do país será decisão de saúde, diz secretário do Tesouro americano

Steven Mnuchin reconhece o aumento do número de desempregados e o declínio do PIB, mas diz que principal objetivo do presidente Donald Trump é a saúde das pessoas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu