Menu
Robert Kiyosaki
Coluna do Pai Rico, Pai Pobre
Robert Kiyosaki
Robert Kiyosaki é autor do best seller Pai Rico, Pai Pobre e outros 25 livros sobre finanças
2020-03-21T13:12:04-03:00
COLUNA DO PAI RICO, PAI POBRE

Você acha que é um investidor conservador? Pense de novo

Um investidor conservador é simplesmente alguém que não tem educação financeira, seja porque tem medo de dinheiro ou porque não quer dedicar tempo para aprender a respeito. E ficar nessa condição é o maior risco que você pode tomar

21 de março de 2020
5:20 - atualizado às 13:12
Imagem simula botão de risco, com medida selecionada para "mínimo"
Na hora de investir, você aceita tomar riscos? - Imagem: Shutterstock

Quando eu falo a amigos sobre ser livre, no sentido financeiro, eles com frequência me dizem que eu corro riscos demais e que eles são mais conservadores no que se refere a investimentos. Mas um investidor conservador é simplesmente alguém que não tem educação financeira, seja porque tem medo de dinheiro ou porque não quer dedicar tempo para aprender a respeito.

Se você for falar com consultores financeiros, por exemplo, com frequência eles vão te perguntar: “Com qual nível de risco você se sente confortável no que se refere a investimentos?”. O pensamento convencional é que, quanto maior o retorno, maior o risco.

Mas a verdade é que “quanto menor a sua inteligência financeira, maior o risco, e quanto maior a sua inteligência financeira, menor o risco”.

Pense sobre isso. Se você disser a seus consultores financeiros que você é um investidor conservador, eles saberão imediatamente que você não tem conhecimento sobre investimentos. Isso dará a eles a oportunidade de focar no seu ponto fraco e te vender o que bem entenderem.

E por mais estúpido que pareça, centenas de pessoas entregam suas economias para consultores financeiros todos os anos. De acordo com o Departamento de Estatísticas de Trabalho dos Estados Unidos, há mais de 200.000 consultores de finanças pessoais no país!

Até eu posso me identificar com isso. Eu não gosto de correr riscos quando envolve dinheiro, mas, no passado, investi em ações sobre as quais não entendia nada, seguindo cegamente recomendações de um gestor financeiro. Investi até mesmo em um negócio de fundos de hedge que era bom demais de para ser verdade… e era mesmo.

O lado positivo dessas experiências é que eu aprendi com meus erros e nunca mais vou investir de novo em nada que não entenda completamente.

Investir não é arriscado. A falta de educação financeira é que é um risco!

Se você analisar bem, um investimento, seja ele no mercado acionário, num negócio, num imóvel, ou de qualquer outro tipo, é apenas um investimento. É você, investidor, que determina se um investimento é bom ou não para você.

Além disso, se você tiver realizado sua pesquisa, saberá porque está fazendo um investimento específico e o que está acontecendo com o dinheiro que investe. Se você apenas repassa o seu dinheiro para um consultor financeiro, para que ele faça o investimento para você, você perde o controle e…

Quando Você Perde o Controle, Seu Fator Risco Cresce Significativamente.

Como diz Warren Buffett, “arriscado é não saber o que você está fazendo”. Todos nós cometemos erros quando a questão é investimento. E a maioria das pessoas está ocupada com outras coisas e não quer lidar com números complicados e investimentos. É muito mais fácil participar de um plano de previdência oferecido pela empresa ou pelo banco ou entregar suas economias para serem geridas por outra pessoa.

Eu passei por isso. Mas aí parei e comecei a olhar os números de forma diferente, como um caminho para a minha verdadeira liberdade financeira. Uma vez que você tenha aprimorado seus conhecimentos financeiros, você pode investir da forma que quiser com base nas suas metas pessoais. O mais importante: você pode assumir o controle das suas finanças e reduzir o risco envolvendo os seus investimentos.

4 formas de encontrar oportunidades

Muitas pessoas podem não ficar satisfeitas ao ouvir que devem procurar oportunidades. Então, para os que querem uma lista do que fazer para começar, vou compartilhar resumidamente algumas das coisas que faço:

1 - Pare de fazer o que você está fazendo

Em outras palavras, pare por um momento e analise o que está funcionando e o que não está. A definição de insanidade é fazer a mesma coisa repetidamente e esperar um resultado diferente. Pare de fazer o que não está funcionando e busque algo diferente.

2 - Procure novas ideias

Para novas ideias de investimento, eu vou para livrarias e procuro livros sobre temas únicos, diferentes. Os chamo de fórmulas. Compro de instruções sobre fórmulas que não sei nada a respeito.

3 - Encontre alguém que tenha feito o que você quer fazer

Convide-o para um almoço e peça dicas e truques de negociação.

4 - Faça aulas, leia e frequente seminários

Eu procuro nos jornais e na internet cursos novos e interessantes, muitos dos quais são gratuitos ou custam pouco. Eu também frequento e pago seminários com os quais acredito que posso aprender.

E aqui vai uma dica para você: Assista à entrevista exclusiva que o meu analista no Brasil vai conceder à Marina Gazzoni ado Seu Dinheiro no dia 30/03.

Você vai conhecer o sistema Cash Flow Machine e entender melhor como lucrar com a variação dos preços no mercado.

Eu sou rico e livre da necessidade de um emprego graças aos cursos que frequentei. Tenho amigos que não frequentaram esses cursos que me disseram que eu estava jogando dinheiro fora e eles ainda estão nos mesmos empregos.

A oportunidade que mudou a minha vida

A oportunidade que mudou a minha vida foi um seminário do qual participei. Eu tinha cobradores batendo à minha porta. Eu estava procurando por empregos inusitados em qualquer lugar para conseguir um dinheiro extra para pagar minhas contas e acalmar os credores. E eu tinha o dinheiro que estava economizando. Economizando para uma oportunidade.

A minha oportunidade surgiu na forma de um curso que ensinava sobre investimentos no mercado imobiliário. Esta foi a minha oportunidade e ela custou US$ 385 na época, o equivalente a pouco mais de US$ 2.000 hoje.

Note que a minha oportunidade não foi um amigo me dizendo algo sobre a recomendação de uma ação. Não foi eu saindo às ruas em busca do melhor negócio imobiliário. Não. Mesmo a melhor dica de ações ou o melhor negócio em imóveis falhou porque o investimento só pode ser bom se o investidor for bom.

Eu precisei treinar a minha mente. Eu precisei de ensinamento.

Meu pai rico era fanático em exercitar sua mente. A mente é o mais poderoso computador do mundo. Ele diria: “Meu cérebro se torna cada vez mais forte a cada dia porque eu o exército. O quanto mais forte ele fica, mais dinheiro posso ganhar. Continue usando o seu cérebro e logo a sua mente vai te mostrar formas de ganhar dinheiro que vão muito além do que as pessoas enxergam."

"Você enxergará coisas que as outras pessoas nunca enxergam. A maioria dessas pessoas nunca enxerga essas oportunidades porque estão em busca de dinheiro e segurança, então isso é tudo que elas obtêm. No momento em que você vê uma oportunidade, você passará a enxergá-las para o resto da sua vida.”

Como mencionei anteriormente, a oportunidade que eu encontrei era um seminário sobre mercado imobiliário. O evento me mostrou a forma de analisar um negócio e como conseguir fechar um com pouco dinheiro ou até mesmo sem nenhum dinheiro.

Se você reler as formas de ganhar dinheiro, três das quatro estratégias são sobre se educar. Isso não é uma coincidência. Mais uma vez, mesmo a melhor dica sobre ações ou o melhor negócio imobiliário não vai dar certo se eu não tiver conhecimento financeiro suficiente. Um negócio só pode ser bom se o investidor for bem.

Então, o que aconteceu depois que eu fiz o curso?

Primeiro, antes que eu responda, preciso ressaltar que concluí o curso. Fiz tudo que foi pedido. Não apenas frequentei o curso. Eu aproveitei o curso. Aceitei o seu valor e o encarei com a mentalidade de que ele mudaria a minha vida.

Eu gastei US$ 385 e aquele curso me trouxe vida. Eu rapidamente me livrei das dívidas e hoje não preciso trabalhar para o resto da vida por causa daquele curso. Agora, eu frequento pelo menos dois desses cursos por ano.

Aquele curso era a oportunidade que eu buscava. Ele me ensinou como comprar ativos, mesmo na situação na qual eu me encontrava. Cursos posteriores me ensinaram como criar ativos.

Então, o que vai acontecer?

Você vai se tornar um “investidor conservador” e entregar seus investimentos a outras pessoas ou vai ampliar seus conhecimentos financeiros, assumir o controle do seu dinheiro e começar sua jornada rumo à verdadeira liberdade no aspecto financeiro da sua vida?

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

LIÇÕES PARA O SEU DINHEIRO

Recomendações de leitura para um investidor em quarentena

Três livros para você sobreviver ao isolamento e sair deste furacão como um investidor ainda melhor.

O BC e o coronavírus

Preferimos ter um lado fiscal um pouco pior para que as pessoas possam honrar seus contratos, diz Campos Neto

O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, destacou que a instituição se preocupa em dar condições às empresas cumprirem suas obrigações financeiras, evitando um movimento de quebra massiva de contratos

Crise da Covid-19

Brasil ultrapassa marca de 10 mil casos de coronavírus

Em 24 horas, o Brasil notificou mais de mil novos casos de coronavírus e outros 72 casos fatais. A taxa de mortalidade no país está em 4,2%

Em conversa com o setor de varejo

Governo faz o máximo para o dinheiro chegar à ponta final, diz Guedes

O ministro Paulo Guedes, participou de conferência com líderes do setor de varejo neste sábado, detalhando as inciativas do governo na crise do coronavírus

Guerra de preços

Arábia Saudita e Rússia continuam trocando farpas e trazem preocupação ao mercado de petróleo

Arábia Saudita e Rússia voltaram a trocar acusações no âmbito da guerra de preços do petróleo — e já se começa a falar que a reunião emergencial da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) da próxima segunda-feira foi por água abaixo

Impactos

Crise do coronavírus reduz consumo de carne e já paralisa 11 frigoríficos no país

A indústria da carne já começa a sentir os primeiros efeitos da crise do coronavírus, com uma menor demanda por produtos — o que paralisa alguns frigoríficos no país

Seu Dinheiro no Sábado

MAIS LIDAS: Um bilionário na luta contra o coronavírus

A notícia a respeito das iniciativas do bilionário Elon Musk no combate à pandemia de coronavírus foi a mais lida dessa semana no Seu Dinheiro

Ano difícil

Braskem fecha 2019 com prejuízo líquido de R$ 2,8 bilhões, revertendo o lucro de 2018

A Braskem encerrou 2019 com um prejuízo bilionário e contração nas receitas e no Ebitda em relação a 2018

LIÇÕES PARA AVALIAR UM NEGÓCIO

8 formas de saber se é um bom investimento

Na escola, seu boletim é a marca do seu sucesso. Nos negócios, são as demonstrações financeiras. Se você quer ser bem-sucedido, precisa saber como tirar conclusões sobre a saúde da empresa e seu potencial.

Queda do petróleo

Distribuidoras de gás natural pedem à Petrobras antecipação na redução do preço

Associação Brasileira de Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás) solicitou à Petrobras uma antecipação para 1 de abril na redução do preço do gás natural que vai ocorrer em maio deste ano, da ordem de 10%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu