Menu
Robert Kiyosaki
Coluna do Pai Rico, Pai Pobre
Robert Kiyosaki
Robert Kiyosaki é autor do best seller Pai Rico, Pai Pobre e outros 25 livros sobre finanças
2020-06-12T18:02:57-03:00
COLUNA DO PAI RICO PAI POBRE

3 formas de trabalhar menos (ou não trabalhar) e ganhar dinheiro

Se você deseja se aposentar jovem e rico, precisa trabalhar duro para obter o tipo certo de renda.

13 de junho de 2020
5:50 - atualizado às 18:02
Pessoa conta notas de dinheiro de 100 reais
Dinheiro - Imagem: Shutterstock

"Se você quer ficar rico", meu pai rico dizia, "não peça um aumento. Em vez de pedir um aumento, comece a perguntar como você pode servir mais pessoas. Na verdade, se você quer ser rico, não quer um aumento. Se você recebe um aumento, está trabalhando com o dinheiro errado."

Já compartilhei aqui como me aposentei cedo, aumentando minha dívida em vez de tentar me livrar das dívidas, que é o que a maioria das pessoas tenta fazer. A lógica por trás desse pensamento é que há uma dívida boa e uma dívida ruim, e a maioria das pessoas estão atoladaa em dívidas ruins.

O mesmo acontece com a renda. A maioria das pessoas não estão cientes de que existe renda boa e renda ruim, e a maioria não fica rica porque trabalha arduamente para ganhar a renda ruim. Quando você pede um aumento, pede um aumento para a renda ruim. Se você deseja se aposentar jovem e rico, precisa trabalhar duro para obter o tipo certo de renda.

Existem três tipos diferentes de renda:

1. Renda comum

A renda comum é quando você trabalha por dinheiro. Você recebe essa renda na forma de salário. Quando você pede um aumento, recebe bônus, hora-extra, comissão ou gorjeta, você recebe mais desse tipo de dinheiro.

2. Renda de portfólio

A renda de portfólio geralmente é obtida por meio de ativos de papel como ações, títulos e fundos mútuos. Se você espera viver sua aposentadoria com o dinheiro que investiu em fundos de previdência, por exemplo, essa receita virá provavelmente do dinheiro obtido com esses portfólios.

3. Renda passiva

Renda passiva geralmente é renda obtida com o mercado imobiliário. Também podem ser royalties ganhos com uma patente ou propriedade intelectual no caso de músicas, livros e outros ativos intelectuais de valor.

Por que procurar um trabalho com salário maior?

Na cabeça do meu pai rico, o pior tipo de renda para se trabalhar duro é a renda comum. Para ele, essa é a pior renda basicamente por quatro razões:

1. É a sobre qual incide mais imposto e a que você tem menos controle nesse quesito (de quanto paga de imposto e quando).

2. Você diretamente tem que trabalhar para receber essa renda, o que consome o seu precioso tempo.

3. Há pouquíssima oportunidade de alavancar a renda comum. A principal forma que as pessoas usam para tentar aumentar essa renda é trabalhando mais.

4. Geralmente não há valor residual do trabalho. Em outras palavras, você trabalha, é pago por isso e precisa trabalhar de novo para ser pago novamente. Segundo meu pai rico, há pouquíssima alavancagem quando se trabalha por renda comum.

Conforme fui crescendo, sempre achei interessante que meu pai rico não gostasse da renda comum. Ele costumava dizer: "O pior conselho que você pode dar ao seu filho é  para ele estudar para conseguir um emprego bem remunerado". A razão pela qual ele dizia isso não é porque ele era contra os estudos. Ele era contra ensinar seus filhos a passar a vida trabalhando por uma renda comum. A maioria das pessoas que eu conhecia sonhava com empregos bem remunerados e com muita renda comum. Como eu disse, a diferença entre as realidades era mais do que apenas diferenças. Era exatamente o contrário. Meu pai rico dizia: "Ensinar as pessoas a passar a vida trabalhando para obter renda comum é como ensinar alguém a ser um escravo muito bem pago por toda a vida."

Por que meu pai rico gostava de renda passiva

Embora ele recebesse todos os três tipos de renda, se tivesse que escolher entre elas, receberia renda passiva o tempo todo. Por quê? Como era a renda pela qual ele precisava trabalhar menos para ganhar, e muitas vezes era a menos tributada, ela consistentemente lhe rendeu alguns dos retornos mais altos durante um longo período de tempo. Em outras palavras, ele trabalhou duro para obter renda passiva porque, no longo prazo, trabalhava cada vez menos, servia cada vez mais pessoas e ganhava cada vez mais à medida que envelhecia.

Na minha missão de me aposentar jovem e rico, eu tinha que saber por qual tipo de dinheiro trabalharia. Eu e Kim fomos capazes de nos aposentar cedo porque nosso plano nos fazia trabalhar arduamente para obter renda passiva, não renda comum, que é o que a maioria das pessoas fazem. Outra diferença é que planejamos nos aposentar com mais renda passiva, não renda de portfólio, que também é o que a maioria das pessoas fazem quando planejam sua aposentadoria. Embora a maioria das pessoas se aposente com receita de portfólio, ela nem sempre é a melhor, porque é a segunda mais tributada das três rendas e os impostos são sua maior despesa na vida.

Meu pai rico recebia os três tipos de renda porque cada uma delas tem suas vantagens e desvantagens. Meu pai pobre trabalhou duro apenas por um tipo de renda. Essa diferença entre eles dois fez uma enorme diferença ao longo da vida de cada um deles.

Meus dois pais não trabalharam duro pelo mesmo tipo de dinheiro. Meu pai rico dizia repetidamente: "Estude, assim você pode conseguir um emprego com um alto salário". Meu pai rico dizia: "Não é o quanto você ganha que importa, mas o quanto dinheiro você guarda". E ia além: "A receita comum é a receita pela qual você trabalha mais duro e a que te permite guardar menos".

Ele dizia que é o dinheiro que tem que trabalhar duro, e não você. É justamente isso que ensino a todos os brasileiros na Semana do Pai Rico, Pai Pobre, um evento online e gratuito que mostra como fazer seu dinheiro trabalhar semanalmente para você.

Meu pai rico também com frequência chamava a receita comum, a receita recebida via salário, como "dinheiro 50%". Isso porque, não importa o quanto você ganha, o governo sempre pega praticamente a metade, de um jeito ou de outro. Se você ganha US$ 50.000 por ano, pelo menos US$ 25.000 acaba indo para o governo, e boa parte disso sequer passa pelas suas mãos, porque já é retido na fonte. Mesmo depois de você receber os US$ 25.000 restantes, a cobrança de imposto continua. Como a maioria das pessoas sabe, incide imposto sobre o que você ganha, gasta, poupa, investe e inclusive quando você morre. Na verdade o imposto quando você morre pode ser bem alto caso você não se prepare para isso. Como meu pai rico sempre dizia: "Se você não tiver um plano pro seu dinheiro pra quando você morrer, o governo tem".

Do ponto de vista do meu pai rico, não é muito inteligente trabalhar duro e permitir que o governo fique com pelo menos 50% do que você ganha. (Alguns anos atrás, a taxa de imposto nos EUA era ainda mais alta que 50%. Embora ela tenha caído nos últimos anos, muitas das brechas foram retiradas para compensar a redução do imposto. Ou seja, quando meu pai rico estava obtendo seus primeiros anos, costumava chamar a renda comum de "80% de dinheiro", porque é esse percentual que o governo tirava das pessoas que tinham altos salários.)

Meu pai pobre não sabia que havia diferenças entre os diferentes tipos de renda. E como ele não sabia que havia diferença, ele trabalhou muito por "dinheiro 50%" e depois comprou uma casa maior para se beneficiar de benefícios fiscais que ele nunca conseguiu obter. Em vez de descobrir mais sobre os diferentes tipos de renda, meu pai voltaria a estudar para receber uma promoção e um aumento salarial. Em outras palavras, ele trabalhou duro, estudou muito, ganhou mais e pagou cada vez mais impostos porque trabalhava para ganhar o "dinheiro 50%".

Meu pai rico tinha dificuldade em entender as pessoas que passavam a vida em busca de um emprego com remuneração mais alta ou de um aumento salarial. Ele costumava dizer: "Quando você recebe um aumento, o governo também recebe". Para ele, passar a vida trabalhando duro por “dinheiro 50%” não era uma coisa inteligente financeiramente para se fazer.

Hoje, a maioria das pessoas está tentando se aposentar utilizando o que meu pai rico chamava de "20% de dinheiro", que é o dinheiro proveniente de ganhos de capital ou valorização de ações e, às vezes, de imóveis. Quando você ouve os políticos dizerem: "Meu oponente está dando uma redução de impostos para os ricos", eles costumam se referir a algum tipo de redução de imposto de renda sobre investimentos.

Muitas pessoas são financeiramente mais inteligentes e não estão trabalhando tanto para obter renda comum. Muitas pessoas quando negociam uma nova proposta de emprego pedem opções de ações, as chamadas "stock options", que podem equivaler ao "20% de dinheiro" se a empresa tiver sucesso. (Uma certa parte é tratada como renda comum, mas a parcela que se valoriza pode ser considerada "20% dinheiro ".) A opção de ação também pode não valer nada se o valor da empresa não aumentar no mercado. O ponto é que as pessoas estão aproveitando as vantagens fiscais e os diferentes níveis de alavancagem dos diferentes tipos de renda. A crescente diferença entre os que têm e os que não têm é porque a maioria das pessoas não sabe que existem tipos diferentes de renda e trabalham duro para obter o tipo errado de renda.

Uma das razões pelas quais eu e Kim nos aposentamos cedo foi porque utilizamos dinheiro diferido dos impostos e muitas vezes o que o meu pai rico chamava de "0% dinheiro". Dinheiro diferido é o dinheiro proveniente de ganhos de capital que não é tributado imediatamente e é diferido pelo tempo que escolhermos diferir o pagamento desses impostos.

Nos Estados Unidos, uma das vantagens de investir em imóveis em comparação com ativos em papel é essa brecha legal no código tributário. A razão pela qual o governo permite essa brecha é porque deseja que os investidores mantenham seu dinheiro investido em imóveis para fornecer um suprimento de moradia para as pessoas que optam por não comprar uma casa ou que não têm condições para isso. A redução de impostos faz com que investidores como eu e Kim continuemos garantindo uma oferta abundamente de imóveis para aluguel, o que por sua vez reduz os custos de moradia. Esses incentivos fiscais também mantêm o setor imobiliário aquecido e ajudam a economia do país a permanecer forte, já que o setor imobiliário constitui um grande segmento da economia americana. Se o setor imobiliário sofre, o mesmo acontece com o país.

Abraço,

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

de olho nos números

Cemig registra lucro líquido de R$ 1 bilhão no 2º tri, queda de 50,6% em um ano

A receita líquida caiu para R$ 5,93 bilhões, de R$ 7,0 bilhões no mesmo trimestre do ano anterior.

balanço do coronavírus

Covid-19: Brasil registra 106.523 mortes e 3,27 milhões de casos

Nas últimas 24 horas, foram notificados 1.060 novos óbitos pela doença

seu dinheiro na sua noite

Quatro passos para escolher uma ação na bolsa

Os detratores da bolsa gostam de comparar o investimento em ações a um cassino, com apostas viciadas em favor da banca (ou dos bancos). Eu mesmo faço essa referência em tom de ironia no meu livro Os Jogadores — já fica a dica de leitura. Não há como negar que muitos investidores realmente encaram o mercado como […]

Sob nova direção

Banco do Brasil confirma indicação de André Brandão para presidência

O Banco do Brasil confirmou agora à noite a indicação de André Brandão para assumir o cargo de presidente da instituição financeira. Após a comunicação formal, via ofício do Ministério da Economia, iniciou-se no âmbito do BB os procedimentos de governança necessários à confirmação da elegibilidade do executivo para o cargo. Brandão faz parte do […]

Mercados hoje

Balanços trazem alívio ao Ibovespa e dólar sobe no fim de uma semana tensa nos mercados locais

Investidores avaliam sinais contraditórios do governo e aumento da popularidade do presidente em meio a cenário de recessão técnica

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu