Menu
Robert Kiyosaki
Coluna do Pai Rico, Pai Pobre
Robert Kiyosaki
Robert Kiyosaki é autor do best seller Pai Rico, Pai Pobre e outros 25 livros sobre finanças
2020-05-22T14:51:54-03:00
LIÇÕES DO PAI RICO

A falida ‘Regra do 72’, usada para estimar quanto tempo levará para um investimento dobrar

Esta fórmula não é realista porque ela se baseia em suposições de que a economia estará sempre crescendo. É importante que você aprenda como pode aumentar seu patrimônio em momentos de vacas gordas e também de vacas magras.

23 de maio de 2020
6:51 - atualizado às 14:51
Número de casa 72
A regra do 72 dos investimentos - Imagem: Shutterstock

Se você colocar seu dinheiro nos lugares certos, ele pode crescer substancialmente ao longo do tempo, graças ao poder dos juros compostos. Ele pode até dobrar sem você ter que fazer nada.

Economistas têm uma fórmula chamada a "Regra do 72". Ela pode te dizer quanto tempo vai levar, não apenas para o dinheiro que você está economizando dobrar, mas também para os preços dobrarem — um guia valioso para avaliar o possível impacto da inflação nos seus investimentos.

É assim que a regra funciona: para descobrir quantos anos vai levar para um investimento dobrar, divida 72 pela taxa de retorno que você está recebendo. Vamos considerar por exemplo que você tenha US$ 500 rendendo a uma taxa de juros de 6%. Seu dinheiro vai dobrar para US$ 1.000 em 12 anos porque 72 dividido por 6 é igual a 12. Para calcular aproximadamente quanto tempo vai levar para os preços dobrarem, divida 72 pela taxa anual da inflação. Digamos que a inflação atual seja de 3% por ano. Então os preços vão dobrar em 24 anos, porque 72 dividido por 3 é igual a 24.

Eu odeio ter que dizer isso para vocês, mas esta fórmula não é realista porque ela se baseia em suposições de que a economia estará sempre crescendo.

É importante que você aprenda como pode aumentar seu patrimônio em momentos de vacas gordas e também de vacas magras. Em momentos de baixa e de alta do mercado. O seu dinheiro pode dobrar muito mais rapidamente do que em 12 anos porque você estará ganhando uma taxa bem mais de alta de retorno do que 6% ao ano. Assim, você estará batendo a inflação por uma margem significativamente maior.

Informação é poder

Está na hora, porém, de te revelar um segredo. Uma economia em depressão é uma depressão emocional. As pessoas perdem dinheiro e ficam deprimidas. Mas se você está armado com conhecimento financeiro, você amplia suas chances de sobreviver à depressão. Pode até ganhar dinheiro nesses períodos.

Aqui está o segredo: investidores sofisticados ganham mais dinheiro nos momentos de crise. Eles mantêm suas emoções sob controle e entram no mercado quando todos os demais estão em pânico, saindo. O investidor inteligente financeiramente compra quando os outros estão vendendo. Ele enxerga grandes oportunidades, não com seus olhos, mas com sua mente.

Felizmente para você, estamos agora na Era da Informação. Pela primeira vez na história, a regra 90/10 (10% dos investidores ganhando 90% do dinheiro) não precisa ser aplicada. A informação não é restrita como a terra e os recursos eram na era dos senhores feudais ou dos barões ladrões. Hoje é possível que mais e mais pessoas tenham acesso ao mundo da riqueza por meio da informação. Isso porque informação é poder. Você quer ser uma dessas pessoas informadas? Mais importante, você quer colocar o seu conhecimento para trabalhar? Então tenha paciência e continue lendo. Ainda há muito a aprender sobre contabilidade, impostos e investimentos.

Ganhe dinheiro seja qual for a direção do mercado

A maioria dos investidores profissionais sabem que no mundo real os mercados se movimentam basicamente em três direções:

  1. Para cima, o chamado "bull market";
  2. Para baixo, o chamado "bear market";
  3. Para o lado, o chamado "channeling market".

Como o mercado se movimenta em três direções diferentes e a maioria dos portfólios possuem investimentos que têm bom desempenho apenas com o mercado em alta, isso significa que a maioria dos portfólios dos investidores médios apenas vão se sair bem em uma das três direções do mercado.

Meu pai rico um dia me disse: "A maioria de nós já ouviu falar da roleta russa. É quando uma pessoa coloca uma bala em um revólver de seis tiros. Aí gira o cilindro, aponta o revólver para a cabeça e puxa o gatilho, torcendo para que o cilindro não tenha parado justamente no lugar onde a única bala foi colocada, ou seja, para que tenha parado em um dos cinco lugares que estão vazios. Em outras palavras, as chances são de 5 contra 1 a seu favor. Com a maioria dos fundos de previdência tendo aplicado seus recursos em fundos mútuos, a pessoa está girando o cilindro de um revólver de apenas três tiros e carregado com duas balas." Em outras palavras, as suas chances de perder são duas em três. Veja que risco!

Praticamente todo planejador financeiro vai te dizer que você deve diversificar para estar financeiramente seguro. Com isso, eles querem dizer investir em ações, títulos e fundos mútuos. Infelizmente, isso não é diversificação de verdade. Ao contrário, é diversificação dentro de uma mesma classe de ativos, ativos de papel — a classe com a qual os bancos ganham mais dinheiro por meio de taxas. Outras classes de ativos são virtualmente ignoradas, como mercado imobiliário, commodities e negócios.

Diversificação verdadeira?

A verdade é que esse tipo de diversificação não vai necessariamente proteger você de um sistema falho com risco de queda ilimitado e potencial de alta limitado. Isso significa que seu plano de previdência pode não acumular o dinheiro que você vai precisar para viver quando se aposentar se as coisas não andarem como planejado.

Embora seja verdade que o mercado se recuperou e voltou aos trilhos após a crise da bolsa de 1929, o fato é que o mercado enfrentou um período de baixa por quase 25 anos. Apesar de isso poder ser considerado um período curto quando olhamos do ponto de vista histórico, lembre-se que, quando o mercado despencou entre 1929 e 1932, ele destruiu cerca de 80% da maioria dos portfólios das pessoas. Perder 80% de tudo que você conseguiu acumular ao longo da sua vida toda pode fazer esse breve período de tempo se tornar uma eternidade. Por isso, mesmo se a média dos números afirmarem que os mercados tendem a subir, viver ao longo de mercados sucessivamente em queda e olhar seu portfólio lentamente encolher deve provocar algumas noites de insônia, mesmo sabendo que os mercados uma hora vão subir de novo — como a maioria das pessoas assumem.

Quando tudo no que você investiu está ainda no papel, está baseado na mesma economia frágil e no mesmo modelo de investimento. Quando o mercado de ações cai, ele cai em todo lugar, não apenas em alguns mercados. Se você investiu na Microsoft ou no McDonald’s não faz nenhuma diferença se o mercado despenca e tudo cai. Investir amplamente em diferentes fundos mútuos espalha o risco ao seu redor ainda mais. E o risco é o mesmo e o impacto será o mesmo quando tudo estiver indo para baixo.

A verdadeira diversificação é investir em diferentes classes de ativos, não em diferentes classes de ações. Se eu investi em apartamentos, casas e condomínios, meu portfólio parece diversificado, mas os ativos são todos do mercado imobiliário. Então eu invisto em ativos do mercado imobiliário, ativos em commodities como ouro e prata, ativos em negócios como as minhas empresas e, sim, tenho também alguns ativos em papel.

Agora eu quero reafirmar que o conselho de "investir no longo prazo, ser paciente e diversificar" é sólido para os que têm pouca educação financeira e pouca experiência financeira. O ponto que eu quero reforçar é a ideia de que você como indivíduo possui três opções básicas:

  1. Não fazer nada;
  2. Seguir o mesmo velho conselho de planejamento financeiro para diversificar; ou
  3. Se educar financeiramente.

A escolha é sua. Obviamente, eu recomendo a educação financeira de longo prazo. Hoje, muitas outras pessoas endossam esse coro.

Abraço

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

medida emergencial

‘Não dá para continuar muito’, diz Bolsonaro sobre prorrogação de auxílio emergencial

Guedes, no entanto, confirmou hoje que o governo avalia a reformulação do auxílio emergencial de R$ 600

mais gastos?

Congresso discute ampliar decreto de calamidade até ano que vem

Prorrogação daria aval para o governo Jair Bolsonaro gastar mais no próximo ano com a justificativa de combater as consequências econômicas da doença

Tecnologia

Sinqia anuncia aquisição da Itaú Soluções Previdenciárias por R$ 82 milhões

Aquisição será feita com recursos obtidos em oferta de ações no ano passado, pela qual a Sinqia obteve R$ 362 milhões

reforma em discussão

Guedes chama de ‘manicômio’ sistema tributário e diz que não aumentará carga

Governo quer criar um novo imposto sobre transações digitais, nos mesmos moldes da antiga CPMF, para compensar a perda na arrecadação com a chamada desoneração da folha de pagamento

Nem tão feio

Ações do Iguatemi têm alta forte com balanço melhor que o esperado

Papéis disparam mais de 7% com resultado “não tão ruim”; Credit Suisse está otimistas com ações da empresa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu