Menu
2019-04-04T08:54:03-03:00
Estadão Conteúdo
Divórcio complicado

É inaceitável Parlamento Europeu se opor a extensão longa do Brexit, diz Tusk

27 Estados-membros remanescentes na União Europeia deram seu aval a um adiamento da data do acordo de saída para 22 de maio, mas apenas se a Câmara dos Comuns britânica aprovar o acordo de retirada já negociado com May

27 de março de 2019
11:17 - atualizado às 8:54
Brexit
Imagem: Shutterstock

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, afirmou nesta quarta-feira no Parlamento Europeu ser "inaceitável" que os membros do Legislativo do bloco se contraponham a uma extensão mais longa do prazo do Brexit, que poderia ser concedida "se o Reino Unido desejar repensar sua estratégia" para o processo de separação.

Na última quinta-feira (21), os 27 Estados-membros remanescentes na União Europeia deram seu aval a um adiamento da data do Brexit para 22 de maio, mas apenas se a Câmara dos Comuns britânica aprovar, ainda esta semana, o acordo de retirada já negociado com a primeira-ministra Theresa May.

Senão, a postergação só valerá até 12 de abril e Bruxelas aguardaria a indicação de Londres sobre como ir adiante com o divórcio. Como Tusk já deixara claro em outras oportunidades, uma das possibilidades seria adiar a separação por mais tempo, ao menos até o fim de 2019, o que obrigaria o Reino Unido a participar das próximas eleições ao Parlamento Europeu, de 23 a 26 de maio.

"Houve vozes dizendo que isso seria danoso ou inconveniente para alguns dos senhores", disse o polonês em discurso preparado. "Os senhores não podem trair os seis milhões de pessoas que assinaram a petição para revogar o Artigo 50 (e cancelar o Brexit) ou um milhão de pessoas que marcharam por um Voto do Povo, ou a maioria crescente de pessoas que querem permanecer na União Europeia."

May, por outro lado, declarou repetidamente que a participação britânica na corrida ao Legislativo europeu "não é do interesse de ninguém".

Para Tusk, os detratores do divórcio podem até sentir que não são suficientemente representados pelo Parlamento do Reino Unido. "Mas eles têm de sentir que são representados pelos senhores nesta câmara (do Parlamento Europeu). Porque eles são europeus", encerrou.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

INVESTIMENTOS

ETF de criptomoedas: conheça o HASH11, a oportunidade de comprar bitcoin e outras 5 criptos na bolsa com um clique

Com esse fundo, é possível ter exposição a criptoativos de maneira simples, segura e regulada. Em entrevista ao podcast RadioCash, executivos da gestora brasileira Hashdex explicam quais os riscos e oportunidades do ETF e desse criptomercado, confira:

Na CCJ da Câmara

Reforma administrativa é bastante moderada e foi fruto de muita conversa, diz Guedes

Depois de muito tempo engavetada, a proposta de reforma administrativa foi enviada ao Congresso no começo de setembro do ano passado e não tem impacto na estabilidade e nos salários dos atuais funcionários públicos

Resultados do trimestre

A guerra dos bancões: qual deles performou melhor?

Comentar resultados de bancos nunca foi tarefa fácil. Seus grandes números exigem uma análise que contemple tudo o que foi divulgado para um resultado verossímil, considerando ainda seu tamanho e receita. Analisar um ano de valores de uma instituição financeira de maneira que eles façam sentido para o mercado exige profundidade. Por isso, hoje a […]

Exile on Wall Street

5 pontos para entender e superar a economia americana na era Biden

Não sei bem a razão. O Dia das Mães sempre me leva a Winnicott e sua prescrição por uma “good enough mother”. As mães, claro, deveriam ser boas aos filhos. Mas apenas suficientemente boas. Se se tornam mães edípicas, excessivamente protetoras e presentes, estragam a prole. A virtude está no meio.   Depois de duas depressões, […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies