Menu
2019-05-21T12:25:47-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Fim da exclusividade dos militares?

Ações da Taurus disparam após declaração que decreto de Bolsonaro libera a venda de fuzil para civis

Antes de exclusividade militar e de policiais, o fuzil T4 já tem uma fila de 2 mil pessoas. A fabricante de armas viu os seus papéis na Bolsa dispararem após o anúncio, com as ações preferenciais e ON ultrapassando a marca dos 10% por volta das 10h40

21 de maio de 2019
9:56 - atualizado às 12:25
Taurus
Fuzil T4 da Taurus - Imagem: Reprodução/ Site Taurus

O decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro no dia 7 de maio, flexibilizando o acesso de civis ao porte de armas, pode ter facilitado a compra de armamento ideal para uso militar, como o fuzil T4 da Taurus, pela população. Pelo menos é o que diz a fabricante de armas brasileiras, que já tem uma fila de espera de 2 mil clientes para o produto.

A declaração teve impacto nos papéis da empresa na Bolsa, e dispararam na abertura do mercado. Por volta das 10h40, as ações preferenciais da empresa (FJTA4) subiam 10,23%, enquanto os papéis ON (FJTA3) apresentavam alta de 10,54%. No Twitter, a fabricante de armas entrou para os Trending Topics da rede, se tornando um dos assuntos mais comentados da manhã desta terça-feira (21), com quase 50 mil menções.

O fuzil T4 é um semiautomático de calibre 5,56 e, de acordo com a TV Globo, a empresa só espera que a medida comece a valer para atender os seus clientes. A expectativa da companhia é que consiga supria a demanda em até três dias. No site da empresa, o armamento está listado como "ideal para o uso militar e policial".

Procurado pela equipe do jornal O Estado de São Paulo, a Casa Civil, do Palácio do Planalto, informou que a informação dada pela fabricante de armas não procede, já que o decreto não enquadra armamento de uso restrito, como seria o caso do fuzil T4 .

Mas segundo a Taurus, a energia cinética do fuzil é de 1.320 joules, inferior ao permitido pelo decreto do presidente. A medida aumenta o limite de energia cinética das armas para 1.620 joules .

Além disso, o decreto também liberou o uso de armas e armamentos antes restritos a militares e membros das Forças Armadas para civis. O texto também permite que 19 categorias tenham acesso facilitado para portar armas.

 

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Triste marca

Brasil registra mais de 500 mil mortos por covid-19

Em 24 horas foram 2.301 óbitos e 82.288 novos casos. Em nota, Conass ressalta que o Brasil tem 2,7% da população mundial, e é responsável por 12,8% das mortes

Here comes the sun

Energia solar ruma para liderança no País até 2050

O sol será responsável por 32% da geração, ao mesmo tempo em que a participação das hidrelétricas deve cair para cerca de 30%

ESTRADA DO FUTURO

Os três setores mais lucrativos em tecnologia, e por que você deve investir neles

Integração entre softwares e Inteligência Artificial são dois dos segmentos que devem fazer parte de qualquer portfólio de investimentos vencedor

Ano de eleição

Promessas de Bolsonaro estouram “folga” do Orçamento em 2022

A ampliação do Bolsa Família e um eventual aumento de 5% nos salários do funcionalismo público já superam o espaço adicional de R$ 25 bilhões para o próximo ano

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies