Menu
2019-11-13T11:48:17-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
gestoras

SPX está comprada em dólar e ações no Brasil

Na parte internacional, a gestora está comprada em bolsas europeias e de países emergentes e vendida na bolsa americana

13 de novembro de 2019
11:43 - atualizado às 11:48
Rogério Xavier SPX
Rogério Xavier, sócio da SPX - Imagem: Leo Martins

Comprado em dólar, aplicado em juros e comprado em ações dos setores de óleo e gás, serviços de utilidade pública e consumo. Esse é o resumo das posições da SPX ao fim de outubro, segundo carta de gestão da casa comanda por Rogério Xavier. No mês de outubro, o SPX Nimitz rendeu 0,77%, ante um CDI de 0,48%.

No lado doméstico, a gestora acredita que apesar da comunicação conservadora do Banco Central (BC), a inflação baixa deve permitir que o Comitê de Política Monetária (Copom) continue cortando a Selic nas próximas reuniões, para algo entre 4% e 4,5% ao ano, permanecendo nesse intervalo por um longo período.

Para a SPX, a atividade econômica continua sugerindo que a recuperação será gradual, apesar de alguns estímulos ao longo dos próximos meses. No lado dos preços, a inflação tem se mantido em níveis confortáveis. Nos próximos meses, devemos observar alguma pressão nos preços das carnes e dos combustíveis, mas que não afetará a inflação de maneira que mude a estratégia já comunicada pelo BC.

A importância do teto

No lado político, a gestora destaca a série de medidas apresentadas para complementar o processo de ajuste fiscal e para tentar elevar a produtividade da economia. O tema mais urgente é a redução dos gastos obrigatórios, que viabilizam a manutenção do teto de gastos nos próximos anos.

Segundo a SPX, o teto de gastos tem sido uma âncora fiscal importantíssima e permite que o Brasil conviva com taxas de juros baixas, apesar do elevado nível de endividamento do setor público.

“Nesse sentido, é essencial manter o teto de gastos que tem um efeito fiscal duplamente importante, pois reduz os juros pagos pelo governo e controla a despesa primária”, diz a SPX.

O ponto positivo, segundo a gestora, é que, olhando para a posição fiscal do governo federal, muito já foi feito desde o governo Temer e são necessárias poucas medidas que dependem de aprovação do Congresso para conseguirmos colocar a razão dívida sobre o PIB em trajetória de queda.

Para a gestora, o Congresso brasileiro tem dado sinais de que não é de seu interesse ver o Brasil em uma trajetória de insolvência. “Então, acreditamos que uma parte da agenda deva andar, o que ajuda o Brasil a manter juros baixos e colocar a dívida em trajetória cadente.”

Balanço externo ainda negativo

No lado externo, a gestora constata que em outubro tivemos uma melhora na perspectiva de dois dos riscos proeminentes para a economia global: a guerra comercial entre Estados Unidos e China e o Brexit. Além disso, apesar dos dados econômicos continuarem indicando fraqueza na economia global, há sinais iniciais de estabilização.

A conclusão, no entanto, é que o balanço de riscos para a economia global ainda é negativo. EUA e China ainda finalizaram um acordo e o drama do Brexit  não está resolvido. Apesar dos dados recentes apresentarem uma tentativa de estabilização, “ainda é cedo para dizer se a economia global realmente está se estabilizando ou se a desaceleração ainda vai se aprofundar.”

Na parte internacional, a gestora está comprada em bolsas europeias e de países emergentes e vendida na bolsa americana. A tese se baseia em uma melhora cíclica de curto prazo, somada a uma assimetria da percepção geopolítica entre as regiões. Também teve aumento nas posições que se beneficiam de um cenário no qual um candidato de esquerda dentro do partido democrata comece a ganhar mais espaço nas eleições americanas de 2020.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Número de casos do novo coronavírus no Brasil ultrapassa 510 mil

Com 480 mortes registradas nas últimas 24 horas, o número de óbitos pela covid-19 chega a 29.314

governo diante da crise

Bolsonaro atrasa promessas contra covid-19

Foram 17 compromissos sobre medidas de combate à pandemia entre 17 de março e 21 de abril. Dessas, 41% não foram cumpridas integralmente

crise em debate

Na China, preço do minério de ferro dispara 24%

Negociadores temem que a situação da pandemia por aqui provoque interrupções na cadeia de fornecimento do material

em meio à pandemia

Em Brasília, Bolsonaro vai a manifestação contra STF; São Paulo tem ato pró-democracia

Supremo tem sido alvo de ataques por parte do presidente após a Corte autorizar o cumprimento de mandados de busca e apreensão de aliados

conflito entre poderes

Ministro do STF compara Brasil à Alemanha de Hitler e diz que bolsonaristas querem ditadura

Em mensagem a ministros da corte, Celso de Melo diz que “é preciso resistir à destruição da ordem democrática”, segundo informações obtidas pela Folha de S. Paulo

histórico

SpaceX, de Elon Musk, chega à Estação Espacial; veja vídeo

Empresa finalizou primeira parte da missão espacial com astronautas da Nasa; operação deve abrir caminho para futuras viagens, inclusive turísticas

caos no país

EUA têm quinta noite seguida de protestos; ao menos 20 cidades declaram toque de recolher

Manifestações insurgiram após a morte de um homem negro de 46 anos, asfixiado por um policial branco no último dia 25; total de prisões é de 1,7 mil

DE OLHO NO LONGO PRAZO

Ouro ou imóveis: qual o melhor investimento para defender seu patrimônio?

Na hora da crise, os dois investimentos são considerados capazes de salvar seu dinheiro do derretimento dos mercados no longo prazo.

crise de saúde

Brasil tem 28.834 mortes por covid-19

Foram incluídas nas estatísticas 33.274 novas pessoas infectadas com o novo coronavírus, somando 498.440 casos confirmados

conflito entre poderes

‘Tudo aponta para uma crise’, diz Bolsonaro sobre decisões do STF e e TSE

Decisões recentes de Cortes miram a família, aliados e a sua campanha presidencial em 2018

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements