Menu
2019-05-07T09:39:48-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
No Twitter

Presidente da Comissão Especial da reforma da Previdência volta a criticar Bolsonaro

Em rede social, Marcelo Ramos fala que um presidente precisa ter noção de prioridade

7 de maio de 2019
9:39
Marcelo Ramos previdência
Deputado Marcelo Ramos (PR-AM), presidente da Comissão Especial da reforma da Previdência. - Imagem: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

O presidente da Comissão Especial que avalia a reforma da Previdência na Câmara dos Deputados, Marcelo Ramos (PR-AM) voltou a criticar o presidente Jair Bolsonaro.

No “Twitter”, Ramos disse que um presidente precisa ter “noção de prioridade”, depois de falar que Bolsonaro se mostra preocupado com armas para caçadores, em referência à medida a ser assinada hoje, e com a defesa de Olavo de Carvalho, que segue atacando duramente o núcleo militar do governo.

Ramos preside na tarde desta terça-feira a sessão da Comissão Especial que deve fechar o cronograma dos trabalhos e analisar mais de 100 requerimentos para realização de audiência públicas, entre elas os convites para que o ministro da Economia, Paulo Guedes, volte a dar explicações aos congressistas.

Marcelo Ramos sempre teve uma declarada antipatia a Bolsonaro, mas na semana passada, após reunião com o presidente, capitaneada por Rodrigo Maia, havia dito que o assunto tinha sido superado e, bem-humorado, disse que: “Estava até brincando que não quero namorar com Bolsonaro até porque ele já namora o Rodrigo Maia.”

Apesar da cobrança de maior foco de Bolsonaro, ontem mesmo, ao lado de Guedes, o presidente defendeu a reforma como última alternativa para o país atingir sua liberdade econômica.

Por outro lado, segue a troca de caneladas de Olavo de Carvalho e militares. O filósofo chamou o general Villas Bôas de “doente preso a uma cadeira de rodas”, depois de o ex-comandante do Exército chamar Olavo de “Trótski de direita”.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Sem concentração?

Vivo, TIM e Claro defendem compra da Oi

As empresas encaminharam ao Cade respostas às críticas que sofrem de outros agentes do setor de telecomunicações causadas pela transação entre elas

Fenômeno da internet

O ataque dos memes: Conheça 5 ações de empresas “quebradas” que mexem com Wall Street

O caso mais famoso foi o da GameStop, mas outras empresas que não contam com fundamentos sólidos vêm passando por movimentos de valorização estimulados por fóruns de internet

seu dinheiro na sua noite

No mundo corporativo, quem não diversifica, se trumbica

De uns tempos para cá, uma antiga fala de Warren Buffett tem pipocado nas minhas redes. Nela, o megainvestidor diz que “diversificação não faz sentido para quem sabe o que está fazendo” — e ele, naturalmente, se coloca como um sábio. Longe de mim querer contrariar o oráculo do mercado financeiro, mas é preciso tomar […]

nos ares

Boeing realiza 1º voo do maior avião da família 737 MAX e inicia fase de testes

Empresa vem trabalhando para superar acidentes aéreos envolvendo a família de aviões 737 MAX. No Brasil, a Gol tem um pedido firme do 737-10

pix questionado

Procon-SP notifica bancos por brechas exploradas por ladrões de celulares

São requisitados esclarecimentos sobre dispositivos de segurança, bloqueio, exclusão de dados de forma remota e rastreamento de operações financeiras disponibilizados aos clientes vítimas de furto ou roubo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies