⚠️ DIVIDENDOS EM RISCO? Lula e Bolsonaro querem taxar seus proventos e podem atacar sua renda extra em 2023. Saiba mais aqui

2022-09-07T17:02:08-03:00
Flavia Alemi
Flavia Alemi
Jornalista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pela FIA. Trabalhou na Agência Estado/Broadcast e na S&P Global Platts.
Eleição ou Independência?

Bolsonaro faz discurso de campanha em evento do Bicentenário da Independência e, sem citar Lula, diz que Brasil terá “luta do bem contra o mal”

Ao lado do empresário Luciano Hang, o “Véio da Havan”, e da primeira-dama, Michelle, o presidente Bolsonaro dirigiu-se aos seus apoiadores

7 de setembro de 2022
12:50 - atualizado às 17:02
Bolsonaro discursa ao lado de Michelle e Luciano Hang
Bolsonaro discursa ao lado de Michelle e Luciano Hang - Imagem: Reprodução/YouTube Flavio Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro (PL) fez um discurso de campanha ao final do desfile em comemoração ao Bicentenário da Independência do Brasil nesta quarta-feira (7).

Em Brasília, ao lado do empresário Luciano Hang, o “Véio da Havan”, e da primeira-dama, Michelle, o presidente Bolsonaro dirigiu-se aos seus apoiadores, que compareceram em peso à Esplanada dos Ministérios.

Ele aproveitou para ressaltar pautas de costumes, dizendo ser um presidente “que acredita em Deus” e que “defende a família”. 

“Somos uma patria majoritariamente cristã que não quer a liberação das drogas, que não quer legalização do aborto, que não admite ideologia de gênero”, afirmou.

Sem citar nominalmente seu principal adversário, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Bolsonaro disse que tem pela frente uma luta do bem contra o mal.

“O mal que perdurou por 14 anos em nosso país, que quase quebrou nossa pátria e que deseja voltar à cena do crime”, esbravejou Bolsonaro.

Bolsonaro compara primeiras-damas

Como de costume, Bolsonaro também fez uma citação ao casamento ao exaltar a primeira-dama Michelle e insinuar uma comparação com a esposa de Lula, Rosângela da Silva, mais conhecida pelo apelido Janja.

“Podemos fazer várias comparações, até entre as primeiras-damas. Não há o que discutir”, disse, passando o braço por cima de Michelle. “Uma mulher de Deus, família e ativa na minha vida”, afirmou.

Ele ainda disse aconselhar homens solteiros que estão “cansados de ser infelizes”, incentivando-os a procurar uma “mulher princesa”.

Parando o discurso para aplausos, Bolsonaro ecoou gritos de “imbrochável”.

Dentro das quatro linhas

O presidente também aproveitou para pedir votos e pediu aos apoiadores que convençam "aqueles que pensam diferente de nós”.

Ele disse, ainda, que é obrigação de todos jogar dentro das quatro linhas da Constituição e prometeu trazer para dentro dessas quatro linhas aquelas que “ousam ficar fora dela”.

Bolsonaro se disse feliz de ter “demonstrado que o conhecimento liberta”, mencionando que hoje todos sabem quem é o poder Executivo, a Câmara, o Senado e o Supremo Tribunal Federal (STF). Em seguida, ele parou para ouvir as vaias ao STF.

Repeteco no Rio

Depois do evento em Brasília, o presidente seguiu para o Rio de Janeiro, onde discursou em cima de um trio elétrico do pastor Silas Malafaia em Copacabana. Ele voltou a tocar em temas já abordados pela manhã e reiterou que respeita a Constituição.

Por lá, ele também evitou mencionar Lula nominalmente, mas recomendou aos apoiadores que fizessem comparações com os governos da Argentina, Venezuela e Nicarágua.

"Todos amigos do quadrilheiro de quatro dedos", disse.

Leia mais:

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

DESTAQUES DA BOLSA

Ações da MRV (MRVE3) despencam após suspensão da capitalização da Resia; veja os novos planos da construtora para a subsidiária norte-americana

7 de outubro de 2022 - 13:36

De acordo com a companhia, a operação só será retomada quando o cenário macroeconômico dos EUA estiver novamente favorável ao mercado de capitais

O caminho mais seguro

Por que você ainda deve investir em Tesouro Selic, mesmo que os juros tenham parado de subir

7 de outubro de 2022 - 13:19

Para o Itaú BBA, Selic pode permanecer alta por mais tempo do que o mercado espera, e investidor deve manter 60% da sua carteira de títulos públicos em Tesouro Selic

ELEIÇÕES 2022

Simone, Ciro “envergonhado” e até FHC: aonde esses apoios podem levar um eventual governo Lula

7 de outubro de 2022 - 13:15

O petista se movimenta de modo a angariar o máximo apoio possível e confirmar, no fim de outubro, um favoritismo que lhe é atribuído desde sua ressurreição para a política

ELEIÇÕES 2022

Zema, Moro, Garcia e Dallagnol: como esses apoios podem ajudar Bolsonaro no segundo turno?

7 de outubro de 2022 - 13:07

Presidente vem reforçando seu time para a fase final das eleições com nomes da direita da política brasileira; confira os apoios que podem fazer a diferença na reeleição de Bolsonaro

NÃO VAI COLAPSAR?

Ressuscitou? Credit Suisse tenta tranquilizar investidores sobre risco de calote e ações avançam em NY

7 de outubro de 2022 - 12:49

Entre as soluções anunciadas, a instituição financeira recomprará bilhões em dívidas e venderá um famoso hotel de quase 200 anos de história

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies