Menu
2019-02-14T21:13:47-02:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Aposentadoria

Bolsonaro aprovou idade mínima de 65 anos para homens e 62 para mulheres

A afirmação é do secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho. Segundo ele, agora o tempo de transição da aposentadoria será de 12 anos

14 de fevereiro de 2019
17:16 - atualizado às 21:13
Previdência Social,Reforma da Previdência

O secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, deu um spoiler sobre qual será a proposta do governo para a reforma da Previdência. Ele afirmou nesta quinta-feira à tarde (14)  que o presidente Jair Bolsonaro aprovou idade mínima para a aposentadoria de 65 anos para homens e 62 para mulheres. Ele ainda disse que o tempo de transição entre a regra atual e a nova será de 12 anos.

Marinho ainda falou que o presidente já bateu o martelo e que o texto está pronto, mas que ele só será divulgado na semana que vem. A idade que ficou definida agora é a mesma da última versão que estava na proposta do governo Temer.

Bolsonaro se reuniu com ministros e líderes do governo nesta quinta-feira à tarde para definir a proposta. A discussão ocorreu um dia após o presidente ter alta do hospital, depois de mais de duas semanas internado em São Paulo.

Bolsa reage

A afirmação sobre as novas regras de aposentadorias caiu bem nos mercados e as ações começaram a ter forte alta na bolsa de valores. Os investidores aguardavam com ansiedade novas informações sobre a proposta do governo para a reforma da Previdência. O presidente da República disse que definiria os detalhes nesta quinta-feira, um dia após ter alta do hospital.

O temor dos mercados era de que as mudanças na aposentadoria fossem muito tímidas, incapazes de fazer diferença nas contas públicas. Uma das propostas que também estavam em discussão previa uma idade mínima de aposentadoria para mulheres para 57 anos.

Quer saber como a Reforma da Previdência pode afetar os seus investimentos? A Julia Wiltgen explica no vídeo abaixo:

Congresso

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse, em vista à Teresina (PI), que deve conversar no fim de semana com o secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, antes que o texto da reforma da Previdência seja apresentado ao parlamento.

Na opinião dele, é fundamental ouvir também os governadores para que o texto já mostre um consenso entre prefeitos e governadores sobre o tema.

Ao questionado sobre a reforma da Previdência, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, destacou hoje (14) que "o governo já fez a escolha sobre reforma, congresso debaterá e fará livremente a sua". O recém-eleito para o comando da Casa falou também que os Estados e cidades estão quebrados e que a União precisa rapidamente apresentar reformas.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

NÚMEROS DA PANDEMIA

Confirmadas mais 1.541 mortes por covid-19 em 24 horas

No período, número de novos casos de infecção pela covid-19 atinge 65.998, de acordo com dados do Ministério da Saúde

Sextou com o Ruy

Certeza é para idiotas. Como ganhar na bolsa mesmo sem saber para que lado a ação vai andar

Nesta semana eu consegui realizar um lucro de 1.250% com uma opção de Petrobras, e nem precisei adivinhar para onde a ação iria

IR 2021

Prazo para envio de informe de rendimentos termina nesta sexta; saiba o que fazer caso não receba algum deles

Saiba que informes de rendimentos você deve esperar receber até o fim do dia de hoje; documento é essencial para preencher declaração de imposto de renda e comprovar informações junto à Receita Federal

Pegue o passaporte

Como usar os ETFs para escapar do risco Brasil e investir nas bolsas globais sem sair da B3

Qualquer investidor com uma conta em corretora pode ter acesso hoje mesmo a uma cesta de ativos que representa as ações das maiores empresas do mundo

Reverteu prejuízo

Vale termina 2020 com lucro de US$ 4,9 bilhões e aprova dividendos

Mineradora conseguiu reverter prejuízo do ano anterior e aprovou distribuição de dividendos, mas lucro trimestral veio abaixo do esperado pelo mercado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies