Menu
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Bolsa e dólar hoje

Ibovespa avança 2,27% com definição sobre com idade mínima

Secretário especial da Previdência e Trabalho anunciou que o presidente Jair Bolsonaro “bateu o martelo” sobre 62 anos para mulheres e 65 para homens

14 de fevereiro de 2019
10:09 - atualizado às 13:33
Selo marca a cobertura de mercados do Seu Dinheiro para o fechamento da Bolsa
Na contramão, o dólar fechou o dia em queda de 0,89%, negociado a R$ 3,71. - Imagem: Seu Dinheiro

Bastou o secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, dar um "spoiler" sobre as idades mínimas da reforma da Previdência que o Ibovespa disparou. E voltou aos 98 mil pontos. Depois de muita volatilidade no inicio do pregão, disparou e fechou em alta de 2,27%, aos 98.015 pontos. Apenas cinco papéis fecharam em baixa. Dentre eles a Suzano, com perdas de 1,79%. As outras baixas foram Marfrig (queda de 0,53%), Gol (0,52%), Hypera Pharma (0,13%) e Equatorial (0,11%).

Na contramão da alta do Ibovespa, o dólar fechou o dia em queda de 0,89%, negociado a R$ 3,71.

Depois de uma manhã turbulenta por conta da crise política envolvendo o filho do presidente Jair Bolsonaro, Carlos Bolsonaro, e o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno (PSL), a informação de que o presidente Jair Bolsonaro "bateu o martelo" sobre a idade mínima para a reforma das aposentadorias: 62 anos para mulheres e 65 para homens, depois de um período de 12 anos de transição animou os investidores. Esse, segundo Marinho, foi o meio termo encontrado entre a equipe econômica e o governo depois de duas horas de discussão.

As "top 3"

As três maiores altas do dia ficaram por conta de Magazine Luiza, com avanço de 5,82%, Sabesp, com 5,32 e Banco do Brasil.

BB sobe

As ações do Banco do Brasil se destacaram entre as maiores altas, com avanço de 5,11%, após divulgar resultado trimestral caracterizado como "sólido" por analistas. O BB, que encerra hoje a temporada de balanços dos grandes bancos de capital aberto no País, teve lucro líquido ajustado de R$ 3,845 bilhões no quarto trimestre do ano passado, cifra 20,6% maior que 12 meses antes, de R$ 3,188 bilhões.

Os outros bancos...

Também subiram! Penaram pela manhã, mas mudaram de sinal com as informações sobre a reforma.  Bradesco subiu 3,81% (a PN) e 3,40% a ON, além de Itaú Unibanco PN com alta de 2,66%. Santander subiu 2,68%.

Além mar

Acionista minoritária da EDP em Portugal, o Fundo Elliot disse a venda da fatia de 51% na EDP Brasil poderia render 2,3 bilhões de euros para a EDP portuguesa. O desinvestimento, juntamente com outros, foi sugerido pela gestora de fundos como parte de uma estratégia de crescimento futuro do grupo, em alternativa em relação à oferta de aquisição feita pela China Three Gorges (CTG).

O valor estimado pela Elliot para a EDP Brasil implica um valor por ação de R$ 31, o que corresponde a um potencial de alta superior a 70% em relação ao preço atual, de cerca de R$ 18. Para chegar a esse preço, a gestora utiliza em seus cálculos um múltiplo de Valor da Empresa em relação ao Ebitda de 11 vezes, baseado no que seria uma média de transações precedentes realizadas entre 2014 e 2018, como a privatização da Cesp, a venda da Duke Energy, da Eletropaulo e da CPFL Energia.

Na Bolsa, EDP Energias do Brasil ON subiu 3,38%.

Vale e Petrobras

Recuperação das commodities no exterior impulsionou as ações de Vale e de Petrobras. Mas as duas perderam força com a virada das bolsas de Nova York para baixo pela manhã. O papel da mineradora, que chegou a 0,22%, virou depois do “spoiler” da Previdência e fechou em alta de 0,37%. As preferenciais da Petrobras subiram 3,41%. No caso da Vale, o preço do minério de ferro terminou em alta de 1,26%, a US$ 88,32 no porto de Qingdao, na China, de acordo com um operador.

Notas divergentes

As ações ON da Kroton se destacaram entre as maiores altas, com avanço de 2,93%, após o Itaú BBA alterar as recomendações dos papéis. De acordo com um operador, o Itaú BBA elevou de marketperform (desempenho em linha com o mercado) para outperform (acima da média do mercado) a recomendação da ação de Kroton, com elevação do preço-alvo de R$ 12,00 para R$ 15,00, o que implica em um potencial aumento de 33% em relação ao fechamento de ontem (R$ 11,27).

Já para a Estácio, a casa rebaixou a recomendação do papel ordinário de outperform para marketperform e reduziu o preço-alvo de R$ 36,00 para R$ 35,00, o que implica em potencial aumento de 16,55% em relação ao fechamento de ontem (R$ 30,03). Mesmo assim, as ações subiram 4,93%.

Gafisa

Fora do Ibovespa e em queda de mais de 12,80%, as ações da Gafisa saíram do leilão pouco antes do fechamento do pregão. Na semana passada, o Seu Dinheiro publicou que Mu Hak You, dono da gestora de recursos GWI, parecia ter admitido que não teria condições de tocar a Gafisa e ao que tudo indicava ele estava disposto a vender sua participação de 49,9% na companhia e sinalizou que aceitará até mesmo um preço abaixo do que está na tela da B3 atualmente.

A gestora de recursos GWI foi a protagonista das vendas de ações da Gafisa no leilão ocorrido hoje, segundo fontes do mercado. A quantidade envolvida no leilão, foi de até 14,6 milhões de ações, que representam 33,67% das ações ON. A GWI é a principal acionista da incorporadora, com uma participação de 49,94% na companhia, montante que corresponde a cerca de 20 milhões de ações.

 

 *Com Estadão Conteúdo

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Poder

Congresso impõe agenda própria a Bolsonaro

Já são seis as iniciativas traçadas pelo Congresso para garantir maior influência e poder político após o abandono do presidencialismo de coalizão

Aviação

Segundo NYT, outro jato da Boeing pode ter problemas de segurança: o 787 Dreamliner

Segundo reportagem do New York Times, na fábrica do 787 na Carolina do Sul são comuns os casos de resíduos metálicos e ferramentas esquecidos dentro de aeronaves, além de peças defeituosas instaladas; até chiclete segurando o acabamento de uma porta já foi encontrado

O LEMA DE SÃO TOMÉ

Por que os gringos estão com o pé atrás em relação ao Brasil e à bolsa?

Apesar de o Ibovespa acumular alta em 2019, o fluxo de recursos estrangeiros para a bolsa no mercado à vista está negativo. Com a reforma da Previdência avançando aos trancos e barrancos, os gringos estão como São Tomé: só acreditam vendo

Transparência

Guedes defende mesma transparência do Copom para política de preços da Petrobras

Em entrevista, ministro voltou a defender que a estatal é livre para definir os preços

Petróleo

ANP nega mais prazo à Petrobras; campos terrestres irão para oferta permanente

Agência reguladora negou mais prazo para a estatal apresentar um plano de desativação de campos terrestres que não estão em produção há mais de seis meses

BOMBOU NA SEMANA

MAIS LIDAS: Siga o dinheiro

A vida dos milionários costuma fascinar as pessoas que ainda não chegaram e talvez nunca cheguem lá. Esse é o tipo de tema que costuma despertar as paixões humanas: admiração, inveja, raiva ou simplesmente a questão aspiracional. Quem não nasceu em uma família endinheirada certamente já pensou em como seria a sua vida se fosse […]

Atualização

Avianca cancela mais de 1.300 voos até dia 28

Guarulhos, Brasília e Galeão são os aeroportos mais prejudicados pelos cancelamentos. Já Congonhas e Santos Dumont parecem ter sido poupados

Piora nas contas

Déficit estrutural do setor público chega a 0,7% do PIB em 2018

Devido à deterioração das contas dos Estados e municípios, movimento de melhora das contas públicas pelo resultado oficial não aconteceu no estrutural, que apresentou piora no ano passado

Preço do diesel

Em áudio, Onyx diz que governo deu uma ‘trava na Petrobras’

Ministro da Casa Civil diz que os caminhoneiros podem ficar sossegados que o governo tem trabalhado para resolver o problema deles

Na mira de quem tem grana

Para que cidades os milionários estão se mudando?

Estudo mostra que Dubai, Los Angeles, Melbourne, Nova York, Sydney, Miami e São Francisco caíram nas graças dos endinheirados

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

GUIA GRATUITO

Como declarar seus investimentos no IR 2019