Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-03-18T13:07:21-03:00
Estadão Conteúdo
Ficou para depois

Presidente da CCJ dá prazo para que haja um acordo sobre convocação de Guedes

Líderes governistas querem transformar o requerimento de convocação feito pela oposição em convite. Se a convocação for aprovada, Guedes fica obrigado a comparecer ao colegiado, sob risco de ser punido por crime de responsabilidade

18 de março de 2019
13:07
Paulo Guedes
Paulo Guedes - Imagem: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) da Câmara, Felipe Francischini (PSL-PR), decidiu não colocar na pauta da primeira reunião de trabalho do colegiado, nesta terça-feira (19), um requerimento de convocação do ministro da Economia, Paulo Guedes, apresentado pela oposição. O deputado deu prazo para que a oposição negocie com o governo um entendimento. A ideia é mudar a convocação para um convite, o que evitaria constrangimentos para Guedes.

Francischini disse ao Broadcast Político acreditar em um entendimento entre ambos os lados. "O interesse de todos nesse processo é o diálogo. Acho que não teremos problemas com isso", disse. Caso o acordo não seja possível, Francischini afirmou que incluirá o requerimento na pauta da sessão de quarta-feira, 20.

Líderes governistas querem transformar o pedido da oposição em convite porque, caso uma convocação seja aprovada, o ministro seria obrigado a comparecer ao colegiado, sob o risco de poder ser conduzido coercitivamente e ser punido por crime de responsabilidade.

Na semana passada, quando o colegiado foi instalado, o líder da oposição, Alessandro Molon (PSB-RJ), apresentou o requerimento.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Muita calma nessa hora

Tem Vale Gás? Petrobras diz que não há definição sobre participação em programas sociais

Manifestação vem depois que o presidente Jair Bolsonaro disse em entrevista que a estatal tem R$ 3 bilhões em reservas para custear ajuda

Clube do Livro

Batalhas sem arma: Em “Cripto Wars”, Jim Rickards explica guerras cambiais e agora, com criptomoedas

Autor, conhecido também por suas previsões certeiras sobre o bitcoin, fala de como a tecnologia mudou as estratégias financeiras dos países

RUMO AO MILHÃO

O primeiro e mais importante investimento para quem atingir o primeiro milhão (ou ir além)

Por mais que você busque o conforto e a segurança de uma promessa de retorno garantido, digo, com convicção, que o único investimento com retorno garantido em longo prazo é aquele feito em educação

Ventos contrários

Renova Energia não consegue “proteção” contra minoritários da própria empresa

Empresa perdeu ação no TJ-SP que tentata impedir os acionistas de produzirem provas contra a empresa, relativas à investigação sobre desvio de recursos

Preocupação

Vidas secas? Bolsonaro admite que Brasil vive “enorme crise hidrológica”

Presidente citou a falta de chuvas como um dos grandes problemas econômicos do país, juntamente com os efeitos causados pela pandemia

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies