A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2019-10-14T14:09:31-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Cresce a lista

Paulo Guedes tem celular invadido por hacker

Ministério da Economia pede para que a Polícia Federal seja acionada para investigar o caso. Mensagens suspeitas foram enviadas via Telegram, mas Guedes nunca utilizou o aplicativo

23 de julho de 2019
12:10 - atualizado às 14:09
Paulo Guedes
Paulo Guedes - Imagem: Jefferson Rudy/Agência Senado

Às 23h25 de ontem, chegou uma mensagem no grupo de setoristas do Ministério da Economia avisando que o celular do ministro Paulo Guedes tinha sido hackeado e pedindo para que fossem desconsideradas as mensagens vindas do número dele e das pessoas do gabinete.

Por volta das 11h35 desta terça-feira, foi enviada nova mensagem oficial sobre o assunto, afirmando que “está sendo apurada a possível invasão do telefone do ministro Paulo Guedes”.

Entre as providências tomadas pelo Ministério está o envio de um ofício ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, para que acione a Polícia Federal.

O próprio Moro está às voltas com uma invasão de celular e divulgação de conversas suas com membros da Operação Lava-Jato. Também na semana, a deputada Joice Hasselmann disse ter sido vítima de hacker.

Ainda de acordo com o Ministério da Economia, na segunda-feira, vários jornalistas receberam mensagens e ligações em nome do ministro por meio do aplicativo Telegram.

“O Ministério da Economia ressalta que o ministro nunca teve conta nesse serviço e pede para que desconsiderem qualquer mensagem recebida do número antigo do ministro, que já será desativado”, conclui a nota.

Ainda falta esclarecer se o referindo invasor também teve acesso às demais mensagens trocadas pelo ministro via outros aplicativos. Certamente o conteúdo é relevante e pode ser devastador dependendo do contexto. Não se pode descartar, também, o eventual uso de informações para negociação de ativos no mercado financeiro.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

IMPASSE CONTINUA

Vitória do governo ameaçada? FUP vai à Justiça para anular resultado de assembleia que elegeu novo conselho da Petrobras (PETR4)

19 de agosto de 2022 - 20:20

A FUP vai centrar argumentação contra a eleição a conselheiros de dois nomes barrados pelo Comitê de Elegibilidade da estatal

1ª troca em 20 anos

Americanas (AMER3) anuncia Sergio Rial, ex-CEO do Santander, para o comando da companhia no lugar de Miguel Gutierrez

19 de agosto de 2022 - 19:17

Trata-se da primeira troca no cargo de diretor presidente da varejista em 20 anos; Rial assumirá cargo no início do ano que vem

Acionistas felizes

Dividendos: Telefônica (VIVT3) e Marfrig (MRFG3) pagam nova rodada de proventos. Veja as condições para receber

19 de agosto de 2022 - 19:14

A Telefônica não fixou data para o pagamento dos dividendos, mas segundo a companhia, os créditos serão realizados até 31 de julho de 2023

VAI DISPARAR?

Polo Capital aumenta participação na Tenda (TEND3) e se aproxima do gatilho para “poison pill”; construtora discutirá fim do mecanismo em assembleia

19 de agosto de 2022 - 18:36

O movimento ocorre poucos dias após a companhia anunciar que, atendendo a um pedido da gestora, vai convocar uma Assembleia Geral Extraordinária para discutir a exclusão da “poison pill” de seu estatuto social

FECHAMENTO DO DIA

Frente fria chega ao Ibovespa e índice recua 1,12% na semana; dólar vai a R$ 5,16

19 de agosto de 2022 - 18:33

Apesar da semana calma, o Ibovespa refletiu a cautela com os juros americanos e a queda das commodities

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies