2019-03-25T23:00:18-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
É hoje, às 14 hrs

Guedes na Câmara será teste de insatisfação com o governo

Ministro da Economia encara deputados na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) em evento que pode dar boa medida se o novo lema “tudo pela paz” vai funcionar

26 de março de 2019
5:14 - atualizado às 23:00
Rodrigo Maia e Paulo Guedes
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e o ministro da Economia, Paulo Guedes. - Imagem: Valter Campanato/Agência Brasil

O ministro da Economia, Paulo Guedes, fará uma esperada participação em audiência pública na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados. Guedes será o primeiro representante de primeiro escalão do governo a sentir de perto o calor e a receptividade dos deputados à reforma da Previdência.

A sessão está prevista para as 14 horas e essa será a primeira vez que Guedes deverá encontrar oposição à sua excelente retórica. Até então, o ministro vinha pregando para convertidos, falando em eventos de empresários, gente do mercado ou da academia. Ontem, ouviu queixa dos prefeitos, mas de forma civilizada e não contra sua pessoa, mas sim contra a articulação do governo.

Na comissão, os deputados também terão direito ao uso da palavra e como a sessão será concorrida e terá ampla cobertura midiática, podemos esperar momentos de exaltação e saudáveis bate-bocas entre líderes do governo e da oposição, que aliás nem tem dado trabalho para o governo. Se ninguém defender o ministro dos inevitáveis ataques, será um péssimo sinal.

A sessão também será um teste para o novato presidente da CCJ, deputado Felipe Francischini (PSL-PR), em comandar a comissão e colocar ordem no plenário quando necessário. Podemos dizer que o evento também é um teste para o próprio Guedes, que é visto por parte do antigos colegas como pouco paciente.

Pela ordem, sr. presidente!

Como Guedes não deve somar novidades a sua já conhecida e aguerrida defesa da reforma, será mais interessante observar a postura dos deputados presentes como uma tentativa de avaliar se a estratégia de “procurar a paz por meio da interlocução” com o Congresso tem chance de prosperar.

Depois de rusgas com o presidente da Casa, Rodrigo Maia, em torno do que seria a nova e a velha política em termos de negociação com o Congresso, Bolsonaro, por meio de seu porta-voz, parece ter feito um breve recuo ou gesto de boa vontade ao se dizer disposto a dialogar com Maia e com o restante do parlamento.

Dialogar é sempre bom, mas ainda não está claro como o presidente vai atender às demandas legítimas, descartar barganhas pouco republicanas e, como disse o líder do PSL, delegado Waldir, assumir a paternidade da reforma, com seus ônus e bônus.

Discutimos aqui que Bolsonaro não parece disposto a ceder ao que chama de velha política, que levou dois ex-presidentes à cadeia. Ontem, o próprio Guedes falou que “não pode ter toma lá, dá cá. Mas tem que tem conversa”, depois de falar que Bolsonaro não quer dançar de rosto colado, mas que ele terá de dançar.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

CHAPA CONFIRMADA

Eleições 2022: Veja quantos milhões Lula e Alckmin declararam ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE)

7 de agosto de 2022 - 12:49

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin confirmaram a chapa ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE)

NÃO ENTRE NESSA

AMTD Digital (HKD): A ação desconhecida que subiu mais de 32.000% em menos de um mês e agora entra em queda meteórica

7 de agosto de 2022 - 11:18

Recém-chegada a Nova York, as ações da AMTD Digital levaram a companhia a valer mais do que grandes bancos como o Goldman Sachs e BofA

ROTA DO BILHÃO

O Lobo de Cashmere: Como Bernard Arnault, dono da LVMH, fez uma fortuna de US$ 168,6 bilhões a partir de bolsas e joias

7 de agosto de 2022 - 8:15

Formado em engenharia e apelidado como “Exterminador do Futuro”, o francês transformou uma empresa de tecidos falida na maior companhia da Europa

IVAN SANT'ANNA

Sob a névoa da guerra: as chances de Rússia e Ucrânia após seis meses de conflito

7 de agosto de 2022 - 7:29

As coisas não se passaram da maneira que Putin queria, e já é muito remota a chance de a Rússia anexar integralmente o seu vizinho do oeste

Existe esperança

Elon Musk flerta com a possibilidade de seguir em frente com a compra do Twitter — mas antes quer certeza sobre o número de usuários da rede

6 de agosto de 2022 - 15:19

O bilionário Elon Musk, dono da Tesla, voltou a usar o próprio Twitter para pressionar os executivos da rede social

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies