Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-05-22T09:07:56-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Botando os pontos nos is

Governo Bolsonaro altera Decreto de Armas após polêmica com fuzis

Decisão veio após a fabricante de armas Taurus divulgar que o decreto assinado pelo presidente dava margem para que pessoas comuns adquirissem o fuzil T4

22 de maio de 2019
8:43 - atualizado às 9:07
Presidente Jair Bolsonaro
Presidente Jair Bolsonaro - Imagem: Igo Estrela/Estadão Conteúdo

O governo publicou nesta quarta-feira (22), no Diário Oficial da União (DOU), modificações no Decreto de Armas, que altera as regras para posse e porte de arma de fogo por civis.

Dentre os pontos alterados pelo novo decreto está o conceito de arma de fogo, com a inclusão dos calibres permitidos, deixando mais claro quais armamentos são de uso restrito. O texto traz também a proibição expressa do porte de fuzis, carabinas e espingardas ao cidadão comum.  O decreto completo pode ser lido no site oficial do DOU.

A decisão de alterar o decreto original, publicado no dia 7 de maio, veio após críticas de diversas entidades e movimentação intensa nas redes sociais na última terça-feira (21). A fabricante de armas Taurus havia divulgado que o decreto assinado pelo presidente dava margem para que pessoas comuns adquirissem o fuzil T4, antes de uso exclusivo de militares e das Forças Armadas.

Segundo a empresa, mais de 2 mil clientes já estavam na fila para adquirir o armamento. A notícai fez as ações ON da Taurus (FJTA3) subirem 4,84%, enquanto os papéis PN (FJTA4) avançaram 7,60%.

As mudanças foram feitas em dois novos decretos. O Palácio do Planalto informou que as modificações foram feitas "com o objetivo de sanar erros meramente formais identificados na publicação original".

 

 

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

US$ 1 = R$ 5,70

Dólar flerta com o maior patamar em seis meses, mas desacelera alta após relatório da PEC dos precatórios e moeda se afasta dos R$ 5,70

Em 2021, o dólar chegou a atingir o patamar de R$ 5,883, em março, um dos piores momentos da crise causada pela pandemia de covid-19

TAPANDO O SOL COM A PENEIRA

Bolsonaro recorre a suposta sensibilidade com mais pobres para negar que esteja furando teto

Comentários do presidente vêm à tona um dia depois de o ministro da Economia, Paulo Guedes, ter admitido a necessidade de uma ‘licença para gastar’

bitcoin (BTC) hoje

Criptoressaca: Bitcoin (BTC) cai para a casa dos US$ 62 mil em ajuste após atingir máximas históricas

Depois de bater as máximas históricas, é comum que ocorra um movimento de realização de lucros, assim como acontece com a bolsa de valores

Em busca da credibilidade perdida

IRB (IRBR3) volta a dar lucro com vitória na Justiça; ação cai menos que o Ibovespa hoje

Na rodada mais recente de dados financeiros, o ressegurador tirou uma carta especial da manga e voltou a exibir resultados positivos

MagaLu gamer

Cade aprova compra do site Kabum!, a maior aquisição na história do Magazine Luiza (MGLU3)

O negócio entre a varejista e o site de games foi anunciado em julho por R$ 1 bilhão em recursos financeiros e 75 milhões de ações

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies