Menu
2019-05-22T09:07:56-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Botando os pontos nos is

Governo Bolsonaro altera Decreto de Armas após polêmica com fuzis

Decisão veio após a fabricante de armas Taurus divulgar que o decreto assinado pelo presidente dava margem para que pessoas comuns adquirissem o fuzil T4

22 de maio de 2019
8:43 - atualizado às 9:07
Presidente Jair Bolsonaro
Presidente Jair Bolsonaro - Imagem: Igo Estrela/Estadão Conteúdo

O governo publicou nesta quarta-feira (22), no Diário Oficial da União (DOU), modificações no Decreto de Armas, que altera as regras para posse e porte de arma de fogo por civis.

Dentre os pontos alterados pelo novo decreto está o conceito de arma de fogo, com a inclusão dos calibres permitidos, deixando mais claro quais armamentos são de uso restrito. O texto traz também a proibição expressa do porte de fuzis, carabinas e espingardas ao cidadão comum.  O decreto completo pode ser lido no site oficial do DOU.

A decisão de alterar o decreto original, publicado no dia 7 de maio, veio após críticas de diversas entidades e movimentação intensa nas redes sociais na última terça-feira (21). A fabricante de armas Taurus havia divulgado que o decreto assinado pelo presidente dava margem para que pessoas comuns adquirissem o fuzil T4, antes de uso exclusivo de militares e das Forças Armadas.

Segundo a empresa, mais de 2 mil clientes já estavam na fila para adquirir o armamento. A notícai fez as ações ON da Taurus (FJTA3) subirem 4,84%, enquanto os papéis PN (FJTA4) avançaram 7,60%.

As mudanças foram feitas em dois novos decretos. O Palácio do Planalto informou que as modificações foram feitas "com o objetivo de sanar erros meramente formais identificados na publicação original".

 

 

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Mais uma na área

FDA autoriza uso emergencial de vacina de dose única nos EUA

Imunizante é produzido pela Johnson & Johnson

Contra a pandemia

Matéria-prima para produção de 12 milhões de doses de vacina chega ao Rio

Total de efetivamente imunizados não chega a 1% da população brasileira

Acordo confirmado

Notre Dame Intermédica e Hapvida chegam a acordo para combinação de negócios

Ações da Notre Dame serão incorporadas pela Hapvida; acordo resultará em uma das maiores empresas de saúde do mundo

Sem trégua

Brasil passa de 254 mil mortes por covid-19

Número de casos da doença supera a marca de 10,5 milhões

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies