Menu
2019-04-05T14:48:23-03:00
Estadão Conteúdo
Abaixo das expectativas

Inflação anual na zona do euro desacelera para 1,4% em março

Índice de preços ao consumidor da zona do euro subiu 1,4% na comparação anual de março, perdendo força em relação ao aumento de 1,5% verificado em fevereiro

1 de abril de 2019
7:40 - atualizado às 14:48
Zona do Euro, União Europeia
Bandeira da União Europeia - Imagem: shutterstock

O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) da zona do euro subiu 1,4% na comparação anual de março, perdendo força em relação ao aumento de 1,5% verificado em fevereiro, segundo dados preliminares divulgados hoje pela agência de estatísticas da União Europeia, a Eurostat. O resultado de março ficou abaixo da expectativa de analistas consultados pelo Wall Street Journal, que previam acréscimo de 1,5%.

A leitura prévia do mês passado mostrou que a inflação na zona do euro se afastou mais da meta do Banco Central Europeu (BCE), que é de uma taxa ligeiramente inferior a 2%.

Apenas o núcleo do CPI do bloco, que exclui os preços de energia e de alimentos, teve alta de 0,8% em março ante igual mês do ano passado. Fonte: Dow Jones Newswires.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Disparada

No embalo do recorde do bitcoin, ações da Coinbase disparam mais de 70% na estreia na Nasdaq

O CEO da empresa, Brian Armstrong, comentou mais cedo sobre a abertura de capital da Coinbase ao portal CNBC

Fura-teto?

Criticado, governo vai rever PEC que livra obras do teto

O texto não caiu bem entre economistas, parlamentares e membros do próprio governo federal

Relembre a história

Crime e castigo: Bernie Madoff, responsável pela maior pirâmide financeira da história, morre na cadeia

Condenado a 150 anos de prisão, financista que fraudou US$ 20 bilhões e enganou milhares de investidores morreu em desgraça aos 82 anos. Conheça sua história e relembre seus crimes.

Atividade em queda

Indicador da FGV mostra contração da economia em março com agravamento da pandemia

A queda nas expectativas dos consumidores foi um dos destaques negativos entre os componentes do indicador

Benefício com garantia

Paulo Guedes reeditará BEm somente após a aprovação do Orçamento ou da PEC “fura-teto”

“O ministro disse ‘ou um, ou outro, o que sair primeiro a gente faz o BEm'”, afirmou Paulo Solmucci, presidente da Abrasel

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies