Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-05-02T17:44:47-03:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
Investidores chegaram com fome!

Carne vegana sim, por favor! Beyond Meat faz IPO e ações disparam mais de 170% na estreia

Primeira produtora de comida vegana a entrar na bolsa de valores americana vendeu suas ações a US$ 25 cada. Mas o que ninguém esperava era que os papéis já começariam a quinta-feira cotados a US$ 46

2 de maio de 2019
16:59 - atualizado às 17:44
shutterstock_725948365
Imagem: Shutterstock

Apesar de o desafio de ser a primeira produtora de comida vegana a entrar na bolsa de valores americana, a Beyond Meat não fez feio e chegou abrindo o apetite de muitos investidores. Depois de fazer a abertura do seu capital (IPO, na sigla em inglês) na Nasdaq e de levantar US$ 241 milhões com uma oferta de 9,63 milhões de ações, os papéis da empresa subiram mais de 170% apenas nesta quinta-feira (2).

Por volta das 16h no horário de Brasília, as ações da companhia (código BYND) eram negociadas em US$ 69,18.

A Beyond Meat vender suas ações aos investidores a US$ 25 cada. Mas o que ninguém esperava era que os papéis já começariam a quinta-feira cotados a US$ 46.

A ideia da empresa é usar os mais de US$ 240 milhões arrecadados no IPO para investir na fábrica, expandir pesquisas e desenvolvimento de produtos e impulsionar a parte de marketing do negócio. Os coordenadores do seu IPO foram grandes bancos como Goldman Sachs, JPMorgan e Credit Suisse.

Ainda segundo a companhia, o objetivo é expandi-la para além dos Estados Unidos, onde os seus hambúrgueres já são populares.

Fome de gigante

Apesar de não ser nada conhecida no Brasil, a companhia norte-americana representa uma versão mais alternativa de comida vegana. No ano passado, a empresa obteve receita de US$ 88 milhões, o que representa mais do que o dobro do registrado no ano anterior.

Ainda assim, ela não obteve lucro. No ano passado, ela registrou prejuízo líquido de US$ 29,89 milhões, o que representa uma leve melhora em relação a 2017 em que o prejuízo foi de US$ 30,38 milhões.

Mas há quem aposte alto nela. Entre os investidores da empresa estão figuras importantes como o ator Leonardo DiCaprio e o fundador da Microsoft Bill Gates.

Frigoríficos em alta no Brasil

Mas aqui no Brasil, a chegada de empresas que investem em tecnologia alternativa para produção de comida não abalou as tradicionais empresas de alimentos. Desde o início do ano, ações de empresas como JBS, BRF, Marfrig e Minerva obtiveram alta de mais de 30%. Em primeiro lugar ficou a Minerva (BEEF3) com valorização de 74%, seguido pela JBS (JBSS3), com alta de 67%. Na sequência ficaram as ações da BRF (BRFS3), com alta de 40%, e da Marfrig com 30%.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

GETT11 chega à bolsa com o pé direito, novo auxílio emergencial no horizonte e outros destaques do dia

Com as duas maiores economias do mundo frustrando as expectativas dos investidores e o futuro das contas públicas em um limbo, o Ibovespa não teve muito fôlego para escapar do vermelho e encerrou o dia em queda de 0,19%, aos 114.428 pontos. O Produto Interno Bruto (PIB) chinês, que cresceu 4,9% no terceiro trimestre, veio […]

Arrumando a mala

Locaweb (LWSA3) vai deixar a B3? Empresa estuda listagem nos Estados Unidos, afirma portal

Avaliada em R$ 13,5 bilhões, a empresa estreou na B3 em fevereiro do ano passado, mas pode estar prestes a abrir capital em outro país

FECHAMENTO DO DIA

Getnet (GETT11) e Lojas Americanas (LAME4) sobem forte, mas Ibovespa derrapa e dólar avança 1%

Nos Estados Unidos, a indústria também decepcionou com uma queda de 1,3%. Sinais de desaceleração nas principais economias do mundo é ruim para países como o Brasil, que dependem da exportação de commodities.

Três vezes sem juros

CPFL Energia (CPFE3) parcela pagamento de R$ 1,7 bilhão em dividendos; primeira fatia cai na conta dos acionista ainda neste mês

O pagamento das primeiras duas prestações está marcado para os dias 22 de outubro e 16 de novembro, enquanto a terceira e última fatia cairá na conta dos acionistas até 31 de dezembro

MagaLu fora das urnas

Luiza Trajano confirma que não disputará as eleições, mas reforça que é uma ‘pessoa política’; entenda o posicionamento da empresária

A presidente do conselho de administração do MagaLu pretende assumir uma posição política apartidária ‘para defender causas que sejam boas para o Brasil’

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies