Menu
2021-06-04T18:38:54-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
Altas e baixas

Destaques da bolsa: BRF, Marfrig, Vale e siderúrgicas caem; shoppings avançam

As ações ON da BRF caem após a Marfrig confirmar o aumento de participação no capital da empresa; no lado positivo, destaque para os shoppings

4 de junho de 2021
13:52 - atualizado às 18:38
Peru Sadia BRF
Imagem: Divulgação

As ações ON da BRF (BRFS3) caíram mais de 2% nesta sexta-feira (4) e foram destaque na ponta negativa do Ibovespa após a Marfrig confirmar que aumentou ainda mais sua participação na companhia, atingindo 31,7% do capital social.

Essa nova investida da Marfrig já era esperada pelo mercado, dando forte impulso aos papéis da BRF nos últimos dias — mesmo com a baixa de hoje, as ações da dona da Sadia e da Perdigão ainda acumulam ganhos de mais de 9% na semana.

Com a concretização dos rumores, um movimento de realização de lucros atinge as ações da BRF, uma vez que é improvável que a Marfrig continue atuando de maneira tão intensa na ponta compradora.

BRF composição acionária Marfrig

Pelo estatuto da BRF, caso um acionista atinja 33,3% do capital social da empresa, deverá obrigatoriamente realizar uma oferta de compra a todos os demais investidores da companhia. Assim, dada a proximidade da Marfrig desse limite, o movimento deve parar por aqui.

As ações ON da Marfrig (MRFG3) também apareceram na ponta negativa do Ibovespa nesta sexta, fechando em baixa de 1,27%.

Vale e siderúrgicas

Também na ponta negativa, destaque para as ações ON da Vale (VALE3), em baixa de 1,66%. Mais cedo, a companhia informou a paralisação das atividades no Complexo Mariana, em atendimento à notificação da Superintendência Regional do Trabalho.

A questão diz respeito às atividades no Ramal Fábrica Nova, da Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM) — a Justiça determinou a interdição de das atividades em áreas próximas à barragem Xingu, da Mina Alegria.

Com a linha paralisada, a Vale estima um impacto na produção na ordem 40,5 mil toneladas de finos de minério de ferro ao dia.

Outro fator que traz pressão às ações da Vale é a baixa no preço da commodity: o minério de ferro caiu 1,73% na China, a US$ 207,35 — o que também influencia negativamente as ações das siderúrgicas:

  • Usiminas PNA (USIM5): -2,76%
  • Gerdau PN (GGBR4): -2,79%
  • CSN ON (CSNA3): -2,08%

No entanto, as baixas de hoje nem de longe apagam os ganhos expressivos das mineradoras e siderúrgicas na bolsa desde o começo do ano. Vale ON ainda acumula alta de 35% em 2021; Usiminas PNA, Gerdau PN e CSN ON avançam 31%, 35% e 45%, nesta ordem.

Operadoras de shoppings

Na ponta positiva, chamou a atenção do bom desempenho das ações do setor de shoppings. Multiplan ON (MULT3) subiu 4,80%, Iguatemi ON (IGTA3) teve ganhos de 5,02% e BR Malls ON (BRML3) avançou 4,35%. Fora do Ibovespa, Aliansce Sonae ON (ALSO3) fechou em alta de 4,25%.

Embora não haja nenhuma notícia específica influenciando as ações do setor nesta sexta, muitos analistas apontam que os papéis mais relacionados à dinâmica da economia doméstica e às perspectivas de normalização das atividades com a vacinação podem ter ganhos mais firmes daqui em diante.

É o caso do setor de shoppings, que acumula perdas expressivas desde o ano passado, quando a circulação de pessoas nos estabelecimentos foi comprometida pela pandemia. CVC ON (CVCB3), outro papel que também está entre os mais afetados pela Covid-19, subiu 7,41% hoje.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Tela Azul

As fintechs continuarão ameaçando bancos tradicionais? Até certo ponto sim, dizem gestores da Opportunity

No episódio #36 do Tela Azul, podcast da Empiricus, Bruno Waga e Vinicius Ferreira, da gestora de recursos Opportunity conversaram com os analistas da Empiricus sobre os rumos que o setor financeiro vem tomando. Além disso, eles dão suas opiniões sobre as Big Techs no programa.

Quase lá

Só falta um passo: ANS aprova fusão entre NotreDame e Hapvida

A consolidação das duas gigantes do setor de saúde avançou mais um degrau e aguarda agora aprovação do Cade para concluir o negócio

Exile on Wall Street

Como um grande time, o melhor fundo é a combinação de bons investimentos

Dennis Rodman é o jogador de basquete com a menor pontuação da história a ser indicado ao Hall da Fama do esporte. Em 1995, mesmo quando já havia conquistado a NBA duas vezes com o Detroit Pistons, sua contratação pelo Chicago Bulls – equipe pela qual levaria as próximas três temporadas – foi considerada uma […]

O melhor do seu dinheiro

Campeonato espanhol do mundo coorporativo, renda fixa volta a respirar, aquisições da JBS e outros destaques de hoje

Quem acompanha futebol sabe que o Campeonato Espanhol, ou La Liga, não é um dos mais equilibrados do mundo.  E mesmo quem não acompanha tão de perto o esporte mais popular do planeta já ouviu falar, em algum momento, de Real Madrid e Barcelona. Segundo levantamento divulgado recentemente pela Forbes, os dois clubes não são […]

Baleia do bitcoin

Cuidado, bitcoin: Confira as 13 novas criptomoedas no radar do maior fundo de investimento em cripto do mundo

Por meio de seu canal de comunicação com o investidor, o Grayscale também informa as moedas que oferece aos seus clientes

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies