IPCA + 8% e outros títulos ‘premium’: receba as melhores ofertas de renda fixa no seu WhatsApp

Cotações por TradingView
2019-01-16T19:02:59-02:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Moção de desconfiança vencida

Theresa May livra sua cabeça da degola e convoca nova negociação para um acordo do Brexit

Parlamento britânico salva novamente a cabeça da premiê um dia após uma derrota histórica do governo sobre o acordo do Brexit

16 de janeiro de 2019
18:04 - atualizado às 19:02
Theresa May, primeira-ministra do Reino Unido
May afirmou que seu governo voltará ao Parlamento na segunda-feira com uma nova proposta de acordo para o Brexit - Imagem: Shutterstock

Salva mais uma vez! Um dia depois de sofrer uma grande derrota no Parlamento do Reino Unido, a primeira-ministra britânica, Theresa May, venceu nesta quarta-feira, 16, a moção de desconfiança protocolada contra seu governo.

No total, foram 325 votos favoráveis a May e 306 contra. A vitória de hoje foi bem mais apertada do que o resultado da última moção protocolada contra a premiê, em dezembro do ano passado. Na ocasião, May venceu o processo por 200 votos a 117.

De acordo com a mídia local, a vitória da premiê foi movida mais pela estratégia do Partido Conservador em se garantir no governo do que propriamente uma iniciativa de proteção a May.

Seguindo em frente

Minutos depois o resultado, May afirmou que seu governo voltará ao Parlamento britânico na segunda-feira, 21, com uma nova proposta de acordo para o Brexit. A versão antiga, apresentada ontem por ela, foi rejeitada pelos parlamentares por uma margem histórica (432 votos contra e 202 a favor)

A chefe britânica também convidou líderes partidários a se reunirem com ela já na noite de hoje. O líder da oposição, o trabalhista Jeremy Corbyn, também fez um pronunciamento após o resultado da moção, afirmando que o governo "deve remover a possibilidade de um Brexit sem acordo".

O principal entrave para o acordo do Brexit está no chamado backstop, uma cláusula de proteção em relação à fronteira irlandesa. Esse mecanismo funcionaria como uma salvaguarda para impedir a colocação de uma fronteira física entre a Irlanda - membro da União Europeia - e a Irlanda do Norte após o divórcio dos britânicos com a UE.

Soft May?

Após a tempestade que durou 24 horas, a aposta agora é de que May deve baixar o tom nas negociações com o Parlamento. A avaliação é da equipe de analistas da Continuum Economics, que publicaram uma nota dizendo que "os comentários de May antes do voto de desconfiança não sugeriram muita flexibilidade, mas ela pode ter um pouco mais agora que sobreviveu".

Em seu discurso pós-moção, a premiê disse que quer conversar com os líderes dos outros partidos, que não apenas o seu Conservador, para preparar o Plano B para o Brexit. A principal aproximação deve se dar com o Partido Trabalhista, mas, para receber o apoio da oposição, ela provavelmente teria que concordar em permanecer na união aduaneira e abandonar uma grande parte do seu próprio partido.

Próximos passos

Pelo cronograma, o Brexit deve ser consumado às 23 horas de 29 de março deste ano. Faltam, portanto, apenas 10 semanas para se esgotar o prazo legal da retirada e uma série de incertezas e caminhos possíveis pela frente. Entre todas as possibilidades, há até mesmo a de a separação nem ocorrer. O que o mercado financeiro gostaria de ouvir é que um consenso de última hora poderá ser alcançado a qualquer instante.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Governo eleito

Alckmin avisa que anúncio de novo ministro da Fazenda está próximo

26 de novembro de 2022 - 16:11

Em evento com empresários, vice-presidente eleito prometeu ajuste fiscal permanente e conjunto de reformas

Troca ou devolução

Comprou na Black Friday e se arrependeu? Veja quais são seus direitos

26 de novembro de 2022 - 11:59

O excesso de compras para aproveitar as oportunidades da Black Friday podem se transformar numa ‘ressaca’ no cartão de crédito

Recomendação de compra

Cielo (CIEL3) já dobrou de preço, mas ainda pode subir mais de 50% na bolsa, diz Santander. Confira detalhes

26 de novembro de 2022 - 9:48

Analistas do banco veem a Cielo (CIEL3) com vantagem competitiva em relação a adquirentes como Stone e PagSeguro

ANOTE NO CALENDÁRIO

Agenda econômica: PIB do 3º trimestre no Brasil e payroll nos EUA são destaques de semana cheia

26 de novembro de 2022 - 8:11

A agenda econômica estará carregada nesta semana, com dados importantes de atividade e inflação a serem divulgados no mundo

Aperte o play!

Só acaba quando termina: Lula talvez não consiga gastar tanto assim; como isso mexe com seus investimentos?

26 de novembro de 2022 - 8:00

No podcast Touros e Ursos desta semana, PEC da Transição, Haddad na Fazenda, Petrobras e, é claro, futebol

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies