Menu
2019-05-08T09:22:10-03:00
Agência Brasil
a saga continua

Sem acordo, Reino Unido terá que participar das eleições europeias

Porta-voz britânico disse que a primeira-ministra Theresa May lamentou a participação do Reino Unido e está determinada a buscar um caminho favorável para um acordo sobre o Brexit

8 de maio de 2019
9:20 - atualizado às 9:22
Brexit
Imagem: Shutterstock

O governo do Reino Unido confirmou que participará no próximo dia 23 das eleições que definirão os novos integrantes do Parlamento Europeu.

Segundo o vice-premiê britânico David Lidington, a equipe da primeira-ministra Theresa May constatou que "não há tempo suficiente" para que Câmara dos Comuns ratifique o acordo do Brexit.

"Lamentavelmente, não será possível finalizar o processo antes da data legal das eleições parlamentares europeias... Então essas agora irão adiante", disse Lidington.

"Redobraremos nossos esforços para tentar fazer com que o adiamento depois disso seja o menor possível. Gostaríamos de estar em uma situação em que os membros britânicos do Parlamento Europeu nunca chegassem a ocupar seus assentos", completou.

Já a premiê lamentou a participação do Reino Unido e está determinada a buscar um caminho favorável para um acordo sobre o Brexit, disse seu porta-voz.

A aprovação do acordo do Brexit era a única alternativa para que o país não participasse do pleito. Agora, os britânicos terão que escolher os 73 eurodeputados que representarão a população da região no bloco até que a saída da União Europeia (UE), prevista para 31 de outubro, seja materializada.

Prioridade

Por enquanto, os conservadores não iniciaram a campanha para concorrer porque, como afirmou no final do mês passado o presidente do Partido Conservador, Brandon Lewis, a prioridade era evitar as eleições com a ratificação do pacto.

Por outro lado, partidos como os liberal-democratas - grandes vencedores nas eleições locais britânicas da semana passada - e os anti-Brexit do Change UK lançaram há alguns dias seus principais candidatos ao pleito.

De acordo com um relatório apresentado pelo grupo de pesquisa The UK in a Changing Europe, a votação servirá para ver como os britânicos se sentem com relação ao Brexit. De acordo com o estudo, os que defendem a permanência ou uma saída suave podem receber 52% dos votos e os que apoiam um Brexit rígido teriam 47%.

Entre 23 e 26 de maio, os cidadãos da União Europeia vão escolher os 751 deputados que compõem o parlamento do bloco pelos próximos cinco anos.

Os britânicos votarão em 23 de maio junto com os holandeses. Os demais eleitores votarão na sexta-feira (Irlanda), no sábado (Letônia, República Checa e Eslováquia) e no domingo (os demais).

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

QUESTIONAMENTOS

Frente parlamentar aciona STF para suspender reforma administrativa

A Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público acionou o Supremo Tribunal Federal (STF) para pedir a suspensão imediata da tramitação da reforma administrativa. No mandado de segurança, deputados e senadores argumentam que não é possível analisar a proposta por falta de informações técnicas. Segundo os parlamentares, a imposição de sigilo nos documentos que […]

BALANÇO

BC informa que 50 milhões de chaves já foram cadastradas no Pix

O Pix é um sistema que permitirá pagamentos e transferências 24 horas por dia, 7 dias por semana, todos os dias do ano.

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Esse tal de BDR

O mercado financeiro adora usar termos e siglas em inglês, talvez para tornar a coisa mais difícil do que realmente é. Nos últimos dias você já deve ter lido, inclusive aqui no Seu Dinheiro, sobre um tal de BDR. As três letras vêm de Brazilian Depositary Receipts. O quê? Calma, nós chegamos lá. O BDR é […]

As queridinhas

Tesla, Apple e Mercado Livre são os BDRs mais negociados no 1º dia de mercado aberto a todos os investidores

Empresas de tecnologia dominaram o primeiro dia de negociações liberadas a qualquer investidor, que teve volume superior à média

embalou

Ibovespa fica perto dos 102 mil pontos com disparada dos bancos e alta em NY; dólar cai abaixo do R$ 5,60

Papéis de Itaú, Banco do Brasil e Bradesco terminam sessão entre as cinco maiores altas do índice, que fechou perto da máxima; moeda americana recua 0,36% e juros sobem em dia de leilão do Tesouro e à espera de novidades fiscais. Lá fora, expectativa para estímulos alivia bolsas americanas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies