Menu
2019-04-05T09:53:39-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
344 votos a 286

Parlamento do Reino Unido rejeita acordo do Brexit pela terceira vez

Na mais nova derrota política de Theresa May, 344 parlamentares votaram contra o acordo, enquanto 286 foram a favor

29 de março de 2019
15:19 - atualizado às 9:53
Theresa May
Theresa May - Imagem: Shutterstock

Impondo mais uma derrota política à sua primeira-ministra, o Parlamento do Reino Unido rejeitou a proposta de acordo para que o país deixe a União Europeia. No total, 344 parlamentares votaram contra o acordo do chamado Brexit, enquanto 286 votaram a favor.

Pressionada, Theresa May afirmou logo após a votação que o Brexit sem acordo em 12 de abril passará a ser o padrão a ser seguido nas negociações com o bloco, e que tal posição jurídica só será revista caso o Parlamento peça um novo adiamento da separação.

No Reino Unido, pressão pela renúncia

Nos bastidores de Londres, lideranças da oposição decidiram ir para cima da primeira-ministra, pedindo a sua renúncia. Os partidos Trabalhista e Nacional Escocês articulam que May convoque eleições gerais antecipadas.

Vale lembrar que, durante as negociações para aprovar o acordo, May chegou a colocar seu cargo à disposição tão logo as questões envolvendo o Brexit fossem resolvidas. A tática, no entanto, não trouxe resultados.

Em Bruxelas, apreensão e reuniões de cúpula

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, ao saber da rejeição de Londres ao acordo, decidiu convocar para o dia 10 de abril uma reunião de cúpula com os chefes dos 28 Estados-membros do bloco. A ideia do encontro será debater os próximos passos da separação e buscar um alinhamento interno.

Já a Comissão Europeia afirmou em nota oficial que um Brexit sem acordo em 12 de abril "é um cenário provável", e advertiu que os benefícios do Acordo de Retirada "não serão replicados sob nenhuma circunstância em um cenário sem acordo".

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Orçamento em foco

Presidente da Câmara defende a desvinculação total do orçamento

Arthur Lira (PP-AL) rejeita tese segundo a qual desvinculação deixaria setores essenciais sem recursos

Liminar

Tribunal de Contas de São Paulo suspende leilão de linhas da CPTM

Leilão estava previsto para a próxima terça-feira

Contra a pandemia

Câmara dos EUA aprova pacote de US$ 1,9 trilhão

Projeto de lei segue agora para o Senado

IPO registrado

Rio Branco Alimentos protocola pedido de registro de oferta pública de ações

Oferta será primária e terá como coordenador-líder o Citi, além da coordenação do Bank of America Merril Lynch e do BTG Pactual

Boleto salgado

Aneel mantém bandeira amarela em março; conta de luz continua com taxa adicional

É o terceiro mês consecutivo que o órgão regulador aciona bandeira neste patamar

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies