Menu
2019-04-03T10:42:39-03:00
Estadão Conteúdo
Luta por um acordo final

May se esquiva de perguntas sobre reunião com oposição por acordo do Brexit

May não esclareceu se poderia aderir a bandeiras recentemente assumidas pelos trabalhistas, como a inclusão no acordo de uma união aduaneira entre o Reino Unido e o bloco ou a realização de uma consulta popular confirmatória sobre o acordo do Brexit

3 de abril de 2019
10:42
Theresa May
Theresa May - Imagem: Shutterstock

Menos de 24 horas após o pronunciamento em que chamou a oposição ao diálogo numa tentativa derradeira de encontrar um acordo do Brexit apoiado por uma maioria na Câmara dos Comuns do Reino Unido, a primeira-ministra Theresa May já enfrentou uma sessão de perguntas em Westminster, na qual tentou se esquivar de perguntas de parlamentares sobre que concessões poderia fazer ao líder do Partido Trabalhista, Jeremy Corbyn.

Espera-se que os dois se reúnam nas próximas horas em busca de um denominador comum sobre a declaração política para a relação futura com a União Europeia.

"O líder da oposição e eu concordamos sobre vários pontos no Brexit, como a necessidade de entregar o resultado do plebiscito, de deixar a União Europeia de forma ordenada e, tão logo quanto possível, encerrar a livre movimentação de pessoas e proteger empregos no Reino Unido", repetiu incansavelmente a conservadora durante pouco mais de uma hora de sessão no Parlamento. Ela também insistiu que os britânicos não tenham de concorrer nas eleições ao Parlamento Europeu.

Não chega a ser surpresa, mas em nenhum momento May esclareceu se poderia aderir a bandeiras recentemente assumidas pelos trabalhistas, como a inclusão no acordo de uma união aduaneira entre o Reino Unido e o bloco ou a realização de uma consulta popular confirmatória sobre o acordo do Brexit que eventualmente for aprovado em Westminster.

Corbyn, por sua vez, deu as "boas vindas" à disposição de May para encontrar um compromisso que resolva o impasse em torno da separação.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Apertem os cintos

Segredos da bolsa: Termina mais um trimestre que valeu por um ano

Semana traz agenda intensa de indicadores tanto no Brasil quanto nos EUA; cautela e volatilidade tendem a seguir em cena

EUA X China

Trump X TikTok: empresa chinesa tenta impedir proibição de downloads

Decisão judicial pode barrar restrição, que passaria a valer a partir de meia-noite deste domingo nos Estados Unidos.

A 38 dias da eleição

Trump anuncia nomeação de Barrett para a Suprema Corte

Nomeação ainda precisa ser confirmada pelo Senado, que hoje tem maioria Republicana.

Últimos ajustes

Guedes se reúne com líder do governo na Câmara para discutir Reforma Tributária

Segundo o deputado Ricardo Barros, na segunda-feira a proposta já estará fechada para uma rodada de discussão com os líderes da base governista no Congresso.

Em 2020

Pandemia tira R$ 12 bilhões em investimentos

Investimentos públicos em infraestrutura deverão ser 10% menores em relação ao estimado antes da pandemia de covid-19.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements