Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-08-28T15:07:34-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
azedou

Premiê britânico quer suspender Parlamento; medida acelera Brexit sem acordo

Oposição classifica fechamento da Casa como “uma afronta escandalosa” à democracia; libra reage em forte baixa

28 de agosto de 2019
9:04 - atualizado às 15:07
Primeiro-ministro britânico, Boris Johnson.
Primeiro-ministro britânico, Boris Johnson. - Imagem: Shutterstock

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, vai pedir à rainha Elizabeth 2ª para suspender as atividades do Parlamento por cinco semanas, entre meados de setembro e 14 de outubro, disse a BBC. Na prática, a medida deve deixar o brexit mais longe de um acordo.

A libra reagiu em forte baixa ao gesto de Johnson. Às 7h55 (de Brasília), a moeda britânica recuava a US$ 1,2207, de US$ 1,2287 no fim da tarde de ontem, após atingir mais cedo a mínima intraday de US$ 1,2155.

O premiê britânico quer suspender o Parlamento a partir de 11 de setembro e programar o chamado Discurso da Rainha - para apresentar planos do governo - para 14 de outubro, marcando a volta dos trabalhos legislativos.

Com medida, os deputados, que agora estão em recesso, terão menos tempo para impedir que o Reino Unido saia da União Europeia sem acordo. A data limite é 31 de outubro.

Johnson chegou a dizer que deseja sair da UE em 31 de outubro com um acordo, mas que está disposto a um brexit sem um acordo, em vez de perder o prazo.

Apesar de críticas de que o Parlamento não terá condições de tentar evitar um Brexit sem acordo, Johnson disse que haverá "bastante tempo" para os legisladores debaterem o assunto.

O vice-líder trabalhista, Tom Watson, tuitou que a medida era uma "afronta escandalosa à nossa democracia". Já o ex-chanceler do governo de Theresa May, o deputado Tory Philip Hammond, a chamava de "profundamente antidemocrática".

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

ÚLTIMO ADEUS?

De malas prontas para deixar a B3, Banco Inter (BIDI11) reverte prejuízo em lucro líquido de R$ 19,2 milhões no terceiro trimestre

O banco digital também celebrou a marca de 14 milhões de clientes no período, um salto de 94% na comparação com o terceiro trimestre de 2020

Tecnologia em foco

As big techs na balança: veja como foi o trimestre de Google, Microsoft e Twitter

Três das principais big techs americanas reportaram seus balanços nesta noite; veja como se saíram Alphabet/Google, Microsoft e Twitter

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Pressão nos juros, Elon Musk mais rico e o brilho das ações das elétricas

As projeções de bancos e economistas para a alta da Selic não param de subir. É possível ver essa tendência semanalmente no boletim Focus, divulgado toda segunda-feira pelo Banco Central, em relatórios de diversas casas de análise e na curva dos juros futuros — que não param de ser revisados para patamares cada vez mais […]

ACIONISTAS FELIZES

Farra dos dividendos: Santander (SANB11), Klabin (KLBN11) e Porto Seguro (PSSA3) anunciam proventos; banco espanhol vai pagar R$ 3 bilhões aos acionistas

Confira mais detalhes sobre os valores por ação, previsão para o pagamento e a data-limite para entrar na festa de cada uma das três empresas

MERCADOS HOJE

Ibovespa volta a cair mais de 2% na véspera da decisão do Copom; inflação salgada e fiscal deteriorado comandaram o dia

O mercado financeiro aguarda ansioso pelas palavras do BC, que devem pesar a recente deterioração do cenário fiscal e a elevação dos preços. O Ibovespa teve novo dia de perdas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies