Menu
2019-10-14T14:38:48-03:00
Estadão Conteúdo
no documento

Vários dirigentes se opuseram à retomada do QE, mostra ata

No mês passado, BCE adotou um pacote de estímulos que incluía a restauração do QE, com a compra de 20 bilhões de euros em ativos mensalmente

10 de outubro de 2019
10:24 - atualizado às 14:38
europa zona do euro banco central europeu
Imagem: Shutterstock

Os dirigentes do Banco Central Europeu (BCE) mostraram divergências quanto à necessidade de a instituição retomar seu programa de relaxamento quantitativo na reunião de política monetária de 12 de setembro.

A ata do encontro, publicada nesta quinta-feira, aponta que "vários dirigentes" do BCE consideraram que as justificativas para retomar o QE não eram "suficientemente fortes", por se tratar de um instrumento "menos eficiente" que deveria ser utilizado apenas em "último caso".

No mês passado, o BCE adotou um amplo pacote de novos estímulos monetários, incluindo a restauração do QE, através do qual a instituição comprará 20 bilhões de euros em ativos mensalmente por tempo indeterminado.

Durante a reunião, foi argumentado que manter o QE pelo tempo que for necessário poderá forçar o BCE a ampliar o montante mensal de compras de ativos devido ao possível aumento da demanda, mostra a ata.

O documento também relata que "poucos dirigentes" do BCE defenderam um corte mais agressivo na taxa de depósitos, de 20 pontos-base, como parte de um pacote que excluiria o QE. Na ocasião, o BCE decidiu reduzir a taxa de depósitos em 10 pontos-base, a -0,50%, implementando seu primeiro corte de juros desde março de 2016.

Além disso, vários dirigentes argumentaram que as últimas projeções macroeconômicas do BCE "ainda eram muito otimistas", apesar de já terem sido revisadas para baixo, "em função das incertezas prevalecentes", diz a ata.

A próxima reunião do BCE, ainda com Mario Draghi como presidente da instituição, será no dia 24 de outubro. Em 1º de novembro, a ex-diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI) Christine Lagarde irá suceder Draghi no comando do BCE.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

seu dinheiro na sua noite

O IPO da Caixa Seguridade vem aí; vale a pena entrar?

Depois de algumas idas e vindas, o já mítico IPO da Caixa Seguridade finalmente vai sair. O processo de abertura de capital da holding de seguros da Caixa Econômica Federal foi paralisado duas vezes no ano passado, mas finalmente será concluído na semana que vem, com a estreia das ações na bolsa. O IPO da […]

plano do ipo

Espaçolaser compra lojas franqueadas em GO e PR por R$ 35,6 milhões

Rede de depilação já detinha opção de compra; no início do mês, companhia anunciou aquisição de outras 18 lojas

FECHAMENTO

Bolsa, dólar e juros terminam o dia no vermelho com repercussão do Orçamento e novo plano Biden

Plano de Biden de aumentar impostos não agradou o mercado e a perspectiva de nova injeção de estímulos puxou para baixo o dólar. Já os juros futuros recuaram de olho na sanção do Orçamento

dança das cadeiras

Carrefour muda alto escalão, em processo de integração com Grupo BIG

Sébastien Durchon deixa o cargo de vice-presidente de finanças e de relações com investidores; executivo ficará à frente do processo de integração com a companhia adquirida

Concorrência pesa

Lucro líquido da Intel despenca 41% no 1º trimestre

Apesar do resultado negativo, a receita da companhia caiu apenas 1% na comparação com os primeiros três meses do ano passado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies