🔴 +30 RECOMENDAÇÕES DE ONDE INVESTIR EM MARÇO – ACESSE GRATUITAMENTE

Cotações por TradingView
Estadão Conteúdo
Relações entre BC's

Presidente do Banco Central Europeu demonstra preocupação com autonomia do Fed

Mario Draghi alertou que uma possível perda de autonomia do Fed poderia afetar a credibilidade das políticas da instituição

Estadão Conteúdo
14 de abril de 2019
10:42 - atualizado às 17:29
mario-draghi
Mario Draghi, ex-presidente do Banco Central Europeu (BCE) e primeiro-ministro da Itália - Imagem: Shutterstock

O presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, demonstrou preocupação com a independência do Federal Reserve (Banco Central dos EUA).

A autoridade financeira alertou que uma possível perda de autonomia do Fed poderia afetar a credibilidade das políticas da instituição. "Estou certamente preocupado com a independência do banco central em outros países, especialmente... na mais importante jurisdição no mundo", disse Draghi, se referindo aos Estados Unidos.

As declarações foram concedidas, em coletiva de imprensa, no encerramento do encontro do Comitê Financeiro e Monetário Internacional (IMFC, na sigla em inglês) do Fundo Monetário Internacional do (FMI), ocorrido neste sábado, em Washington.

Os comentários do líder europeu ocorrem em meio a incertezas do nível de interferência do governo norte-americano sobre a gestão do Banco Central, com o presidente dos EUA, Donald Trump, demandando corte no nível de juros e nomeando executivos controversos para o conselho da instituição.

"Se o Banco Central não é independente, então as pessoas começam a pensar que as decisões de política monetária seguem orientações políticas em vez de avaliações objetivas sobre o cenário econômico", acrescentou.

"Dentro (de seu) mandato, no entanto, os bancos centrais devem ficar livres para escolher qual o melhor caminho para cumprir sua gestão", afirmou Draghi.

"Porque se você não deixá-los livres, então não podem ser responsabilizados. Esse é o referencial de trabalho para bancos centrais desde os anos 1980 em todo o mundo".

Por fim, Draghi argumentou que não vê ameaça semelhante à autonomia do BCE, em virtude das garantias legais e do pouco reflexo de interferência em outras instituições na confiança global.

Quanto à economia europeia, Draghi apontou que muitos dos fatores globais que pesam sobre o crescimento
parecem estar diminuindo, enaltecendo as expectativas de uma recuperação no segundo semestre deste ano.

Por outro lado, ele ponderou que fatores que minam a confiança, incluindo o risco de um Brexit radical e uma guerra comercial global, continuam elevados, colocando o crescimento em risco.

Compartilhe

ANOTE NO CALENDÁRIO

Agenda econômica: inflação no Brasil e juros na Europa são destaques de semana mais curta

4 de setembro de 2022 - 7:42

A inflação medida pelo IPCA é o principal dado da agenda econômica local; no exterior, atenção para o BCE e os juros da zona do euro

APERTO MONETÁRIO

Surpresa #sqn: Por que o Banco Central Europeu não pega o mercado desprevenido nem mesmo quando surpreende

21 de julho de 2022 - 11:34

BCE elevou a taxa de juro mais do que vinha antecipando; em compensação, lançou um programa de compra de títulos para evitar a chamada ‘fragmentação’

ESG EM PAUTA

Economia verde: União Europeia quer atingir neutralidade climática até 2050; saiba como

10 de julho de 2022 - 11:00

O BCE vai investir cerca de 30 bilhões de euros por ano; União Europeia está implementado políticas para reduzir a emissão de carbono

REUNIÃO DE EMERGÊNCIA

A Super Quarta começou: Banco Central Europeu acelera mecanismo para evitar risco de fragmentação da zona do euro

15 de junho de 2022 - 10:39

Decisão foi tomada em reunião de emergência convocada pelo BCE em meio à disparada dos juros dos títulos da dívida dos países da zona do euro

DE ÚLTIMA HORA

Uma quarta ainda mais super: Banco Central Europeu chama reunião de emergência para hoje

15 de junho de 2022 - 7:16

Reunião extraordinária do Banco Central Europeu é chamada para o mesmo dia em que o Fed e o Copom devem anunciar novo aumento de juro

FECHAMENTO DO DIA

S&P 500 sacode a poeira deixada pela disparada da inflação; veja o que impulsionou retomada da bolsa nos EUA

13 de abril de 2022 - 17:01

Mercados europeus seguiram uma tendência diferente e terminam o dia sem uma direção comum, esperando pela decisão do Banco Central Europeu (BCE) prevista para quinta-feira (14)

Inflação 'moderada'

Ainda não! Juros não devem subir na zona do euro até o fim de 2022, diz presidente do Banco Central Europeu (BCE)

15 de novembro de 2021 - 10:28

Christine Lagarde, afirmou que, apesar da forte alta recente, a perspectiva de médio prazo para a inflação da zona do euro permanece moderada

CADA UM PRA UM LADO

Dias contados para o excesso de liquidez? Dirigentes do Fed falam em tapering; diretores do BCE preferem manter estímulos

1 de outubro de 2021 - 14:59

Enquanto na Europa a manutenção dos estímulos dá sinais de continuará por mais algum tempo, nos EUA os estímulos devem começar a sair de cena nos próximos meses

Zona do euro

Torneira vai fechar: Banco Central Europeu mantém taxa de juros mas anuncia retirada de estímulos

9 de setembro de 2021 - 9:56

Um dos maiores Bancos Centrais do mundo sinalizou que passará a comprar ativos em ritmo “moderadamente menor”

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: bolsa deve encarar PEC dos precatórios e inflação hoje, enquanto exterior segue negativo antes da decisão do BCE

9 de setembro de 2021 - 7:51

Com a crise entre os poderes ainda pior, a PEC dos Precatórios pode estar com os dias contados. Sem exterior para sustentar, Ibovespa pode recuar mais um dia

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies