Menu
2019-10-18T14:06:38-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
no velho continente

Há ‘sinais leves’ de supervalorização dos mercados, diz presidente do Banco Central Europeu

Draghi destaca ainda que o setor financeiro não bancário da zona do euro continua tomando risco, mas pontua que a resiliência do setor bancário permanece “sólida”

18 de outubro de 2019
14:06
europa zona do euro banco central europeu
Imagem: Shutterstock

"Existem sinais leves de supervalorização na zona do euro em alguns segmentos mais arriscados dos mercados financeiros, bem como nos mercados imobiliários, com diferenças marcantes entre as regiões", alertou o presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi.

Ele emitiu sua opinião em comunicado divulgado pela autoridade monetária preparado para a reunião do Fundo Monetário Internacional (FMI), que acontece em Washington. No documento, Draghi destaca ainda que o setor financeiro não bancário da zona do euro continua tomando risco, mas pontua que a resiliência do setor bancário permanece "sólida", apoiada por políticas macroprudenciais e microprudenciais.

"Vulnerabilidades relacionadas aos riscos de liquidez e financiamento, incluindo aquelas atreladas às atividades do dólar, diminuíram em meio a custos mais baixos de crédito e acesso mais amplo aos mercados de títulos bancários", comenta Draghi.

Segundo ele, a taxa de inadimplência de crédito caiu de 3,8% no fim de 2018 para 3,6% no primeiro semestre de 2019. "No entanto, a rentabilidade dos bancos na zona do euro permanece baixa devido a fatores estruturais e cíclicos, com algum enfraquecimento desde o início do ano devido ao menor crescimento econômico", ressaltou.

Para Draghi, o ambiente de estabilidade financeira continua desafiador, devido à deterioração das perspectivas econômicas globais. "Nesse ambiente, é particularmente importante garantir que o setor financeiro mantenha sua resiliência e tenha colchão de liquidez suficientes para serem usados em momentos de estresse".

*Com Estadão Conteúdo 

 

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

esquenta dos mercados

Após ganhos recentes, incertezas com covid-19 e economia voltam a pesar nos mercados

Com avanço do coronavírus nos EUA e dados mais fracos na Europa, expectativa por recuperação em V dá lugar à cautela

crise no setor

Azul inicia demissões e sindicato afirma que já são mais de mil em todo o País

Empresa informa estar buscando soluções para enfrentar a crise decorrente da pandemia da covid-19

disputa em meio à crise

Acordo com Gol acirra disputa entre sócios da Smiles

Segundo sócios do Carpena Advogados, as operações de compra antecipada de passagens “não estão sendo realizadas pelo interesse da companhia, mas da sua controladora”

caçador de assimetrias

Admirável semestre novo: riscos e oportunidades para a segunda metade do ano

Devemos parar, respirar fundo e observar o panorama de risco, antes de refletir sobre uma suposta alocação ideal. Sobre os risco, eu poderia enumerá-los; veja neste texto

pedido de liminar

MPF pede afastamento de Ricardo Salles

De acordo com doze procuradores que assinam a ação, ministro atuado em série de atos, omissões e discursos que caracterizariam conduta intencional ‘com o objetivo de fragilizar a atuação estatal na proteção do meio ambiente’

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements