Menu
2018-12-03T12:11:16-02:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Investimentos

Tem fundo imobiliário pagando quase 15% ao ano. E o melhor, sem imposto

No ranking dos 10 maiores pagadores de dividendo em 12 meses até novembro não tem ninguém abaixo de 9%. Além disso, algumas cotas chegaram a subir 24% no mês

3 de dezembro de 2018
10:57 - atualizado às 12:11
imóveis
Imagem: Shutterstock

Os Fundos de Investimento Imobiliário (FII) são excelente opção para ter exposição ao setor, com baixo capital e retorno bem atraente isento de Imposto de Renda (IR). Com ajuda da ferramenta da Economatica listei aqui 10 fundos com o melhor dividend yield (DY - pagamento de dividendo sobre a cota) nos 12 meses encerrados no mês de novembro.

Liderando a lista de DY, está o Kinea II Real State Equity, negociado sob o código KNRE11, com 14,84% em 12 meses. O objetivo do fundo é gerar retorno no longo prazo proveniente do lançamento de projetos imobiliários. O foco está em projetos residenciais.

O segundo colocado, com 11,3% de DY, é o FII Edifício Almirante Barroso (FAMB11B), que investe em lajes corporativas. Seguido pelo RB Capital Renda II (RBRD11), que investe em imóveis comerciais e logísticos, com 11,02%.

Na sequência está o General Shopping Ativo e Renda (FIGS11), com 10,81%. O Excellen (FEXC11), tem DY de 10,26%. É um “fundo de papel”, pois investe em letras hipotecárias, letras de crédito imobiliário (LCI) e certificados de recebíveis imobiliários CRI.

O XP Corporate Macaé (XPMC11) tem 9,51% de DY, com rendimento advindo de locação. O Capitania Securities II (CPTS11B) e mais um “fundo de papel”, com DY de 9,37% em 12 meses.

O BB Fundo de Investimento Imobiliário Progressivo (BBFI11B), tem 9,34%, e também tem renda proveniente de aluguel de lajes corporativas do Banco do Brasil.

Depois temos o RB Capital Renda I (FIIP11B), que investe em imóveis logísticos, com 9,23%. Encerrando a lista dos selecionados está o CGHG Recebíveis Imobiliários (HGCR11), fundo de papel, com 9,21%.

Nessa outra matéria aqui você encontra mais detalhes sobre os tipos de FII e o que observar ao investir nesse tipo de produto.

Variação de cotas

Outra forma de olhar os fundos imobiliários é pela valorização das cotas, que são negociadas em bolsa de valores. Neste caso o ranking mensal fechou da seguinte forma, sempre lembrando que rentabilidade passada não é garantia de ganho futuro.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

DÍVIDA

Dívida pública federal sobe 1,03% em dezembro, e fecha 2019 em R$ 4,248 trilhões

A DPF inclui a dívida interna e externa. A Dívida Pública Mobiliária Federal interna (DPMFi) subiu 1,22% em dezembro fechou o ano em R$ 4,033 trilhões

DE OLHO NOS GASTOS

Gasto de estrangeiro fica estagnado

Apesar do aumento no volume de pessoas de países com isenção de visto que vieram ao Brasil, isso não se refletiu no montante total de gastos dos turistas de fora

AVALIAÇÃO NEGATIVA

Após aumento de custos e queda nos lucros, Credit Suisse corta preço-alvo para ações da Cielo

Entre os pontos de atenção citados pelos analistas no relatório está a queda de margens, que alcançaram os menores níveis já vistos

as queridinhas dos jovens

Apple, Amazon e Tesla estão entre as ações preferidas dos millennials; confira ranking

Empresa diz ter analisado 734 mil contas de investimento de americanos com idade média de 31 anos

Azul, JBS, Cielo e Petrobras: os destaques do Ibovespa nesta terça-feira

O mercado reage positivamente às novidades anunciadas pela Azul em sua gestão de frota — e, como resultado, as ações da companhia aérea disparam. Já a Cielo tem um dia intenso na bolsa, em meio à divulgação do balanço trimestral da companhia

motivo de preocupação dos mercados

Brasil investiga caso suspeito de coronavírus

Caso a infecção por coronavírus seja confirmada, o nível de alerta no país sobe para de Emergência de Saúde Pública Nacional, quando há a possibilidade de o vírus já estar em circulação no país

olho nos números

Relatório aponta nível baixo de investimento de estatais no 1º ano de Bolsonaro

Estatais federais executaram 45,7% dos investimentos previstos para 2019 e a aplicação dos recursos ao longo do ano foi direcionada basicamente para a Região Sudeste

Câmbio

A alta do dólar preocupa? Com a palavra, o presidente do Banco Central

Campos Neto disse que o BC avalia constantemente se a alta do dólar retarda as decisões de investimento ou contamina as perspectivas de inflação

de olho nas finanças

48% dos brasileiros não controlam o próprio orçamento, mostra pesquisa CNDL/SPC

Segundo o levantamento, a frequência de análise de orçamento é inadequada mesmo entre a maioria dos 52% de brasileiros que utilizam alguma forma de controle de suas finanças

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta terça-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements