Menu
2018-12-03T12:11:16-02:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Investimentos

Tem fundo imobiliário pagando quase 15% ao ano. E o melhor, sem imposto

No ranking dos 10 maiores pagadores de dividendo em 12 meses até novembro não tem ninguém abaixo de 9%. Além disso, algumas cotas chegaram a subir 24% no mês

3 de dezembro de 2018
10:57 - atualizado às 12:11
imóveis
Imagem: Shutterstock

Os Fundos de Investimento Imobiliário (FII) são excelente opção para ter exposição ao setor, com baixo capital e retorno bem atraente isento de Imposto de Renda (IR). Com ajuda da ferramenta da Economatica listei aqui 10 fundos com o melhor dividend yield (DY - pagamento de dividendo sobre a cota) nos 12 meses encerrados no mês de novembro.

Liderando a lista de DY, está o Kinea II Real State Equity, negociado sob o código KNRE11, com 14,84% em 12 meses. O objetivo do fundo é gerar retorno no longo prazo proveniente do lançamento de projetos imobiliários. O foco está em projetos residenciais.

O segundo colocado, com 11,3% de DY, é o FII Edifício Almirante Barroso (FAMB11B), que investe em lajes corporativas. Seguido pelo RB Capital Renda II (RBRD11), que investe em imóveis comerciais e logísticos, com 11,02%.

Na sequência está o General Shopping Ativo e Renda (FIGS11), com 10,81%. O Excellen (FEXC11), tem DY de 10,26%. É um “fundo de papel”, pois investe em letras hipotecárias, letras de crédito imobiliário (LCI) e certificados de recebíveis imobiliários CRI.

O XP Corporate Macaé (XPMC11) tem 9,51% de DY, com rendimento advindo de locação. O Capitania Securities II (CPTS11B) e mais um “fundo de papel”, com DY de 9,37% em 12 meses.

O BB Fundo de Investimento Imobiliário Progressivo (BBFI11B), tem 9,34%, e também tem renda proveniente de aluguel de lajes corporativas do Banco do Brasil.

Depois temos o RB Capital Renda I (FIIP11B), que investe em imóveis logísticos, com 9,23%. Encerrando a lista dos selecionados está o CGHG Recebíveis Imobiliários (HGCR11), fundo de papel, com 9,21%.

Nessa outra matéria aqui você encontra mais detalhes sobre os tipos de FII e o que observar ao investir nesse tipo de produto.

Variação de cotas

Outra forma de olhar os fundos imobiliários é pela valorização das cotas, que são negociadas em bolsa de valores. Neste caso o ranking mensal fechou da seguinte forma, sempre lembrando que rentabilidade passada não é garantia de ganho futuro.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

LUTO EM SP

Prefeito de São Paulo, Bruno Coas, morre aos 41 anos

Político lutava contra um câncer que se espalhou rapidamente; a metástase atingiu diversos órgãos

Direto na conta

Caixa começa a pagar hoje segunda parcela do auxílio emergencial

Nascidos em janeiro receberão nas contas poupança digitais

ESTRADA DO FUTURO

As ações de tecnologia estão caras ou baratas? Saiba como os analistas fazem as contas

Com o tempo, a análise dessas empresas migrou da abordagem de tradicional para um modelo de probabilidades e grandes números

Pandemia

Número de óbitos por covid-19 passa de 434 mil; casos passam de 15,5 milhões

Mais de 2 mil mortes e 67 mil novos casos foram registrados nas últimas 24 horas

Polui menos

Petrobras bate recorde de vendas de diesel S-10

Impacto ambiental do derivado é menor

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies