🔴 TCHAUZINHO, NUBANK: Itaú BBA revela o nome da ação que pode colocar o roxinho para comer poeira; CLIQUE AQUI  e descubra a resposta no nosso Telegram

2022-09-05T16:12:50-03:00
Carolina Gama
QUERIDINHO DO MOMENTO

A hora e a vez dos fundos imobiliários de tijolo — Santander recomenda os FIIs com maior potencial de valorização

Um dos grupos que mais sofreu desde o início da pandemia e, em seguida, com aumento da taxa de juro, os FIIs que compram, vendem e gerenciam ativos reais voltam a brilhar

4 de setembro de 2022
12:32 - atualizado às 16:12
Imagem mostra pequenas casas de brinquedo sobre pilhas de moedas, representando os dividendos pagos mensalmente pelos fundos imobiliários (FIIs)
Imagem: iStock

“Era uma casa muito engraçada, não tinha teto, não tinha nada…” Por algum tempo, os fundos imobiliários (FIIs) de tijolo — aqueles que compram, vendem e gerenciam ativos reais — viveram como na canção de Vinícius de Moraes, sendo questionados quanto a sua relevância frente a um futuro incerto para a ocupação de seus espaços. 

A pandemia de covid-19 e, em seguida, o aumento da taxa de juro foram os principais responsáveis por esse movimento, que atingiu especialmente escritórios e shoppings, impactando de forma negativa a precificação que, em grande parte, não condizia com valor justo dos imóveis do portfólio. 

Mas, parece que o jogo virou. Com o indicativo de fim do ciclo de elevação da taxa de juro e uma inflação que dá sinais de arrefecimento, alguns fundos imobiliários que estavam descontados voltaram a brilhar — não à toa nove dos 10 FIIs mais rentáveis do mês de agosto são do segmento de escritórios, shoppings e logística

O que aconteceu com os fundos imobiliários em agosto? 

O Índice de Fundos de Investimentos Imobiliários (IFIX) fechou o mês de agosto com uma alta de 5,76%, puxando o índice no ano a 6,11%. Os responsáveis por isso foram os FIIs de tijolo — esses subiram, em média, 9,7%.

Os segmentos que mais se destacaram no período foram shoppings, escritórios e galpões logísticos, com altas na média de 14,8%, 12,8% e 10,6%, respectivamente. 

No ano e em 12 meses os FIIs de shoppings foram os que mais brilharam nesse grupo, recuperando parte relevante das perdas que tiveram desde o início da pandemia. 

Segundo o Santander, o segmento obteve um excelente retorno por dois motivos: 

  • desconto na cota negociada no mercado, que não refletia a qualidade de parte relevante dos ativos; 
  • resultados operacionais em linha ou acima de 2019, com vacância e inadimplência controladas e retorno total das atividades.

Os queridinhos do momento

Considerando a precificação, qualidade dos ativos, potencial de valorização e resiliência dos imóveis e inquilinos, o Santander recomenda três grupos de fundos imobiliários: híbridos, logísticos e escritórios. 

O banco ressalta que também gosta dos shoppings, contudo, por historicamente entregarem um retorno (dividend yield) menos atrativo e já estarem sendo negociados próximo do valor patrimonial, o Santander prefere os outros três segmentos mais relevantes. 

FIIs híbridos

Segundo o Santander, os FIIs hídridos compõem um dos segmentos com potencial mais significativo de crescimento dentro do mercado de fundos imobiliários.

Três fatores explicam isso: mandatos e regulamentos mais reflexíveis, podendo aproveitar diferentes ciclos do mercado imobiliário; potencial de diversificação do portfólio, com maior abrangência de tipos de empreendimentos; e exigência de uma postura mais ativa dos gestores, para extrair máxima valorização das operações.

Nessa categoria, o Santander recomenda a compra de FII Kinea Renda Imobiliária (KNRI11), FII CSHG Renda Urbana (HGRU11), FII TG Ativo Real (TGAR11) e FII Santander Renda de Aluguéis (SARE11).

FIIs logísticos

Logístico é o segmento de maior valor de mercado dentro dos FIIs de tijolo, e ganha cada vez mais relevância desde o início da pandemia, de acordo com o Santander.

Os principais players do varejo com operações e resultados oriundos do comércio eletrônico, impulsionaram essa classe na busca dos melhores ativos tanto em localização como em qualificações técnicas.

Nessa categoria, o banco recomenda a compra de FII BTG Pactual Logística (BTLG11), FII Vinci Logística (VILG11), FII VBI Logístico (LVBI11), FII HSI Logística (HSLG11) e FII RBR Log (RBRL11).

FIIs de escritórios

Fortemente questionados desde o início da pandemia, os escritórios compõem o terceiro segmento para os FIIs de tijolo no cenário atual, em especial para os fundos com os melhores ativos (características técnicas), sendo esses os mais bem localizados e negociados com desconto.

Nessa categoria, o Santander recomenda a compra de FII JS Real Estate Multigestão (JSRE11), FII VBI Prime Properties (PVBI11) e FII Vinci Ofiices (VINO11).

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Eleições 2022

Pesquisa Ipespe/Abrapel mostra Lula oscilando para cima e Bolsonaro estável

24 de setembro de 2022 - 11:41

Pesquisa mostrou que votos brancos e nulos também subiram, assim como o número de eleitores que não souberam ou preferiram não responder

Tax the rich!

Imposto sobre heranças vai aumentar? Saiba quais candidatos à presidência são a favor de tributá-las ou de taxar grandes fortunas

24 de setembro de 2022 - 10:00

A discussão sobre o aumento de impostos sobre os ricos ou os “super-ricos” é tendência mundial, e no Brasil não é diferente. Mas nem todos os candidatos à presidência têm propostas nesse sentido

Banho mais caro

Tarifa de energia elétrica deve subir mais do que toda a inflação projetada pelo Banco Central em 2023, dizem especialistas

24 de setembro de 2022 - 9:47

Reajuste das tarifas chegaria a 5% em 2023, enquanto a projeção do Banco Central para a inflação é de 4,6%

Irregularidades

TSE vê indício de fraude em R$ 605 milhões em gastos das campanhas eleitorais

24 de setembro de 2022 - 9:22

Na lista de casos suspeitos estão gastos que teriam sido feitos por parentes e empresas de fachada, além de doações feitas por pessoas mortas

ESPECIAL SD 4 ANOS

Bolsa vai andar bem depois das eleições e sem o risco de ruptura política, diz Felipe Miranda, da Empiricus

24 de setembro de 2022 - 7:19

Fundador e estrategista-chefe da Empiricus vê Bolsonaro mais liberal caso seja reeleito ou um governo “Lula 1.3”, mais próximo do primeiro mandato do que do segundo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies