Menu
2019-10-14T14:10:38-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Saidera

Natura, Marfrig, JBS, Via Varejo e Ultrapar: os balanços que vão movimentar os mercados nesta quinta-feira

No último dia da temporada de resultados, importantes companhias listadas na carteira do Ibovespa soltam seus números. Confira os detalhes de cada um

14 de agosto de 2019
20:11 - atualizado às 14:10
Logo da JBS
Imagem: Shutterstock

A temporada de resultados empresariais do segundo trimestre de 2019 vai chegando ao fim. Mas engana-se quem pensa que a saidera dos balanços seria tranquila! Uma maratona de números promete movimentar a bolsa brasileira, trazendo volatilidade extra ao já conturbado cenário de aplicações em renda variável.

Para que você não perca nenhum detalhe importante dos resultados, o Seu Dinheiro separou os principais números de cada empresa. Confira como foi o trimestre de Natura, Marfrig, JBS, Via Varejo e Utrapar.

Natura

A gigante de cosméticos foi mais uma a fazer bonito no trimestre encerrado em junho. Com lucro de R$ 66,6 milhões, a empresa viu seu faturamento subir nada menos do que 109%. A geração de caixa medida pelo Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) fechou o período em R$ 424,7 milhões, alta de 27% na comparação anual.

  • Lucro líquido: R$ 66,6 milhões (↑109,4%)
  • Receita líquida:
  • Ebitda: R$ 424,7 milhões (↑27%)

JBS

A gigante do processamento de carnes conseguiu reverter um prejuízo de quase R$ 1 bilhão um ano antes e lucrou $ 2,18 bilhões no segundo trimestre de 2019, muito acima do esperado pelo mercado. O resultado forte foi impulsionado pela crise de peste suína africana, que acabou ampliando os fluxos de exportação de carne brasileira. Destaque também para a geração de caixa de R$ 5,098 bilhões, alta de 20,3% e considerada a maior da história da JBS.

  • Lucro líquido: R$ 2,18 bilhões
  • Receita líquida: R$ 50,84 bilhões (↑12,5%)
  • Ebitda: R$ 5,098 bilhões (↑20,3%)

Marfrig

A processadora de carnes foi mais uma a contar uma história de superação no segundo período do ano. A empresa conseguiu reverter o prejuízo do mesmo período do ano passado e lucrou R$ 86,5 milhões, um pouco acima do que esperavam os analistas de mercado. A geração de caixa via Ebitda subiu 13,3% e atingiu o patamar de R$ 1,1 bilhão, também dentro do estimado. Em documento divulgado aos investidores, a diretoria da Marfrig se diz confiante para encerrar o ano uma vez que o primeiro semestre, considerado mais desafiador em termos de negócios, veio muito positivo. Vale lembrar que os resultados trimestrais já levam em consideração a compra da Iowa Premium, que custou aos cofres da empresa US$ 150 milhões.

  • Lucro líquido: R$ 86,5 milhões
  • Receita líquida: R$ 12,2 bilhões (↑9,8%)
  • Ebitda: R$ 1,1 bilhão (↑13,3%)

Via Varejo

Na contramão dos frigoríficos, a dona da rede Casas Bahia amargou um prejuízo líquido de R$ 154 milhões entre abril e junho, revertendo um lucro de R$ 14 milhões no mesmo período de 2018. Receita líquida e Ebitda sem efeitos da regra contábil IFRS 16 também registraram queda, respectivamente, de 6,5% e 58,3%. Enquanto o primeiro ficou em R$ 6,024 bilhões, o segundo em R$ 189 milhões. A receita bruta das lojas físicas somou R$ 5,673 bilhões, um avanço 1,9%. As vendas online, por sua vez, recuaram 23,2%, para R$ 1,286 bilhão.

  • Prejuízo líquido: R$ 154 milhões
  • Receita líquida: R$ 6,024 bilhões (↓6,5%)
  • Ebitda: R$ 189 milhões (58,3%)

Ultrapar

Quem também levou um tropeço foi a Ultrapar. A empresa viu seu lucro líquido minguar 47% com um fraco desempenho das redes Ipiranga e Oxiteno, que venderam menos no período e fizeram a receita do grupo cair 4%, a R$ 21,693 bilhões. Também jogou contra o Termo de Ajustamento de Conduta firmado junto ao Ministério Público Federal para compensar impactos causados por um incêndio em Santos, algo que custou R$ 50 milhões aos seus cofres. Apesar da decepção com o lucro e o Ebitda, o resultado de receita veio em linha com as projeções de analistas de mercado.

  • Lucro líquido: R$ 127 milhões (↓47%)
  • Receita líquida: R$ 589 milhões (↓18%)
  • Ebitda: R$ 21,693 bilhões (↓4%)
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

VENDA DE AÇÕES

Cofundador da Uber vende cerca de US$ 166 milhões em ações da gigante em dezembro

O fundador de 43 anos fez a venda de mais de 5,8 milhões de papéis da Uber nos últimos três dias úteis desta semana

MAIS LIDAS

O bilionário sem dinheiro

O que eu vou falar agora pode parecer contraditório. Muita gente rica tem a grana curta. O bilionário Elon Musk é um caso clássico disso. É que 99% da sua fortuna está aplicada em ações da Tesla, a montadora de carros elétricos criada por ele. Dinheiro na conta ele tem pouco (certamente muito mais do […]

ADIADA

Governo adia para 2021 fim de taxa em aeroportos

De acordo com ele, a proposta será incluída apenas na Lei Orçamentária Anual de 2021, portanto, a taxa será mantida no ano que vem

Boas novas

SulAmérica vai pagar R$ 110 milhões em juros sobre capital próprio

O pagamento foi aprovado pelo conselho de administração da companhia e terão direito os acionistas na base da empresa em 18 de dezembro, com as ações sendo negociadas “ex” juros a partir do dia seguinte

acordo

Governo brasileiro avalia positivamente acordo entre EUA e China

Para Marcos Troyjo, as vantagens que o Brasil terá com o fim das incertezas causadas pela guerra comercial entre os dois países superam qualquer ganho pontual de mercado que o País teve com a disputa

ALÔ, ACIONISTA!

B3 vai pagar R$ 389 milhões de juros sobre capital próprio

O pagamento de JCP também é uma forma de distribuir lucros, mas em vez de terem um benefício tributário para os acionistas, como ocorre com os dividendos, os Juros sobre Capital Próprio beneficiam a empresa

Projeções para 2020

Os melhores investimentos do mundo: as apostas da BlackRock para 2020

Entre os ativos preferidos da gestora global para o ano que vem estão as ações e os títulos de renda fixa dos mercados emergentes

MUDANÇAS À VISTA?

Concessionária de Viracopos ‘sinaliza’ com processo de devolução, diz ministro

No fim de novembro, a Aeroportos Brasil, administradora de Viracopos, protocolou na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) as considerações finais do processo de caducidade (extinção) do terminal de Campinas

Leilões

Governo projeta até 44 leilões para 2020, incluindo a rodovia presidente Dutra

Em 2019, segundo o ministro, o governo realizou 27 licitações. Foram 13 terminais portuários, um trecho da Ferrovia Norte-Sul, as rodovias BR-364 e 365 e 12 aeroportos

O Ibovespa e o eu do futuro

A Helena, minha filha de nove anos, e os amigos da escola decidiram escrever uma carta para o “eu do futuro” como trabalho de final de ano – hoje é o último dia de aula. Eu nunca tive esse tipo de atividade quando criança, mas já pensei várias vezes em como seria fazer algo do […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements