Menu
Marina Gazzoni
O melhor do Seu Dinheiro
Marina Gazzoni
2019-08-11T12:11:42+00:00
SEU DINHEIRO NO DOMINGO

A água bateu na bunda, papai! É hora de aprender a nadar para salvar seus investimentos

O investidor brasileiro vai ter que aprender na marra a navegar nesse novo ambiente. Como diz o ditado, quando a água bate na bunda é que se aprende a nadar

11 de agosto de 2019
12:11
shutterstock_516633376
Imagem: Shutterstock

A carne já está salgada e logo o churrasco vai começar aqui em casa. Dei um pulo no Paraná neste fim de semana para comemorar o Dia dos Pais com o meu. É no meu “velho” que me inspiro para escrever hoje.

Recentemente, ele me chamou para uma conversa séria. Está preocupado com o rendimento dos seus investimentos. Admitiu, um pouco envergonhado, que negligenciou o seu lado investidor nos últimos anos.

Ele até acompanhou o mercado imobiliário, mas nunca prestou muita atenção no que fazer com o dinheiro que fica no banco. O que tem na carteira? Aplicações de renda fixa recomendadas pelo gerente. A verdade é que elas nunca foram o filé mignon dos investimentos. Mas quando a taxa Selic estava na casa dos 14% não tinha muito do que reclamar. Era um bom rendimento com risco quase zero.

Com o país com a taxa de juro na mínima histórica, os retornos na renda fixa encolheram. Para quem estava acostumado com os ganhos fáceis de antes, é agoniante ver o dinheiro rendendo quase nada. Por outro lado, é um momento histórico no país, que finalmente tem juros civilizados e um cenário mais favorável para ativos de risco, como ações e fundos imobiliários.

O investidor brasileiro vai ter que aprender na marra a navegar nesse novo ambiente. Como diz o ditado, quando a água bate na bunda é que se aprende a nadar.

Acha que está muito velho para mudar? É pai de família e tem medo de comprometer seu patrimônio? Calma lá! Felizmente, o Seu Dinheiro existe para te guiar nessa nova jornada. Para quem compartilha os anseios do meu pai, resumi aqui os mesmos conselhos que dei para ele.

1º passo: pente fino

Antes de correr para a bolsa de valores, faça um pente fino em todas as suas contas em bancos e corretoras e se livre das roubadas. Você paga alguma taxa para ter uma conta corrente? E anuidade no cartão de crédito? O banco te cobra taxa de administração para o dinheiro aplicado em um fundo DI simples?

Se a resposta foi sim a alguma das questões anteriores, você já encontrou o primeiro problema para atacar. Perder dinheiro é sempre ruim, mas em tempos de vacas magras na renda fixa qualquer “taxinha” faz diferença. Nesta reportagem, a Julia Wiltgen explica como conseguir uma conta no banco e um cartão de crédito sem tarifas.

2º passo: onde estão seus investimentos?

Agora é a hora de você pesquisar sobre as plataformas abertas de investimento. Felizmente, a briga entre elas anda boa e isso tem melhorado cada vez mais a oferta de produtos e serviços. Como quase todas oferecem taxa zero para abertura e manutenção de contas, isso nem é mais diferencial. É pré-requisito.

O que você precisa observar mesmo é se o sistema é amigável/confiável e o que tem na prateleira.

Como é de graça, sugiro que você abra sua conta e dê uma boa fuçada. Se você se sentir confortável, transfira uma parte do seu dinheiro para a plataforma e comece a investir.

3° passo: dimensione sua reserva de emergência

Por mais arrojado que você seja, é prudente que você mantenha parte de suas aplicações em investimentos seguros e de alta liquidez. Você precisa ter ideia sobre a quais riscos está exposto e quanto precisa manter guardado para evitar que sua família passe apuros.

O tamanho da reserva de emergência depende da característica de cada família. Um casal de servidores públicos sem dependentes, por exemplo, tem menos “risco” do que outro com profissionais autônomos e filhos em escola particular. No primeiro caso, talvez seja suficiente manter uma reserva que cubra os gastos da família por três meses. No outro, é prudente guardar renda para um ano.

A primeira mexida na sua carteira de investimentos pode ser justamente na alocação da sua reserva de emergência. Dá para fazer melhor do que deixar o dinheiro na poupança ou em algum fundo DI que cobra taxa de administração.

Nesta reportagem da área Premium do Seu Dinheiro, indicamos três fundos de investimento sem taxa de administração que rendem mais que o Tesouro Selic e são boas opções para sua reserva de emergência.

4º passo: O pulo do gato

Separado o dinheiro da emergência, é hora de alocar o restante do seu patrimônio. Os dados da Anbima do primeiro semestre mostram que o investidor brasileiro do varejo tem uma posição significativamente maior na renda fixa do que o de alta renda, que geralmente é melhor assessorado e tem acesso a mais produtos.

O pulo do gato é que você não precisa deixar TODO o seu dinheiro na renda fixa, muito menos em aplicações com liquidez diária. Quem quiser ganhos mais robustos, precisa aceitar o risco de aplicações em renda variável.

Não é balela esse lance de diversificar a carteira. Há oportunidade de ganhar mais na bolsa de valores e em aplicações de renda fixa menos conservadoras. Se você quiser ir além, pode colocar ainda “aquele 1%” do seu dinheiro em bitcoin ou em outra criptomoeda (vai que decola!).

No ebook de Onde Investir no 2º Semestre, a equipe do Seu Dinheiro traz um panorama com as oportunidades para cada classe de ativos. Nesta semana, publicamos também quatro sugestões de carteiras para investidores arrojados e outras quatro para os conservadores.

Meu pai, aos 60, encarou o desafio de repensar sua postura de investidor. Já anda por aí todo modernão com seu cartão de crédito roxo sem tarifa. Decidiu tirar um tempo para estudar sobre como funciona a bolsa de valores e anda interessado em oportunidades nas small caps. E até se animou em arriscar um pouquinho com bitcoin. Que orgulho!

E você? Está disposto a mudar? A água bateu na bunda. É hora de decidir se você vai nadar ou ficar juntando conchinha na praia.

Tem dúvidas sobre investimento? O que você gostaria de ler no Seu Dinheiro? Me escreva no [email protected].

Um abraço, ótimo domingo e feliz Dia dos Pais!

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Seu Dinheiro no domingo

Liberais não fazem pacotes

Dentro de mais alguns dias conheceremos o Produto Interno Bruto (PIB) do segundo trimestre. O resultado será magro e há quem fale em recessão técnica. Na sequência veremos uma nova onda de críticas e demandas na linha: “o governo tem quem fazer alguma coisa! Tem que impulsionar a demanda! Esse BC está errado!”. Sinto desapontar […]

Trilhando caminhos

Jovens precisam ter resiliência e iniciativa, dizem executivos sobre ser um novo empresário

Executivos falam sobre os comportamentos que um jovem ingressante numa grande empresa deve ter para trilhar um caminho profissional de sucesso

Crise partidária

Pedro Simon, ex-governador do RS: ‘existe o risco de o MDB desaparecer’

Em entrevista ao Estadão, o filiado ao MDB desde 1965 diz que seu partido precisa fazer uma “profunda reflexão”

Barrado na embaixada?

Consultoria do Senado diz que indicação de Eduardo Bolsonaro configura nepotismo e senadores se articulam para rejeitar seu nome

Parecer foi embasado no entendimento da Súmula Vinculante nº 13, do Supremo Tribunal Federal, que trata sobre nepotismo

Analisando a situação dos hermanos

Crise Argentina, feitiço do tempo

Os grandes desafios econômicos de Maurício Macri também parecem reimpressões de velhos e bem conhecidos problemas argentinos

O HOMEM MAIS RICO

Jeff Bezos: paciência para esperar o lucro da Amazon fez o maior bilionário do mundo

Como o empresário transformou uma pequena livraria online em uma das maiores varejistas do mundo e desbancou Bill Gates da lista da Forbes com uma fortuna estimada em US$ 148 bilhões.

Demissão anunciada

Ministro da Fazenda da Argentina renuncia ao cargo e traz novas turbulências ao mercado internacional

Anúncio foi feito por meio de uma carta enviada a Mauricio Macri em que Nicolás Dujóvne justifica a necessidade de uma renovação na área econômica

Bandeira branca no radar?

EUA devem estender licença da chinesa Huawei para atender clientes do país

Movimento dos EUA pode ser visto como positivo para o fim da guerra comercial com a China já que a companhia foi um dos focos de tensões entre os gigantes

Governador de Minas

‘Governo entra em pautas minúsculas’, avalia Romeu Zema

Em entrevista, governador de MG nega que esteja sendo “tutelado” pelo partido Novo e avaliou que o presidente Jair Bolsonaro deveria “focar em coisas maiores, grandiosas”

Corrida contra o tempo

Tarifa de importação do Mercosul pode cair já em 2020

Com receio de que o grupo político da ex-presidente da Argentina Cristina Kirchner volte ao poder, o governo brasileiro tem pressa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements