🔴 CHANCE DE MULTIPLICAR O INVESTIMENTO EM ATÉ 14,5X EM 8 DIAS? ENTENDA A PROPOSTA

Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Qual a melhor?

Após Nubank, PicPay também fará mudanças na conta. Veja o que melhora, o que piora e compare as duas

Conta rendeira do PicPay não terá mais limite de saldo para retorno de 102% do CDI, mas melhoria vem acompanhada de algumas desvantagens

NuBank, Picpay
PicPay ainda rende mais que o Nubank, e desde o primeiro dia, mas NuConta permite investir em títulos públicos com retorno de 100% do CDI. Imagem: Montagem Andrei Morais/ Seu Dinheiro

Depois do Nubank, chegou a vez de o PicPay mudar as regras da sua conta rendeira. E as novidades trazem vantagens, mas também algumas desvantagens.

Atualmente a mais rentável das contas de pagamento remuneradas disponíveis no mercado, a conta do PicPay continuará a pagar 102% do CDI diariamente, mas agora sobre qualquer valor depositado, o que é sem dúvidas uma melhoria.

Antes da mudança, apenas os saldos de até R$ 100 mil eram remunerados a 102% do CDI. Acima deste valor, os recursos eram remunerados apenas a 100% do CDI.

Mas para implementar a novidade, a forma de gerar a rentabilidade irá mudar, e é aí que residem as desvantagens. O PicPay migrará aos poucos os recursos dos clientes, hoje alocados em títulos públicos, para Certificados de Depósitos Bancários (CDB) de emissão do PicPay Bank.

À primeira vista, pode não parecer um grande problema. Afinal, CDBs, assim como poupanças e contas-correntes, contam com proteção do Fundo Garantidor de Créditos (FGC) em caso de quebra da instituição financeira emissora. E essa garantia é vista com muito bons olhos pelo investidor pessoa física.

Ocorre que a garantia do FGC, ainda que robusta, é inferior à dos títulos públicos, que são garantidos pelo governo federal, independentemente do valor investido.

O FGC é uma instituição privada sem fins lucrativos, cuja garantia tem um limite de R$ 250 mil por CPF, por instituição financeira. Não é aconselhável aplicar mais do que isso numa mesma instituição, especialmente se ela for de pequeno ou médio porte, como é o caso do PicPay.

Além disso, em caso de quebra do emissor do CDB, o FGC pode levar de alguns dias a alguns meses para pagar as garantias, período no qual os investidores e correntistas ficam sem acesso aos recursos e sem rentabilidade.

Assim, a mudança do PicPay tem a vantagem de remunerar valores acima de R$ 100 mil a 102% do CDI, mas na prática institui um novo limite de aplicação, no valor de R$ 250 mil, acima do qual não é aconselhável deixar o dinheiro aplicado na conta rendeira.

Além disso, apenas os clientes que de fato quiserem manter mais de R$ 100 mil na conta aproveitarão a vantagem. Para quem tiver menos que essa quantia, o que de fato vai ocorrer é apenas uma leve piora no risco de crédito.

Quem quiser pode permanecer nos títulos públicos - mas sem rentabilidade

O PicPay dará aos clientes a possibilidade de manter o saldo alocado em títulos públicos, mas sem direito a rentabilidade, o que na prática tira totalmente a vantagem dessa alternativa quando se considera que há inúmeras contas de pagamento no mercado que aplicam os recursos em títulos públicos e pagam 100% do CDI, como eu mostrei nesta matéria.

Ou seja, a mudança anunciada pelo PicPay meio que obriga o investidor a migrar para os CDBs. Além disso, a remuneração gerada pelos títulos públicos nos quais o PicPay alocar os recursos dos usuários que porventura escolham se manter nessa opção ficará para o próprio PicPay.

E agora ainda tem IOF!

Além de não ser possível manter as condições anteriores da conta rendeira, a migração para os CDBs ainda resultará na cobrança obrigatória de IOF sobre os rendimentos de aplicações com menos de 30 dias, além do imposto de renda já cobrado atualmente.

Antes, segundo o PicPay, não havia cobrança de IOF sobre o retorno da conta rendeira, apenas de IR.

Comparação com a NuConta, do Nubank

Recentemente, o Nubank também anunciou uma mudança para pior na sua NuConta, que rende 100% do CDI independentemente do valor aplicado: agora, o saldo só passa a ter rentabilidade após os recursos permanecerem pelo menos 30 dias na conta, quando então o cliente recebe a remuneração de 100% do CDI referente a esses 30 dias.

Recursos que permaneçam menos de 30 dias na NuConta não têm mais remuneração alguma. Mas a partir desse prazo, eles voltam a ter remuneração diária.

Quanto ao tipo de investimento onde os recursos ficam alocados, em 2019 o Nubank fez um movimento similar ao do PicPay, migrando os recursos da NuConta dos títulos públicos para Recibos de Depósitos Bancários (RDBs) de sua própria emissão. Os RDBs são similares aos CDBs e também são cobertos pelo FGC.

Porém, embora a aplicação em RDB tenha se tornado a opção padrão da NuConta, o Nubank manteve a possibilidade de o investidor escolher manter seus recursos alocados em títulos públicos, com a mesma rentabilidade de 100% do CDI para qualquer valor - uma alternativa muito melhor do que a que o PicPay está dando aos seus clientes agora.

Veja a seguir uma comparação resumida entre os pontos-chave da NuConta e do PicPay:

PicPayNubank
Rentabilidade102% do CDI, agora para qualquer valor100% do CDI para qualquer valor
Aplicação em CDB/RDBSimSim
Cobertura do FGCSimSim
Alternativa de aplicar em títulos públicosSim, mas sem rentabilidadeSim, com a mesma rentabilidade
Rentabilidade diáriaSim, desde o primeiro diaSim, mas só a partir do 30º dia
IOFSim, mas antes não tinhaNão, pois antes de 30 dias não há rentabilidade

Veja também: NUBANK VIROU POUPANÇA? 3 contas rendeiras que AINDA PAGAM 100% do CDI desde O 1° DIA

Rentabilidade do PicPay se mantém elevada, mas até quando?

Com retorno de 102% do CDI, agora para qualquer valor, com liquidez diária e proteção do FGC até R$ 250 mil, certamente a conta do PicPay mantém o alto retorno como seu grande atrativo.

A questão é que o percentual do CDI pago vem diminuindo conforme a Selic aumenta. Em tempos de Selic a 2,00%, o PicPay chegou a pagar 210% do CDI. O percentual foi sendo reduzido aos poucos, embora o retorno absoluto tenha aumentado, com a alta dos juros. O corte mais recente foi feito no final de junho, quando a conta deixou de render 105% do CDI para pagar os atuais 102% do CDI.

Assim, caso a Selic continue a subir, o que é bastante provável, nada garante que o PicPay não cortará novamente a rentabilidade da sua conta rendeira, até chegar, quem sabe, aos 100% do CDI praticados pelas demais contas de pagamento.

Compartilhe

Um agrado aos clientes

Banco Pan aumenta rentabilidade da aplicação de sua conta digital para 115% do CDI – mas benefício é temporário

24 de agosto de 2022 - 17:35

Retorno da aplicação no CDB de liquidez diária do banco, o Poupa PAN, aumentará, mas a princípio apenas por três meses. Veja como obter a remuneração maior

A hora e a vez da renda fixa

Onde os brasileiros investem: CDBs ultrapassam ações no 1º semestre, e valor investido em LCIs e LCAs dispara

2 de agosto de 2022 - 18:40

Volume investido em CDBs pelas pessoas físicas superou o valor alocado em ações no período; puxado pelo varejo, volume aplicado por CPFs cresceu 2,8% no período, totalizando R$ 4,6 trilhões

Pare de sofrer

Cansado da volatilidade das criptomoedas e da bolsa? Veja 12 ativos de renda fixa para investir seu dinheiro e ir dormir

9 de junho de 2022 - 15:31

O cenário de juros altos aumenta a tensão nos mercados de ativos de risco, mas faz a renda fixa brilhar, possibilitando ao investidor ganhar dinheiro com muito menos risco

PROMOÇÃO NA RENDA FIXA

Guide lança CDB pré-fixado que rende 16% ao ano para novos clientes, mas a oferta é limitada; confira os detalhes e prazos

19 de maio de 2022 - 17:47

Mirando em novos clientes, a corretora aposta no percentual superior à taxa Selic, atualmente em 12,75% ao ano, para seduzir até os mais conservadores

Voltou a molezinha!

Com Selic a 12,75%, já é possível ganhar 1% ao mês líquido de IR. Veja 16 opções e saiba onde encontrar esses tesouros

5 de maio de 2022 - 6:30

Após nova alta da taxa de juros, LCI e LCA que pagam 100% do CDI passam a render a remuneração dos sonhos do investidor conservador brasileiro

Fechando uma lacuna

Em parceria com a Órama, Mercado Pago lança plataforma de investimentos com CDB que rende 150% do CDI

2 de maio de 2022 - 18:46

Conta de pagamento do Mercado Livre estreia no mundo dos investimentos com CDBs que pagam mais de 100% do CDI, com aplicações a partir de R$ 1

Enriquecer na renda fixa

Com Selic a 11,75%, já dá para dobrar seu capital na renda fixa, de forma simples e com baixo risco; veja como

18 de março de 2022 - 5:30

Não, você não vai precisar investir por 30 anos, nem colocar o seu dinheiro em um título de dívida de uma empresa próxima da bancarrota para conseguir tal feito; veja os investimentos que proporcionam isso hoje

Subiu de novo

Como ficam os seus investimentos em renda fixa com a Selic em 11,75%

16 de março de 2022 - 19:24

Taxa básica de juros deve subir mais ao longo do ano. Veja como fica o retorno das aplicações conservadoras de renda fixa com a nova alta da Selic

Armadura contra o dragão

Veja o título do Tesouro Direto mais indicado para proteger seu dinheiro da inflação em meio à guerra entre Rússia e Ucrânia

15 de março de 2022 - 6:50

A alta dos preços em razão do conflito já se faz sentir no bolso do brasileiro – vide o aumento dos combustíveis. Mas este título do Tesouro Direto ajuda a preservar seu patrimônio

O jogo mudou

A guerra na Ucrânia pode corroer seu patrimônio! Veja onde investir na renda fixa para se proteger da inflação

10 de março de 2022 - 6:00

Com a pressão do conflito sobre preços de commodities e cadeias de abastecimento globais, investimentos atrelados a índices de inflação voltam ao radar; veja quais são os mais rentáveis e seguros a oferecerem essa proteção, no momento

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar