🔴 5 MOEDAS PARA MULTIPLICAR SEU INVESTIMENTO EM ATÉ 400X – VEJA COMO ACESSAR LISTA

Carolina Gama
Formada em jornalismo pela Cásper Líbero, já trabalhou em redações de economia de jornais como DCI e em agências de tempo real como a CMA. Já passou por rádios populares e ganhou prêmio em Portugal.
DO CAOS À PAZ

Fim da guerra? A conversa entre Joe Biden e Xi Jinping que pode colocar fim ao conflito; saiba o que os dois líderes falaram sobre invasão à Ucrânia

Em uma ligação de quase duas horas, o chefe da Casa Branca tentou dissuadir o presidente chinês de ajudar Vladimir Putin a seguir avançando sobre o território ucraniano

Carolina Gama
18 de março de 2022
17:59 - atualizado às 10:18
Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, grita ao microfone
Joe Biden, presidente dos EUA -

Alô, Joe Biden? Certamente não foi assim que começou a ligação do presidente chinês, Xi Jinping, para o chefe da Casa Branca nesta sexta-feira (18). Mas isso pouco importa — o que todo mundo quer saber é o que os líderes das duas maiores economias do mundo conversaram sobre a guerra entre Rússia e Ucrânia. 

Fato é que enquanto os Estados Unidos orquestram sanções com um grupo de aliados no Ocidente para tentar frear o avanço das tropas de Vladimir Putin sobre a Ucrânia, Pequim - tradicional aliada de Moscou - trabalha pela diplomacia para acabar com o conflito.

Nesse vai e vem de estratégias e ideologias, a conversa entre Biden e Xi teria potencial para conter as ambições russas sem prejuízos ainda maiores aos ucranianos? Por enquanto, não. 

Também, já era de se imaginar que um conflito dessa magnitude - envolvendo gás natural, petróleo, forças da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e até uma possível Terceira Guerra Mundial - não se resolveria com apenas uma ligação, ainda que seja entre aqueles que dão as cartas no cenário internacional. 

O que Biden falou a Xi sobre a guerra?

Nos 110 minutos de conversa, Biden tentou dissuadir Xi de ajudar a Rússia em sua guerra contra a Ucrânia. 

De acordo com a Casa Branca, o presidente norte-americano descreveu ao líder chinês as implicações e consequências caso a China forneça apoio material à Rússia nos ataques classificados como brutais contra cidades e civis ucranianos.

Biden também reforçou as visões dos Estados Unidos e seus aliados sobre o conflito e detalhou seus esforços para prevenir e responder à invasão, incluindo a imposição de custos a Moscou.

  • IMPORTANTE: liberamos um guia gratuito com tudo que você precisa para declarar o Imposto de Renda 2022; acesse pelo link da bio do nosso Instagram e aproveite para nos seguir. Basta clicar aqui

O objetivo do presidente norte-americano ao falar diretamente com Xi era, em parte, verificar exatamente onde o presidente chinês está na guerra, mas não ficou claro se ele obteve êxito nessa missão. 

Ainda segundo a Casa Branca, Biden não fez nenhum pedido específico a Xi, optando por oferecer uma visão mais ampla da situação internacional.

"A China tem que tomar uma decisão por si mesma sobre onde quer estar e como quer que os livros de história os vejam e vejam suas ações", disse a porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki. "Essa é uma decisão para o presidente Xi tomar."

Xi ouviu tudo calado?

Ao que tudo indica, o presidente chinês se manteve firme ao propósito de evitar uma escalada ainda maior na guerra entre Rússia e Ucrânia. 

Segundo a imprensa estatal chinesa, Xi disse a Biden que tanto os Estados Unidos quanto a China têm a responsabilidade de garantir a paz - uma sugestão indireta de que ele não está interessado em um conflito que extrapole as fronteiras ucranianas.  

Xi Jinping afirmou ainda que a guerra "não atende o interesse de ninguém" e que paz e segurança são as "riquezas que a comunidade internacional mais deve valorizar". 

O presidente chinês ainda instou que Pequim e Washington, como membros permanentes do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU), devem não só levar a relação bilateral entre os países para o "caminho certo" como realizar esforços em prol da paz mundial.

De acordo com a mídia estatal, Xi garantiu a Biden que a crise na Ucrânia é algo que o país "não quer ver" e mostra que as tensões entre países não podem escalar ao ponto de começar um conflito armado.

Veja também - Guerra Nuclear na Ucrânia? Arsenal atômico russo está pronto para o combate; veja riscos

Compartilhe

MAKE IT RAIN

Xi Jinping preocupado? China inicia novas medidas para tentar salvar a economia e a colheita; entenda

22 de agosto de 2022 - 9:10

O país asiático não só tenta apagar as chamas do dragão da desaceleração econômica, como também salvar a colheita do verão mais quente e seco de Pequim em 61 anos

EM FORTE QUEDA

China derruba preços do petróleo internacional e pode ajudar na redução da gasolina no Brasil; entenda

15 de agosto de 2022 - 11:06

Desde as máximas em março deste ano, o barril de petróleo Brent já recuou cerca de 26% com a perspectiva de desaceleração — e, possivelmente, recessão — global

COM PASSAGENS DE SAÍDA

Cinco empresas chinesas vão retirar seus ADRs da Bolsa de Nova York — saiba por quê

12 de agosto de 2022 - 17:02

As estatais anunciaram planos de retirada voluntária de seus ADRs ainda neste mês; a decisão acontece em meio à desacordo entre os órgãos reguladores da China e dos EUA

BOMBOU NAS REDES

A catástrofe na Rússia que Putin não quer que o Ocidente descubra: Estados Unidos e aliados estão causando um verdadeiro estrago na economia do país; veja os maiores impactos

11 de agosto de 2022 - 8:37

Enquanto algumas matérias derrotistas apontam a Rússia ‘à prova’ de sanções, um estudo de Yale afirma que os efeitos são catastróficos; entenda detalhes

ALERTA LARANJA

China contra-ataca: entenda o recado que Xi Jinping mandou ao lançar mísseis que caíram no Japão

4 de agosto de 2022 - 14:29

Governo japonês diz que cinco mísseis balísticos lançados por Pequim durante exercícios militares em torno de Taiwan caíram na zona econômica exclusiva do Japão pela primeira vez

TENSÃO NO AR

Tambores de uma nova guerra? Entenda por que Taiwan coloca China e Estados Unidos em pé de guerra

2 de agosto de 2022 - 14:56

Visita de Nancy Pelosi a Taiwan acirra tensões entre Estados Unidos e China em meio a disputa por hegemonia global

Tensão no ar

Após alertar Pelosi para não visitar Taiwan, China realiza exercícios militares na costa em frente à ilha

30 de julho de 2022 - 12:37

O Ministério da Defesa chinês alertou Washington, na última semana, para não permitir que a presidente da Câmara dos Deputados americana visite Taiwan

QUEDA DE BILHÕES

Como a crise imobiliária na China pulverizou metade da fortuna da mulher mais rica da Ásia

29 de julho de 2022 - 11:35

Yang Huiyan viu sua fortuna de US$ 23,7 bilhões cair pela metade nos últimos 12 meses; a bilionária controla a incorporadora Country Graden

BOM PARA OS DOIS

Enquanto Rússia corta gás para a Europa, gasoduto que leva a commodity à China está perto da conclusão

27 de julho de 2022 - 17:12

O canal de transporte do gás natural está em fase final de construção e interliga a Sibéria a Xangai; a China aumentou o fornecimento da commodity russa em 63,4% no primeiro semestre deste ano

TREASURIES NA BERLINDA

Por que a China e o Japão estão se desfazendo – em grande escala – de títulos do Tesouro do Estados Unidos

20 de julho de 2022 - 14:30

Volume de Treasuries em poder da China e do Japão estão nos níveis mais baixos em anos com alta da inflação e aumento dos juros nos EUA

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar