🔴 EVENTO GRATUITO: COMPRAR OU VENDER VALE3? INSCREVA-SE

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
BOM PARA OS DOIS

Enquanto Rússia corta gás para a Europa, gasoduto que leva a commodity à China está perto da conclusão

O canal de transporte do gás natural está em fase final de construção e interliga a Sibéria a Xangai; a China aumentou o fornecimento da commodity russa em 63,4% no primeiro semestre deste ano

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
27 de julho de 2022
17:12
O presidente da Rússia, Vladimir Putin, aperta as mãos do presidente da China, Xi Jinping
O presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o presidente da China, Xi Jinping - Imagem: Shutterstock/Envato/Brenda Silva

A invasão da Ucrânia colocou a Rússia em rota de colisão com os países vizinhos e deflagrou uma nova “guerra”: a do gás natural. Em meio ao conflito, o governo de Vladimir Putin apertou o fornecimento do insumo e deixou os países da União Europeia preocupados com a iminente escassez dos combustíveis

Por outro lado, esse problema não deve bater à porta dos aliados da Rússia. A China, por exemplo, terá em breve um novo gasoduto partindo da terra de Putin. O canal de transporte do gás natural está em fase final de construção e interliga a Sibéria a Xangai. 

O gasoduto — que está em construção há oito anos pelas empresas estatais russa Gazprom e chinesa China National Petroleum — tem capacidade de enviar cerca de 38 milhões de metros cúbicos por dia. 

No primeiro semestre, a Gazprom aumentou o fornecimento de gás para a China em 63,4% por meio do gasoduto “Power of Siberia”, como é conhecida a região energética na Rússia, que começou a enviar a commodity para o país de Xi Jinping em dezembro de 2019. 

Por fim, o gasoduto deve ser totalmente finalizado em 2025, segundo a mídia estatal chinesa. 

Em paz com a China

Em um momento de escalada de tensões com o Ocidente, em uma retaliação aos países que apoiaram a Ucrânia e aplicaram sanções à Rússia, Putin mantém seu maior aliado bem perto. 

O gasoduto China-Rússia se contrapõe ao momento de perdas de gás natural para a Europa, ainda que o país de Xi Jinping não consuma o combustível da mesma forma. A China, por sua vez, tem diversificado as opções de energia — gás, petróleo, carvão, nuclear, eólica e solar. 

O gás natural, por exemplo, corresponde a uma pequena fração energética diante das principais fontes de combustível, que são o petróleo bruto e o carvão

Ao todo, a Rússia já investiu cerca de US$ 55 bilhões para a construção do gasoduto “Power of Siberia”. As importações do gás na China totalizaram um pouco mais de 6% do valor empregado, cerca de US$ 3,81 bilhões desde 2019. 

Entre janeiro e junho deste ano, as exportações de gás da Gazprom para a China através do gasoduto aumentaram 63,4%, para 7,5 bilhões de metros cúbicos.

Isso se deve à expansão de um acordo anual entre os dois países, que prevê o fornecimento de 10 bilhões de metros cúbicos — ainda não se sabe quando isso deve acontecer nem em quanto tempo. 

Além disso, a China e a Rússia discutem a construção de outros gasodutos, incluindo um que deve partir da Sibéria até a Mongólia. A construção deve começar dentro de dois anos. 

VEJA TAMBÉM — RECESSÃO é INEVITÁVEL nos EUA? I S&P de mal a pior I Hora de investir em AÇÕES DO EXTERIOR ou BDRs?

Além do gás: energia nuclear e carvão

Na contramão do mundo, que está em busca de fontes renováveis para a produção energética, tanto a China quanto a Rússia estão investindo nas formas antigas, como a queima de carvão, além da controversa energia nuclear. 

Em maio de 2021, Vladimir Putin e Xi Jinping participaram de um evento sobre a cooperação nuclear China-Rússia, em que um dos projetos era a construção conjunta de duas usinas nucleares na China.  

Nos últimos meses, o país chinês tem comprado mais carvão russo, aproveitando o desconto da Rússia, após as sanções dos outros países a outras commodities, como o gás natural e o petróleo. 

*Com informações de CNBC e Reuters 

Compartilhe

MAKE IT RAIN

Xi Jinping preocupado? China inicia novas medidas para tentar salvar a economia e a colheita; entenda

22 de agosto de 2022 - 9:10

O país asiático não só tenta apagar as chamas do dragão da desaceleração econômica, como também salvar a colheita do verão mais quente e seco de Pequim em 61 anos

EM FORTE QUEDA

China derruba preços do petróleo internacional e pode ajudar na redução da gasolina no Brasil; entenda

15 de agosto de 2022 - 11:06

Desde as máximas em março deste ano, o barril de petróleo Brent já recuou cerca de 26% com a perspectiva de desaceleração — e, possivelmente, recessão — global

COM PASSAGENS DE SAÍDA

Cinco empresas chinesas vão retirar seus ADRs da Bolsa de Nova York — saiba por quê

12 de agosto de 2022 - 17:02

As estatais anunciaram planos de retirada voluntária de seus ADRs ainda neste mês; a decisão acontece em meio à desacordo entre os órgãos reguladores da China e dos EUA

BOMBOU NAS REDES

A catástrofe na Rússia que Putin não quer que o Ocidente descubra: Estados Unidos e aliados estão causando um verdadeiro estrago na economia do país; veja os maiores impactos

11 de agosto de 2022 - 8:37

Enquanto algumas matérias derrotistas apontam a Rússia ‘à prova’ de sanções, um estudo de Yale afirma que os efeitos são catastróficos; entenda detalhes

ALERTA LARANJA

China contra-ataca: entenda o recado que Xi Jinping mandou ao lançar mísseis que caíram no Japão

4 de agosto de 2022 - 14:29

Governo japonês diz que cinco mísseis balísticos lançados por Pequim durante exercícios militares em torno de Taiwan caíram na zona econômica exclusiva do Japão pela primeira vez

TENSÃO NO AR

Tambores de uma nova guerra? Entenda por que Taiwan coloca China e Estados Unidos em pé de guerra

2 de agosto de 2022 - 14:56

Visita de Nancy Pelosi a Taiwan acirra tensões entre Estados Unidos e China em meio a disputa por hegemonia global

Tensão no ar

Após alertar Pelosi para não visitar Taiwan, China realiza exercícios militares na costa em frente à ilha

30 de julho de 2022 - 12:37

O Ministério da Defesa chinês alertou Washington, na última semana, para não permitir que a presidente da Câmara dos Deputados americana visite Taiwan

QUEDA DE BILHÕES

Como a crise imobiliária na China pulverizou metade da fortuna da mulher mais rica da Ásia

29 de julho de 2022 - 11:35

Yang Huiyan viu sua fortuna de US$ 23,7 bilhões cair pela metade nos últimos 12 meses; a bilionária controla a incorporadora Country Graden

TREASURIES NA BERLINDA

Por que a China e o Japão estão se desfazendo – em grande escala – de títulos do Tesouro do Estados Unidos

20 de julho de 2022 - 14:30

Volume de Treasuries em poder da China e do Japão estão nos níveis mais baixos em anos com alta da inflação e aumento dos juros nos EUA

MAIS DEMANDA

China impulsiona minério de ferro ao prometer financiamento ao setor imobiliário; Vale (VALE3) sobe mais de 2%

18 de julho de 2022 - 12:03

Governo chinês age para mitigar os crescentes riscos financeiros decorrentes da desaceleração do mercado imobiliário do país

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar