🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-05-20T11:01:05-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo pela Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Temor de recessão nos Estados Unidos derruba o dólar; Ibovespa opera em alta

19 de maio de 2022
9:08 - atualizado às 11:01

RESUMO DO DIA: As bolsas internacionais abriram o dia ampliando as perdas da sessão anterior. O medo da "estagflação" — estagnação econômica e inflação alta — começam a tomar contornos que assustam os investidores. Por aqui, o Ibovespa segue de olho na Eletrobras (ELET3), após o TCU dar aval para privatização da estatal.

Não deixe de conferir o nosso ao vivo desta sexta-feira (20) com as principais atualizações do mercado.

Acompanhe por aqui o que mexe com a bolsa, o dólar e os demais mercados hoje, além das principais notícias do dia.

FECHAMENTO EM NOVA YORK
  • Dow Jones: 0,75%
  • S&P500: 0,59%
  • Nasdaq: 0,26%

O dólar à vista recuou 1,32%, a R$ 4,9168.

O temor de recessão na maior economia do mundo enfraquece o dólar nesta quinta-feira (19). No Brasil, a moeda voltou a ser negociada abaixo de R$ 4,90

BR PROPERTIES DE CAIXA CHEIO

Em teleconferência nesta quinta-feira (19), a BR Properties esclareceu os detalhes da venda de cerca de 80% de seu portfólio para a Brookfield e os executivos da empresa brasileira confirmaram que parte do valor obtido com a transação pode ser destinado à distribuição de proventos.

A notícia, porém, não ajudou a alimentar o apetite pelas ações, que corrigem hoje parte dos ganhos registrados na última quarta-feira (18).

CONFIRA TODOS OS DETALHES

 

FECHAMENTO NA EUROPA
  • Frankfurt: -0,85%
  • Londres: -1,84%
  • Paris: -1,26%
  • Stoxx-600: -1,47%

O temor de que a inflação leve as maiores economias do mundo a um cenário de recessão persiste, mas os investidores começam a ampliar o apetite por risco após as fortes quedas recentes.

Nos Estados Unidos, as bolsas americanas operam mistas, ganhando força na última hora. O Ibovespa se beneficia desse movimento e o dólar volta a ser negociado a R$ 4,90. Por aqui, destaque para a aprovação da privatização da Eletrobras e o programa de recompra de ações anunciado pela CSN.

A ESPERANÇA DA TERCEIRA VIA

Depois de uma verdadeira briga de foice no escuro, os presidentes de PSDB, MDB e Cidadania definiram Simone Tebet como candidata única da chamada terceira via.

Conforme antecipado no início de abril, a definição sobre a candidatura única da terceira via foi anunciada na noite de ontem. A decisão ainda precisa passar pelo crivo das Executivas nacionais dos três partidos, que devem se reunir na próxima terça-feira, 24.

Entretanto, tudo indica que o ex-governador paulista João Doria foi rifado depois da enrolada decisão da pré-candidatura de seu partido, o PSDB.

CONFIRA OS DETALHES

O Ibovespa voltou a ampliar os seus ganhos com uma melhor pontual de humor nos Estados Unidos. Em Nova York, o Nasdaq passou ao campo positivo, operando em leve alta.

JUROS EM QUEDA

A retomada do apetite por risco no mercado brasileiro leva a curva de juros a operar em ajuste de baixa.

 

CÓDIGO NOME  ULT  FEC
DI1F23 DI jan/23 13,32% 13,33%
DI1F25 DI Jan/25 12,25% 12,37%
DI1F26 DI Jan/26 12,06% 12,20%
DI1F27 DI Jan/27 12,03% 12,16%
SOBE E DESCE DO IBOVESPA

O novo programa de recompra de ações anunciado pela CSN e pela CSN Mineração impulsionam os ganhos do Ibovespa hoje.

Confira os principais destaques positivos:

CÓDIGO NOME ULT VAR
CMIN3 CSN Mineração ON R$ 4,31 5,64%
CSNA3 CSN ON R$ 18,22 3,35%
USIM5 Usiminas PNA R$ 10,70 3,08%
GETT11 Getnet units R$ 3,61 2,85%
IGTI11 Iguatemi ON R$ 21,20 2,61%

Confira também as maiores quedas:

CÓDIGO NOME ULT VAR
HAPV3 Hapvida ON R$ 6,61 -2,94%
PRIO3 PetroRio ON R$ 24,67 -2,03%
DXCO3 Dexco ON R$ 11,59 -1,70%
NTCO3 Natura ON R$ 16,67 -1,65%
WEGE3 Weg ON R$ 26,01 -1,59%

O cenário adverso no exterior é um limitante, mas a bolsa brasileira começa a quinta-feira (19) buscando recuperação após as fortes perdas da sessão passada.
As preocupações com a política de covid zero na China e o futuro da economia americana persistem, mas o Ibovespa fica no azul com o avanço das siderúrgicas.
Liderando os ganhos do índice temos a CSN. Além do minério de ferro ter voltado ao campo positivo, a companhia anunciou um novo programa de recompra de ações.

O Ibovespa encerrou os leilões de abertura em alta de 0,18%, aos 106.441 pontos, enquanto o dólar à vista recua 1,34%, negociado a R$ 4,9160.

O índice futuro do Ibovespa não sustentou a alta da abertura e passou a cair 0,21%, aos 106.735 pontos.

O dólar à vista, por sua vez, cai 0,50%, negociado a R$ 4,9397.

JUROS FUTUROS ABREM EM QUEDA

A curva de juros futuros (DIs) abriu em queda hoje, na contramão da aversão ao risco global.

CÓDIGO NOME ULT FEC
DI1F23 DI jan/23 13,31% 13,33%
DI1F25 DI Jan/25 12,33% 12,38%
DI1F26 DI Jan/26 12,16% 12,20%
DI1F27 DI Jan/27 12,13% 12,17%

O ibovespa futuro abriu a sessão de hoje com alta volatilidade, registrando alta de 0,19%, aos 107.165 pontos.

Por sua vez, o dólar à vista abriu em queda de 0,84%, negociado a R$ 4,9409.

OPORTUNIDADE DE TRADE NA BOLSA

Confira a coluna do analista da Vitreo, Nilson Marcelo:

Oportunidade de swing trade: venda dos papéis do Santander (SANB11). Leia a coluna completa dele aqui. 

BOLSAS NO EXTERIOR

A cautela predomina no pregão de hoje e as bolsas internacionais ampliam as perdas da sessão anterior.

Permanece no radar o medo da “estagflação”, novos lockdowns na China e temores envolvendo o avanço dos juros nos Estados Unidos.

  • Dow Jones futuro: -1,11%
  • S&P 500 futuro: -1,17%
  • Nasdaq futuro: -1,24%
  • Euro Stoxx 50: -2,11%
  • Xangai (China): +0,36% (fechado)
  • Japão (Nikkei): -1,89% (fechado)
  • Petróleo Brent: US$ 108,34 (-0,70%)
  • Minério de ferro (Dalian, China): US$ 120,91 (+0,18%)

 

ESQUENTA DOS MERCADOS

Bom dia! As bolsas internacionais começam a sentir velhos temores se aproximando, entre eles, a volta da inflação alta e da estagnação econômica — momento conhecido como “estagflação”.

Esse cenário acontece em meio a revisão da projeção do PIB de países como China, Estados Unidos e da Zona do Euro, o que pode penalizar os índices nesta quinta-feira (19). 

Enquanto a atividade econômica cai, a inflação segue sua trajetória ascendente, registrando novos recordes na Europa continental e Reino Unido, de acordo com as leituras divulgadas na última quarta-feira (18).

O remédio para alta dos preços — a elevação dos juros, que reflete no encarecimento do crédito — reduz ainda mais o PIB e os países penam para sair desta espiral.

Com essa perspectiva em mente, os investidores também penalizam os papéis das empresas nas bolsas.

Começando pelo fechamento na Ásia e no Pacífico, os índices encerraram o pregão de hoje majoritariamente em queda, refletindo as perdas da sessão em Wall Street.

Por lá, as bolsas caíram mais de 4,5%, encerrando o pior dia em dois anos para as praças de Nova York. 

Na abertura da Europa, a cautela é a mesma: a pressão exercida por Nova York pesa e os índices recuam mais de 2% nas primeiras horas da manhã.

Os investidores locais do velho continente agora aguardam a ata da última reunião do Banco Central Europeu, que deve trazer novidades sobre a alta de juros na região. 

Por fim, os futuros de Nova York abrem o dia com sinal negativo mais uma vez, estendendo as perdas da sessão anterior. 

No fechamento de ontem, o Ibovespa seguiu a tendência de queda internacional e recuou 2,34%, aos 106.267 pontos.

O dólar à vista voltou a se aproximar da casa dos R$ 5 e subiu 0,80%, a R$ 4,9826. 

Prepare-se para o dia aqui e veja o que movimenta as bolsas, o dólar e o Ibovespa nesta quinta-feira.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

PROPOSTA

Aumento no Auxílio Brasil e mais: entenda os principais pontos da PEC dos Combustíveis, que deve custar R$ 38,7 bilhões fora do teto de gastos

Texto do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) inclui aumento de R$ 200 no Auxílio Brasil e R$ 1 mil para caminhoneiros

SECO COMO O DESERTO

Falta de liquidez pressiona e bitcoin (BTC) tenta sustentar US$ 20 mil; calote da Three Arrow pode despejar milhões em criptomoedas no mercado

A falta de liquidez gerou um aumento da volatilidade no mercado, após a crise da plataforma Celsius e do calote fundo 3AR — e a história está longe de acabar

RECALCULANDO A ROTA

Oi (OIBR3) sobe forte após balanço; para a Genial, o desconto ainda é bom e ações podem saltar mais 100% neste ano

A empresa de telecomunicações revelou ter saído de um prejuízo de R$ 3 bilhões para um lucro de R$ 1,9 bilhão no primeiro trimestre

EXILE ON WALL STREET

Por que é importante focar nos fundamentos de longo prazo de empresas antes de comprar ações na bolsa

O distanciamento do ruído de curto prazo e o aprofundamento dos conceitos e fundamentos das teses de investimento tendem a trazer muito mais valor no longo prazo

NOVO GATILHO

Fundo Three Arrows Capital pode ser obrigado a encerrar operações e pode desencadear nova crise no mercado de criptomoedas; entenda

Estima-se que o fundo tenha cerca de US$ 10 bilhões em criptomoedas e o despejo desse montante em cripto no mercado pode resultar na queda das cotações

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies