🔴 É HOJE! COMO COMPRAR CARROS COM ATÉ 50% DE DESCONTO NA TABELA FIPE – CONHEÇA A ESTRATÉGIA

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
CENTRAL DAS ELEIÇÕES

Eleições 2022: Datafolha mostra Lula à frente com 45%, contra 32% de Bolsonaro; Ciro e Tebet sobem

Acompanhe a cobertura ao vivo das eleições 2022 com as principais notícias sobre os principais candidatos à Presidência e nos Estados

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
1 de setembro de 2022
8:24 - atualizado às 22:02
Urna Eletrônica Central das Eleições SD
Urna Eletrônica - Imagem: Shutterstock / Montagem Brenda Silva

RESUMO DO DIA: Saiu na noite desta quinta-feira a nova pesquisa Datafolha para presidente, a primeira após a rodada de sabatinas do Jornal Nacional e do debate na Band. O levantamento mostra que Lula segue à frente de Bolsonaro na disputa eleitoral. Confira a sondagem e os principais lances do dia.

Datafolha: Lula vence Bolsonaro no 2º turno por 53% a 38%

A pesquisa Datafolha que acaba de ser divulgada mostra que o ex-presidente Lula (PT) vence a disputa no segundo turno contra Jair Bolsonaro, o atual ocupante do Palácio do Planalto. A diferença entre os dois candidatos, porém, diminuiu dois percentuais em relação ao levantamento anterior. Veja os números:

  • Lula (PT): 53%
  • Jair Bolsonaro (PL): 38%
  • Branco/nulo: 8%
  • Não sabe: 1%

Confira os detalhes da pesquisa Datafolha para presidente. 

Datafolha: Lula lidera com 45%; Bolsonaro tem 32%

A rodada mais recente da pesquisa Datafolha para a Presidência mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva segue na liderança, mas a diferença para Jair Bolsonaro caiu dois pontos percentuais. Veja os números a seguir:

  • Lula (PT): 45%
  • Jair Bolsonaro (PL): 32%
  • Ciro Gomes (PDT): 9%
  • Simone Tebet (MDB): 5%
  • Soraya (União): 1%
  • Pablo (PROS): 1%
  • Felipe d’Avila (Novo): 1%
  • Branco/Nulo: 4%
  • Não sabe: 2%

A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Bolsonaro diz que governo pode taxar lucros e dividendos para garantir Auxílio Brasil de R$ 600 em 2023

Se promessa é dívida, o presidente Jair Bolsonaro (PL) está tentando encontrar uma forma de quitar o débito com a população. Para isso, o chefe do Planalto pode apelar para a taxação de lucros e dividendos como forma de garantir o pagamento do Auxílio Brasil no valor R$ 600 em 2023.

Segundo Bolsonaro, a equipe econômica estuda fixar alíquota de 15% sobre ganhos acima de R$ 400 mil mensais. 

 “A gente não quer 27,5% [de taxação], a proposta da equipe econômica é 15%. Com essa taxação, é possível ainda fazer a correção da tabela do Imposto de Renda. Para botar [a manutenção do auxílio em R$ 600 na PLOA], tenho que achar espaço [no orçamento]. No momento, não tem espaço para isso”, afirmou Bolsonaro na tradicional transmissão semanal nas redes sociais.

Vale lembrar que a correção da tabela do Imposto de Renda também ficou de fora da proposta de orçamento do governo para o ano que vem. 

A declaração de Bolsonaro acontece após o governo ter enviado na quarta-feira (31) ao Congresso uma Proposta de Lei Orçamentária Anual (PLOA) de 2023 que prevê valor médio mensal de R$ 405 para o Auxílio Brasil — contrariando a promessa de manter R$ 600 atuais no ano que vem.

Confira os detalhes das declarações do presidente.

Nova pesquisa Datafolha mostra a disputa por estado; confira

A pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (01) mostrou como anda a disputa para os governos estaduais. Confira os embates nas principais regiões do país na comparação com o desempenho no levantamento passado.

São Paulo: 

  • Fernando Haddad (PT): 35% agora, 38% antes
  • Tarcísio de Freitas (Republicanos): 21% agora, 16% antes
  • Rodrigo Garcia (PSDB), com 15% agora, 11% antes

Carol Vigliar (UP) aparece com 2% das intenções de voto. Gabriel Colombo (PCB), Antônio Jorge (DC), Elvis Cezar (PDT), Vinícius Poit (Novo), Edson Dorta (PCO) e Altino Júnior (PSTU) têm 1%. Brancos e nulos são 12% e não sabem, 10%.

Minas Gerais:

  • Romeu Zema (Novo): 52% agora, 47% antes
  • Alexandre Kalil (PSD): 22% agora, 23% antes

Carlos Viana (PL) tem 4% das intenções. Vanessa Portugal (PSTU) aparece com 2%. Renata Regina (PCB), Lorene Figueiredo (PSOL), Cabo Tristão (PMB), Lourdes Francisco (PCO) e Marcus Pestana (PSDB) estão empatados com 1%. Brancos e nulos são 8%, e indecisos 7%.

Rio de Janeiro

  • Claudio Castro (PL): 26%
  • Marcelo Freixo (PSB): 23%  

Castro e Freixo mantiveram os mesmos percentuais do levantamento anterior e aparecem em empate técnico.

Rodrigo Neves (PDT) tem 5%, assim como  Eduardo Serra (PCB). Já Wilson Witzel (PMB) e Cyro Garcia (PSTU) aparecem com 4%. Juliete (UP) tem 2% e Paulo Ganime (NOVO) e Milton Temer (PSOL), somam 1%. 

Luiz Eugênio (PCO) foi citado, mas não alcançou 1%. Brancos ou nulos somam 19% e indecisos são 10%.

Após repercussão, site com críticas a Bolsonaro sai do ar

Após a repercussão, o domínio ‘bolsonaro.com.br’, comprado por um crítico do presidente Jair Bolsonaro (PL), saiu do ar nesta quinta-feira (01). 

O site, que antes era usado para exibir feitos positivos do governo federal, passou a publicar críticas e acusações contra a família Bolsonaro. Uma das publicações retratava o presidente da República como Adolf Hitler.

Ontem, o Ministério da Justiça pediu uma investigação da Polícia Federal (PF) sobre o site apócrifo. 

O ministro Anderson Torres enviou o pedido ao diretor-geral da PF, Márcio Nunes, para a abertura “imediata” de um inquérito. O documento cita indícios de crime contra a honra do presidente.

Nas redes sociais, o ministro disse que o site é um “ataque direto e grosseiro” a Bolsonaro.

O documento cita indícios de crime contra a honra do presidente. (Estadão Conteúdo)

 

Lula versus teto de gastos: “Não aceito essa ideia”

Sem apresentar qual seria a âncora fiscal em um eventual novo governo petista, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) voltou a criticar nesta quinta-feira (01) o teto de gastos. 

“Não aceito a ideia de criar teto de gastos. Teto de gastos é o compromisso moral que a gente tem com esse País. A gente não pode gastar mais do que arrecada, mas é preciso saber o que é gasto e o que é investimento para não ficar ‘tudo é gasto'”, disse. 

Dono de relação tensa com agentes do setor financeiro, Lula afirmou que se interessa mais pelo mercado que as mulheres entram para comprar comida. 

“Só se fala em mercado, mercado, mercado. O mercado que me interessa é aquele que as mulheres entram para comprar comida e que muitas vezes não conseguem levar aquilo que têm o direito de levar”, declarou, em evento com lideranças culturais em Belém. 

*Com informações do Estadão Conteúdo

De olho em reeleição, Bolsonaro comemora queda no preço da gasolina: “Toda semana uma boa notícia”

O presidente Jair Bolsonaro (PL) comemorou no Twitter o anúncio desta nesta quinta-feira (01) da Petrobras de nova redução no preço da gasolina a partir de amanhã.

Bolsonaro havia dado um spoiler no dia anterior do que poderia ser anunciado hoje. 

“Dos combustíveis, toda semana temos uma boa notícia. Hoje é quarta-feira. Eu acho que até sexta vai ter mais uma boa notícia, porque está sendo uma prática do novo presidente da Petrobras”, afirmou. 

Esta é a quarta vez desde julho que a Petrobras reduz o preço da gasolina nas refinarias, graças à queda no valor do barril de petróleo no mercado externo. A política de preços praticada pela estatal, de paridade internacional, leva em conta a variação do dólar e do barril de petróleo tipo Brent, negociado em Londres.

Além disso, os preços dos combustíveis estão mais baixos devido ao teto de 17% para o ICMS cobrado nos Estados sobre esses produtos. A medida, patrocinada pelo Palácio do Planalto, foi aprovada no Congresso às vésperas da eleição.

Saiba os detalhes da redução de preços anunciada hoje pela Petrobras. 

 

TSE decidiu: eleitor que se recusar a entregar celular não poderá votar

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou nesta quinta-feira (01), resolução com as regras sobre proibição de uso de armas e celulares nos locais de votação. 

O eleitor terá que entregar o celular desligado ao mesário da seção eleitoral. Quem se recusar a fazê-lo, não poderá votar, diz o texto referendado pelos ministros da Corte eleitoral.

A mesa que coordena os trabalhos nos locais de votação também será autorizada a convocar as forças de segurança pública para lidar com o descumprimento das regras eleitorais.

Os celulares e demais dispositivos, como câmeras e rádios, deverão ser entregues desligados ao mesário junto com o título de eleitor. Os equipamentos serão devolvidos ao término da votação.

Os juízes das seções eleitorais poderão solicitar antecipadamente ao TSE o uso de detectores de metais para garantir o cumprimento das regras, caso sejam comprovados os riscos de conflito naquela localidade.

Bolsonaro deve reforçar vitrine da economia após o PIB, mas Lula tem dois trunfos na manga

“É a economia, estúpido!” Nos últimos dias, a campanha à reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL) resgatou a conhecida máxima de James Carville, consultor político de Bill Clinton.

E o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) do segundo trimestre indica que a estratégia de colocar a economia na vitrine foi correta.

Bolsonaro ganhou uma carta importante na disputa pela reeleição com PIB acima do esperado no segundo trimestre.

Entretanto, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva também tem o que mostrar na economia.

Confira na análise de Vinícius Pinheiro como o resultado do PIB no segundo trimestre pode se converter em trunfo para os dois principais candidatos à presidência.

Por unanimidade, TSE barra candidatura de Roberto Jefferson, do PTB

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) barrou nesta quinta-feira a candidatura de Roberto Jefferson, do PTB.

Por 7 votos a zero, os juízes do TSE rejeitaram hoje o registro da candidatura do petebista, que está em prisão domiciliar desde janeiro.

O PTB tem agora dez dias para decidir por um novo candidato.

'Má fé', diz Ciro Gomes ao rebater críticas por frase polêmica sobre favela

O candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, usou suas redes sociais para se defender das críticas feitas a ele por uma declaração em evento com empresários

Ciro foi acusado de elitismo por ter dito durante palestra na Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) que o público do evento era “gente preparada”. E arrematou: “Imagina explicar isso na favela”.

A declaração gerou repercussão negativa e foi criticada por aliados dos adversários do pedetista nas urnas.

Ciro negou que tenha menosprezado os moradores de favela e classificou as críticas que recebeu como “má fé” e “hipocrisia”.

Ele alegou que os temas por ele abordados na Firjan são “capazes de ser entendidos por poucos” e disse que sua fala foi uma “autocrítica” por ter usado termos técnicos em sua palestra.

Confira o tuíte:

Por ‘segurança’, governo suspende expediente na Esplanada dos Ministérios na véspera do 7 de Setembro

O governo federal determinou que, em caráter excepcional, não haverá expediente no dia 6 de setembro deste ano nas unidades administrativas dos órgãos e das entidades da administração pública federal localizadas na Esplanada nos Ministérios, em Brasília, “em razão de medidas de segurança de área”.

No dia seguinte, 7 de setembro, o local sediará desfile militar e escolar em comemoração ao Bicentenário da Independência do Brasil, com a presença do presidente Jair Bolsonaro e outras autoridades.

A decisão consta de portaria do Ministério da Economia publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira.

“Cabe aos dirigentes dos órgãos e entidades, nas respectivas áreas de competência, assegurar a integral preservação e o funcionamento dos serviços considerados essenciais ou estratégicos, inclusive os relacionados à realização do evento ‘Desfile Cívico-Militar por ocasião das Comemorações do Bicentenário da Independência do Brasil’, cita o ato.

'Imagine explicar na favela': a gafe de Ciro em fala a empresários

O candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes (PDT), afirmou a um grupo de empresários no Rio que estava falando para “pessoas preparadas” ao explicar parte do seu plano econômico e de projetos para a indústria.

Na sequência, em declaração que logo gerou críticas nas redes sociais, questionou se seria compreendido da mesma forma em outro ambiente social. “Imagina explicar isso na favela”, disse.

A fala de Ciro foi dada em um almoço com empresários organizado pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) na quarta-feira.

Alckmin defende investigação de compra de imóveis pela família Bolsonaro com dinheiro vivo

O candidato à vice-Presidência da República na chapa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Geraldo Alckmin (PSB), afirmou que a compra de imóveis pela família do presidente Jair Bolsonaro (PL) em dinheiro vivo deve ser investigada. “Sempre tem de investigar. Esse é o caminho: esclarecer, prestar contas. Vida pública, como o nome já diz, tem de prestar contas permanentemente”, afirmou Alckmin, durante evento de campanha em Cotia, cidade na região metropolitana de São Paulo, na quarta-feira.

Para o ex-governador paulista, a democracia brasileira “está correndo risco” e associou a falta de transparência a governos autocráticos.

“Hoje, o que divide o mundo é democracia e autocracia. Democracia quem manda é o povo, você tem de prestar conta, tem de ter transparência. Autocracia o governo é o poderoso, é o chefão, é o ditador, é a vontade dele acima da lei, à margem da lei. A democracia no Brasil está correndo risco”, adiciona o candidato.

Simone Tebet sai em defesa de sua vice por orçamento secreto

A candidata do MDB à Presidência da República, Simone Tebet, saiu em defesa da vice Mara Gabrilli (PSDB-SP), após reportagem do Estadão revelar que a senadora destinou R$ 19,2 milhões em emendas do orçamento secreto em 2020.

A candidata afirmou que nunca criticou todos que utilizam as emendas, mas sim aqueles que omitem sua destinação.

“Parabéns, Mara Gabrilli, por ter sido a primeira a abrir as contas. É isso que nós queremos do homem público. O dinheiro é do povo e nós temos que dar transparência”, afirmou a jornalistas.

De acordo com documentos enviados ao Supremo Tribunal Federal (STF), Gabrilli enviou verbas para 19 municípios com recursos para postos de saúde e hospitais.

A declaração ocorreu após encontro com membros do Observatório da Democracia do Parlamento do Mercosul que participarão da fiscalização das eleições de outubro.

PGR pede manutenção do sigilo de mensagens entre Aras e empresário investigado por atos antidemocráticos

A Procuradoria-Geral da República (PGR) defende a manutenção do sigilo de supostas conversas entre o procurador-geral da República, Augusto Aras, e ao menos um empresário bolsonarista de um grupo que foi alvo de operação da Polícia Federal na semana passada por suspeita de apologia de um golpe de Estado.

O pedido para tornar as conversas públicas foi feito pelos senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Renan Calheiros (MDB-AL), Humberto Costa (PT-PE) e Fabiano Contarato (PT-ES). Eles cobraram o “escrutínio social e amplo das reais intenções de determinadas autoridades federais”.

A existência de conversas entre Aras e pelo menos um empresário alvo da ação da semana passada foi revelada pelo Jota. Conforme o site, Aras, que acumula a PGR com a Procuradoria-Geral Eleitoral, trocou mensagens com Meyer Nigri, dono da construtora Tecnisa, de quem é amigo.

A interlocutores, o procurador-geral disse que estava “tranquilo”, pois os diálogos com Nigri foram “triviais” e tratavam de livros, obras de arte e vinhos.

A vice-procuradora-geral da República Lindôra Araújo, braço direito de Aras, alegou em sua manifestação que os senadores estão tentando se “autopromover” em “pleno período eleitoral”.

Confira a agenda dos candidatos hoje

Confira a seguir a agenda dos candidatos nesta quinta-feira, 1º de setembro.

José Maria Eymael (DC), Sofia Manzano (PCB) e Vera Lucia (PSTU) não divulgaram agenda pública. Roberto Jefferson (PTB) está em prisão domiciliar e não tem agenda pública prevista.

  • Ciro Gomes (PDT): o candidato estará em São Paulo. Às 10h, ele participa da entrega do plano “País pela Infância e Adolescência” – Movimento Agenda 227, no Instituto Alana. Às 20h, concede entrevista à CNN.
  • Felipe D’Ávila (Novo): a agenda será em Piracicaba (SP). O candidato visitará a AgTech Garage – Campus, às 10h30; fará uma caminha no centro da cidade, às 12h15; almoçará no restaurante Monte Sul, às 12h30; dará entrevista na Associação Comercial e Industrial de Piracicaba, às 14h30; visitará a Escola Superior de Agricultura da USP, às 16h; e encerrará a agenda na cervejaria Green Fish Brewing, às 17h.
  • Jair Bolsonaro (PL): o candidato participará de sabatinas na RedeTV e no SBT, em São Paulo.
  • Léo Péricles (UP): a campanha será em Caruaru (PE) e incluirá uma caminhada no Alto do Moura, às 10h30; um almoço com movimentos sociais, às 12h; uma visita ao Morro Bom Jesus, às 15h; uma panfletagem no centro, às 16h; e uma plenária com a militância e apoiadores, às 18h.
  • Luiz Inácio Lula da Silva (PT): o candidato em agenda em Belém. O primeiro compromisso será no Ato da Cultura com Lula, às 10h, no Teatro da Paz, no centro da cidade. Às 18h, participa do evento Todos Juntos pelo Pará, no Espaço Náutico Marine Clube, em Guamá.
  • Simone Tebet (MDB): a candidata estará no Rio Grande do Sul. Às 10h45, visita a Chácara da Fumaça, na comunidade Mário Quintana, em Porto Alegre, acompanhada pelo prefeito Sebastião Melo. Às 12h40, almoça com o prefeito e o Senador Pedro Simon, no Restaurante Naval, no Centro Histórico de Porto Alegre. Às 14h, visita à Expointer – Feira Nacional e Internacional de Agropecuária, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS).
  • Soraya Thronicke (União Brasil): a agenda começa em Brasília, com uma reunião com a equipe de assessoria de imprensa da campanha, às 9h. Às 13h, concede entrevista à revista IstoÉ. Depois, viaja para São Paulo, onde, às 19h, participa do lançamento da campanha a deputado estadual de Jorge Tadeu (União Brasil) e à deputada federal de Sandra Tadeu (União Brasil), no Ginásio Poliesportivo do Clube Elite Itaquerense.

Compartilhe

MERCADOS AO VIVO

Bolsa hoje: Cautela segue em alta no exterior e Ibovespa cai quase 1%; dólar desacelera ganhos

16 de setembro de 2022 - 9:04

RESUMO DO DIA: Com a agenda esvaziada, as bolsas internacionais operam em tom negativo nesta sexta-feira (16). Os investidores seguem mais cautelosos na expectativa de alta de juros americanos pelo Federal Reserve e elevação da taxa Selic pelo Banco Central do Brasil, na próxima semana. O Ibovespa tende a acompanhar o exterior. Acompanhe por aqui […]

MERCADOS AO VIVO

Bolsa hoje: Ibovespa ignora avanço de mais de 1% da prévia do PIB e cai; dólar fica acima de R$ 5,20

15 de setembro de 2022 - 9:09

RESUMO DO DIA: As bolsas internacionais operam sem direção definida nesta quinta-feira (15), com a agenda cheia no exterior e no Brasil. No cenário doméstico, o principal destaque do dia é o crescimento do IBC-Br, a prévia do PIB, de julho acima do esperado. Os investidores também reagem aos dados de vendas do varejo em […]

MERCADOS AO VIVO

Bolsa hoje: Ibovespa tenta engatar recuperação, mas varejo e siderurgia pesam contra; Magazine Luiza (MGLU3) cai 5% após decepção com dados

14 de setembro de 2022 - 9:05

RESUMO DO DIA: As bolsas internacionais operam sem direção definida nesta quarta-feira (14). Os investidores digerem a alta na inflação dos EUA em agosto e reagem ao índice dos preços para o produtor (PPI), já com a expectativa de alta nos juros na próxima reunião do Federal Reserve (Fed). No cenário doméstico, o Ibovespa reage […]

CENTRAL DAS ELEIÇÕES

Eleições 2022: Vitória de Lula em 1º turno é possível? Descubra aqui

14 de setembro de 2022 - 6:00

Acompanhe a cobertura ao vivo das eleições 2022 com as principais notícias sobre os principais candidatos à Presidência e nos Estados

MERCADOS AO VIVO

Bolsa hoje: Ibovespa recua mais de 2% após avanço da inflação nos EUA; dólar tem forte alta

13 de setembro de 2022 - 9:03

RESUMO DO DIA: As bolsas internacionais, que iniciaram o dia em leve alta nesta terça-feira (13), reagem ao avanço da inflação nos EUA em agosto. Com isso, os investidores mantêm a expectativa de alta nos juros americanos em 75 pontos-base na próxima reunião do Federal Reserve (Fed). Sem destaques no cenário doméstico, o Ibovespa deve […]

CENTRAL DAS ELEIÇÕES

Eleições 2022: Bolsonaro diz que vai ‘passar a faixa’ e se aposentar caso não consiga se reeleger

13 de setembro de 2022 - 5:47

Acompanhe a cobertura ao vivo das eleições 2022 com as principais notícias sobre os principais candidatos à Presidência e nos Estados

MERCADOS AO VIVO

Bolsa hoje: Ibovespa desacelera alta e dólar cai abaixo dos R$ 5,10; Magazine Luiza (MGLU3) lidera ganhos

12 de setembro de 2022 - 9:04

RESUMO DO DIA: As bolsas internacionais operam em alta nesta segunda-feira (12), sem negociações na China em razão de feriado local. Os investidores aguardam o índice de preços ao consumidos (CPI) nos EUA, que será divulgado amanhã. Com a agenda cheia no cenário doméstico, o Ibovespa deve reagir à deflação da primeira prévia do IGP-M […]

CENTRAL DAS ELEIÇÕES

Eleições 2022: Lula segue 13 pontos à frente de Bolsonaro no 2º turno na pesquisa BTG/FSB

12 de setembro de 2022 - 7:14

Acompanhe a cobertura ao vivo das eleições 2022 com as principais notícias sobre os principais candidatos à Presidência e nos Estados

MERCADOS AO VIVO

Bolsa hoje: Ibovespa opera em alta de 2% impulsionado por commodities e maior apetite por risco no exterior; dólar cai

9 de setembro de 2022 - 9:04

RESUMO DO DIA: As bolsas internacionais operam em tom positivo nesta sexta-feira (9). Os investidores reagem à desaceleração da inflação na China, o que aumenta a expectativa por injeção de novos estímulos pelo governo. No cenário doméstico, o Ibovespa deve refletir o IPCA, que indicou uma deflação de 0,36% em agosto.

CENTRAL DAS ELEIÇÕES

Eleições 2022: Lula tem 45% das intenções de voto e Bolsonaro 34% — confira os novos números do Datafolha

9 de setembro de 2022 - 8:58

Acompanhe a cobertura ao vivo das eleições 2022 com as principais notícias sobre os principais candidatos à Presidência e nos Estados

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar