A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2022-07-06T17:19:48-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo pela Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
MERCADOS AO VIVO

Bolsa hoje: Publicação da ata do Fed traz volatilidade mas Ibovespa se firma em alta; dólar avança mais de 1%

6 de julho de 2022
9:05 - atualizado às 17:19

RESUMO DO DIA: As bolsas internacionais amanheceram em queda, de olho na fraqueza da atividade econômica dos principais países do mundo. A expectativa é de uma mudança de tom na ata do Fomc, o Copom americano, na tarde de hoje. Por aqui, a PEC dos Combustíveis segue pressionando os negócios.

Acompanhe por aqui o que mexe com a bolsa, o dólar e os demais mercados globais hoje, além das principais notícias do dia.

O Ibovespa encerrou o dia em alta de 0,43%, a 98.9718 pontos.

  • S&P 500: +0,36%
    Nasdaq: +0,35%
    Dow Jones: +0,22%

O dólar à vista encerrou o dia em alta de 0,60%, a R$ 5,4219.

CAÇA ÀS BARGANHAS

Com as bolsas internacionais se firmando em alta e o Ibovespa acompanhando o movimento, o setor de varejo não é o único a correr atrás do tempo perdido.

O setor de educação também aproveita para recuperar espaço. Fora do Ibovespa, as ações da Ser Educacional (SEER3) sobem mais de 15%. Yduqs (YDUQ3) e Cogna (COGN3) oscilam próximos de 10% de avanço.

Em contrapartida, a alta do dólar em escala global pressiona as empresas do setor aéreo.

BOLSAS REAGEM À ATA DO FED

A ata da mais recente reunião do Federal Reserve deu um certo alívio aos mercados de Nova York. Após a divulgação do documento, os índices passaram a operar com volatilidade, em uma tímida reação de alta.

Os dirigentes entendem que o cenário mudou da reunião de maio para cá, e que um novo aumento nos juros não deve ultrapassar os 75 pontos-base. Ainda na publicação, os representantes do Fed afirmam ser “crucial retormar a meta da inflação”.

No mesmo horário o Ibovespa também acompanhava as oscilações de Wall Street.

Já o dólar à vista fortaleceu a tendência de alta e passou a subir 1,08%, cotado a R$ 5,4437.

Confira mais detalhes aqui.

ATA DO FED

Os membros do Fed se mostrara favoráveis a uma alta de 0,50 ou 0,75 pontos percentuais nos juros norte-americanos na próxima reunião, como mostrou a ata do mais recente encontro do comitê de mercado aberto — o Copom dos EUA.

Os integrantes da autoridade monetária ainda entendem que um aperto maior dos juros somado a uma alta da inflação pode levar à desaceleração econômica.

No mesmo horário, as bolsas de Nova York registravam leves quedas.

QUEM É O SHOPPING PREFERIDO DO ITAÚ?

Para o Itaú BBA, sim. A Multiplan (MULT3) é a queridinha do banco de investimentos quando o assunto é administradoras de shoppings.

A recomendação para os papéis MULT3 é de compra, com preço-alvo de R$ 30 para 2022 — o que representa um potencial de valorização de 33% em relação ao fechamento de ontem.

Na terça-feira (05) a prévia operacional do segundo trimestre da Multiplan mostrou que a quebra de recordes deve se repetir.

Leia mais na nossa matéria sobre os melhores shoppings da bolsa. 

Apesar da queda de quase 10% vista ontem no preço do barril de petróleo, a commodity voltou a ampliar as perdas nesta quarta-feira (06).

Por volta das 14h, a queda na cotação era de cerca de 3%, aos US$ 100.  Com isso, as empresas petroleiras voltam a dominar as maiores quedas do dia.

FECHAMENTO NA EUROPA
  • Frankfurt: +1,57%
  • Londres: +1,27%
  • Paris: +2,03%
  • Stoxx-600: +1,69%
PLANTÃO ELEIÇÕES

As eleições presidenciais estão cada vez mais próximas. Com isso, o número de eleitores indecisos diminui a cada semana que passa. E, à medida que os brasileiros definem seus votos, consolida-se a polarização entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o atual inquilino do Palácio do Planalto, Jair Bolsonaro (PL).

Confira os números da última pesquisa eleitoral divulgada

O Ibovespa segue em ritmo de queda com a piora das bolsas de Nova York. O principal índice da B3 cai 0,69%, aos 97.694 pontos.

No mesmo horário, o dólar à vista avançava 1,35%, aos R$ 5,4587.

MOVIMENTAÇÃO NA ITAÚSA (ITSA4)

Após fechar a compra da fatia da Andrade Gutierrez na CCR (CCRO3), a Itaúsa (ITSA4) também vendeu parte da sua participação detida na XP.

A Itaúsa anunciou há pouco a venda de 7 milhões de ações classe A da XP, por cerca de R$ 665 milhões. Com isso, a holding continua detendo pouco mais de 57,4 milhões de papéis ON da corretora — uma fatia que corresponde a 10,31% do capital social total e a 3,68% do capital votante.

CONFIRA TODOS OS DETALHES DA OPERAÇÃO

SOBE E DESCE DO IBOVESPA

Confira as maiores altas da sessão:

CÓDIGO NOME ULT VAR
NTCO3 Natura ON R$ 14,26 8,11%
VIIA3 Via ON R$ 2,20 7,84%
MGLU3 Magazine Luiza ON R$ 2,53 6,30%
HAPV3 Hapvida ON R$ 6,59 6,12%
CASH3 Meliuz ON R$ 1,25 5,93%

Confira também as maiores quedas:

CÓDIGO NOME ULT VAR
RRRP3 3R Petroleum ON R$ 31,85 -5,15%
GOLL4 Gol PN R$ 8,39 -4,00%
AZUL4 Azul PN R$ 11,88 -3,73%
PRIO3 PetroRio ON R$ 20,47 -3,31%
BRKM5 Braskem PNA R$ 34,21 -3,14%

Nos últimos minutos, a bolsa brasileira e os principais índices americanos reduziram o ritmo de alta após a divulgação de alguns dados da economia dos Estados Unidos.

Primeiro, o índice de gerente de compras (PMI, na sigla em inglês) recuou menos que o esperado, indicando que o Federal Reserve pode ter mais espaço para elevar os juros.

Depois, o relatório de emprego Jolts, considerado uma prévia do payroll, mostrou que a abertura de novos postos de trabalho caiu a 11,254 milhões em maio.

No aguardo da ata da última reunião do Federal Reserve, as bolsas internacionais operam em alta, deixando de lado o forte mau humor que tomou conta dos negócios ontem.

No Brasil, apesar da queda do minério de ferro e do petróleo, o Ibovespa tenta se firmar em alta, retomando o patamar dos 99 mil pontos.

A discussão em torno da PEC dos benefícios segue no radar dos investidores, que aguardam um desfecho mais favorável aos cofres públicos.

O Ibovespa encerrou os leilões de abertura com alta volatilidade e passou a subir 0,18%, aos 98.470 pontos.

No mesmo horário o dólar à vista sobe 0,38%, cotado a R$ 5,4070.

DIRETAMENTE DE NOVA YORK

A Ambipar (AMBP3), que ganhou um fôlego impressionante após seu IPO e chegou a fazer pelo menos 30 aquisições após sua abertura de capital, quer expandir seus horizontes e almeja chegar aos Estados Unidos: após levantar US$ 168 milhões com investidores, a ideia é que sua subsidiária Emergência Participações cresça e abra capital na bolsa de Nova York (NYSE) após uma fusão com a HPX Corp.

Leia mais na nossa matéria completa sobre a empresa. 

BOLSAS LÁ FORA PIORAM

Os futuros de Nova York aceleraram queda, enquanto as bolsas da Europa tentam emplacar recuperação hoje.

A alta volatilidade dos índices acontece antes da divulgação da ata da mais recente reunião do Federal Reserve.

Confira:

  • Dow Jones futuro: -0,24%
  • S&P 500 futuro: -0,30%
  • Nasdaq futuro: -0,36%
  • Euro Stoxx 50: +1,61%
  • Xangai (China): -1,43% (fechado)
  • Nikkei (Japão): -1,15% (fechado)

O Ibovespa futuro abriu em queda de 0,45%, aos 98.995 pontos, enquanto o dólar à vista inicia o dia em alta de 0,37%, cotado a R$ 5,4090.

HYPERA (HYPE3) NA MESA?

As ações da Hypera (HYPE3) devem ter um dia movimentado pela frente: segundo matéria do Pipeline, a companhia estaria negociando uma possível fusão com um de seus rivais — a Eurofarma e o grupo NC, dono da EMS, seriam os dois principais concorrentes nas tratativas.

Até o momento, não há manifestação oficial por parte da companhia quanto à notícia — o SD entrou em contato com a empresa, mas ainda não obteve resposta; as ações HYPE3 acumulam alta de 35% desde o começo de 2022 e são um dos destaques positivos do Ibovespa no ano.

OPORTUNIDADE DE SWING TRADE NA B3

O nosso colunista Nilson Marcelo identificou uma oportunidade de swing trade na B3 hoje: lucros de aproximadamente 5% em swing trade com a B3 (B3SA3).

Confira a recomendação na íntegra.

BOLSAS PELO MUNDO

Os índices internacionais reagem de maneira negativa antes da ata da mais recente reunião do Federal Reserve. A expectativa geral é de que o Fomc — o Copom americano — alivie o ritmo de alta dos juros em meio a sinais de que o mundo possa entrar em recessão.

Ainda, permanece no radar os primeiros dados em emprego dos Estados Unidos, medido pelo realtório Jolts. O indicador mais esperado da semana é o payroll, divulgado na sexta-feira (08).

Confira aqui:

  • Dow Jones futuro: -0,07%
  • S&P 500 futuro: -0,10%
  • Nasdaq futuro: -0,13%
  • Euro Stoxx 50: +1,49%
  • Xangai (China): -1,43% (fechado)
  • Nikkei (Japão): -1,15% (fechado)
  • Petróleo Brent: US$ 103,69 (+0,90%)
  • Minério de ferro (Dalian, China): US$ 111,49 (+1,84%)
ESQUENTA DOS MERCADOS

Bom dia! As bolsas de valores internacionais patinam nesta quarta-feira, com os investidores diante do que alguns analistas consideram como a última chance de tentar prever os rumos da política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano).

Os índices futuros de Wall Street sinalizam abertura em queda antes da divulgação, prevista para a tarde de hoje, da ata da última reunião do Fomc, o comitê de política monetária do Fed, realizada no mês passado.

Na Ásia, as principais bolsas de valores fecharam em queda diante das preocupações com uma nova onda de casos de covid-19 em Xangai depois do afrouxamento parcial das medidas de restrição impostas pela China.

Enquanto isso, na Europa, os índices de ações abriram em alta, mas o movimento é visto como um ajuste depois do recuo observado na sessão na véspera.

Confira o que movimenta as bolsas, o dólar e o Ibovespa hoje. 

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

NOITE CRIPTO

Bitcoin (BTC) sobe, mas perde o protagonismo para o ethereum (ETH); entenda

12 de agosto de 2022 - 20:29

Além de aproveitar a inflação dos EUA mais branda, o que ajudou as criptomoedas em geral, o ETH se beneficiou dos progressos na direção do The Merge

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Magalu (MGLU3) dispara, BC amigo das criptomoedas e outros destaques do dia

12 de agosto de 2022 - 19:07

O mercado financeiro começou a semana olhando aterrorizado para os céus. Já era esperado que os dias fossem marcados pelo avistamento de dragões no ar, mas não se sabia ao certo o tamanho da encrenca que precisaria ser enfrentada.  Com traumas dos episódios recentes, quando a cada mês a ameaça se mostrava maior e mais […]

FECHAMENTO DO DI

Alívio com inflação leva Ibovespa a subir 6% na semana; Magazine Luiza (MGLU3), Hapvida (HAPV3) e Via (VIIA3) disparam após balanço

12 de agosto de 2022 - 18:41

Os indicadores melhores do que o esperado deram um respiro para o Ibovespa nesta semana; dólar caiu quase 2%

SEMANA EM CRIPTO

Ethereum (ETH) rouba a cena e dispara 14%, mas bitcoin (BTC) encerra semana acima dos US$ 24 mil; saiba o que esperar das criptomoedas

12 de agosto de 2022 - 17:56

O otimismo com a atualização do éter, as sanções ao Tornado Cash e o real digital são alguns dos destaque da semana

FEBRABAN TECH 2022

Setor financeiro melhora planos para o metaverso e já fala em criptomoedas como ‘espinha dorsal’ do processo — mas isso vai levar algum tempo; entenda

12 de agosto de 2022 - 17:40

O Febraban Tech 2022 foi realizado entre os dias 9 e 11 de agosto, em São Paulo; confira alguns destaques

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies