Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-08-12T11:39:49-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Entrando em forma

Com parte das academias ainda fechadas, Smart Fit tem prejuízo no 2º trimestre, mas para de perder clientes

A expectativa é que os números do terceiro trimestre venham melhores. No fim de julho, a Smart Fit contava com 100% das unidades em operação, maior índice desde o início da pandemia

12 de agosto de 2021
9:16 - atualizado às 11:39
Smart fit
Imagem: Divulgação/Facebook

Os números do primeiro balanço da Smart Fit (SMFT3) após oferta pública inicial de ações (IPO) realizada em julho ainda mostram uma empresa em busca da melhor forma após os estragos provocados pela pandemia da covid-19 nos negócios. A rede de academias registrou prejuízo de R$ 175,2 milhões no segundo trimestre deste ano.

Embora ruim, o resultado foi melhor que a perda de R$ 272,2 milhões do mesmo período de 2020, quando praticamente todas as unidades estavam fechadas.

A receita líquida atingiu R$ 343,2 milhões, cinco vezes mais do que no segundo trimestre do ano passado, quando a Smart Fit isentou os clientes da cobrança de mensalidades. Apesar da melhora, a receita segue bem abaixo dos níveis pré-pandemia, quando chegou à casa de R$ 603 milhões.

A expectativa é que os números do terceiro trimestre venham melhores. No fim de julho, a Smart Fit contava com 100% das unidades em operação, maior índice desde o início da pandemia.

A reabertura gradual com o avanço da vacinação já se reflete nos resultados da companhia. Depois de quatro trimestres consecutivos de queda, o número de clientes das academias mostrou estabilidade e encerrou junho em 2,381 milhões. No mês passado, com o relaxamento das restrições à circulação, a Smart Fit ganhou 84 mil novos clientes.

Com as portas fechadas em meio à pandemia, a empresa se voltou para o digital e fechou a aquisição do Queima Diária no ano passado. A estratégia tem se mostrado promissora. Do total de usuários, 435 mil são exclusivamente digitais, uma expansão de 15% no semestre.

A própria Smart Fit alerta, contudo, que o ritmo pré-pandemia ainda pode levar um tempo maior a ser alcançado, já que as unidades, mesmo abertas, operam com limitações no número de horas e ocupação.

Leia também:

Expansão da Smart Fit e IPO

Apesar do baque da covid-19, a Smart Fit dobrou a aposta na expansão da rede. Foram 81 academias inauguradas nos primeiros seis meses deste ano, contra 74 ao longo de 2020. Com isso, o total de unidades chegou a 981 em junho, um aumento de 15% em 12 meses.

Do total de academias abertas, 54 foram no Brasil e 26 na América Latina, com destaque para Peru e Colômbia. No mês passado, a rede anunciou a compra da Just Fit, que possui 27 unidades no Estado de São Paulo. Confira a íntegra do release de divulgação de resultados da companhia.

A estratégia de crescimento deve ser reforçada com a captação de R$ 2,645 bilhões dos novos sócios que a Smart Fit ganhou após o IPO na B3. Desde a estreia, no dia 14 de julho, as ações (SMFT3) acumulam alta de 21,7%. No fechamento de ontem, os papéis eram negociados a R$ 28,00.

Será que vale a pena comprar as ações da Smart Fit (SMFT3)? Confira a resposta nesta análise exclusiva para o canal do Seu Dinheiro no Youtube (aproveite e se inscreva no nosso canal para receber outras análises importantes para o seu bolso neste link):

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Mais uma na lista

Corretora de criptomoedas Huobi Global, uma das maiores do mundo, restringe negociações na China

A plataforma também informou que retirará gradualmente as contas existentes no gigante asiático até o fim de 2021

Uma nova gigante tech

Infracommerce (IFCM3) dispara 10% com “aquisição transformacional”; outras techs sentem o baque e caem

A Infracommerce (IFCM3) acertou a compra da Synapcom, ganhando escala no B2B — e pagando um preço relativamente baixo pela rival

NOVO SUSTO

Em crise de liquidez, concorrente da Evergrande esboça pedido de apoio a governo de cidade chinesa

Notícia provocou queda acentuada nas ações da Sunac, que fecharam hoje no nível mais baixo em 4 anos

Crédito disponível

Com juros salgados, Caixa libera empréstimo de até R$ 1.000 no aplicativo Caixa Tem; veja condições

O crédito ficará disponível para assalariados, autônomos, beneficiários de programas sociais e de políticas públicas de distribuição de renda

Bolsa hoje

Destaques do Ibovespa: frigoríficos e empresas ligadas a commodities lideram altas em dia de recuperação; Locaweb (LWSA3) é maior queda

Confira os destaques do pregão desta segunda-feira (27) e não deixe de acompanhar as principais notícias do dia na nossa cobertura de mercados

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies