Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-08-14T18:26:54-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
expansão do ecossistema

Os planos da Natural da Terra, após ser adquirida pela Americanas (AMER3)

Companhia planeja aumentar o número de unidades “Leve”, que são lojas menores de até 200 m², para funcionar como as antigas quitandas de bairro

14 de agosto de 2021
18:23 - atualizado às 18:26
Fachada da Hortifruti Natural da Terra, compara pela Americanas (AME3)
Fachada da Hortifruti Natural da Terra, compara pela Americanas (AME3) - Imagem: Divulgação

Após ser adquirida pela Americanas (AMER3) por R$ 2,1 bilhões, a rede varejista Hortifruti e Natural da Terra se prepara para acelerar a expansão física e de vendas digitais.

O plano já vinha sendo colocado em prática nos últimos anos pelo presidente da empresa, Thiago Picolo, que assumiu o negócio em 2019. A ordem é não ficar parado enquanto não há o aval do Cade para a transação.

Por isso, segundo Picolo, que deve seguir no comando da empresa mesmo com o controle da Americanas (AMER3), todos os planos continuam de pé.

A expansão das lojas físicas, por exemplo, está acelerada em comparação a outros anos. Enquanto anteriormente a média era de dez unidades por ano, o Natural da Terra pretende inaugurar 20 espaços em 2021.

Unidades 'Leve'

Para intensificar essa expansão, a companhia também planeja aumentar o número de unidades "Leve", que são lojas menores de até 200 m², para funcionar como as antigas quitandas de bairro. Nelas, há menos produtos, mas muitos deles devalor agregado, como saladas de frutas e sucos prontos.

Para efeito de comparação, uma loja convencional, seja da Hortifruti ou da Natural da Terra, chega a ter um espaço de 1,2 mil m². A expansão, pelo menos por enquanto, será dividida em 60% de lojas convencionais e 40% do modelo Leve.

Essa diferença ocorre porque a empresa está planejando entrar em outras regiões nos próximos anos, como o interior de São Paulo e Minas Gerais, e os mercados maiores funcionam como abastecedores das "quitandas".

Leia também

O que chamou a atenção da Americanas (AMER3)

O modelo Leve também ajuda na expansão do serviço digital, pois vira uma espécie de centro de distribuição para as vendas realizadas pela internet. E esse negócio chamou bastante a atenção da Americanas (AMER3).

Hoje, 16% das vendas do Natural da Terra são realizadas pelo comércio eletrônico. Durante a pandemia, de acordo com Picolo, essa fatia chegou a ser de 21%. "Mas meu sonho é que todos os clientes sejam multicanais, que comprem tanto pela internet quanto pelas lojas físicas", afirma ele.

O executivo diz isso porque os clientes que compram tanto pela internet quanto nas lojas são mais recorrentes e gastam muito mais por mês.

Na média, o cliente que só compra nos supermercados vai ao local 34 vezes ao ano e gasta R$ 350 por mês, enquanto os que também adotam os canais digitais fazem 67 compras anuais e deixam R$ 1 mil mensais na rede.

"Essa recorrência é exatamente o que os grandes varejistas querem para os seus aplicativos", afirma Alberto Serrentino, sócio da consultoria Varese Retail, especializada em varejo.

Possíveis planos da Americanas (AMER3)

Mesmo sem ainda poder colocar em prática possíveis sinergias com a Americanas (AMER3), Picolo vê a possibilidade de a companhia vender produtos frescos em parte das 2.150 lojas da varejista controlada pelo fundo 3G Capital, liderado pelo bilionário Jorge Paulo Lemann.

A ideia é investir em produtos de maior valor agregado e que possam ser consumidos no local, como os das lojas menores. Essas opções seriam da marca própria da companhia, que já vende desde produtos perecíveis até ovos, comprados diretamente com produtores.

Além disso, Picolo não confirma se a empresa vai passar a vender os seus produtos somente em aplicativos vinculados ao grupo. Hoje, além do Americanas Mercado e do Supermercado Now, ambos controlados pela varejista, o Natural da Terra também vende pelo Rappi e pelo iFood.

Mas o que é praticamente certo, segundo ele, é que nada muda na estrutura da gestão da companhia. "Mesmo depois da transação concluída, a ideia é que as marcas e as operações retenham a sua individualidade. É um conceito fundamental do ecossistema", afirma.

VÍDEO: Amazon (AMZO34) e Alpargatas (ALPA4): hora de comprar?

*Com informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

seu dinheiro na sua noite

Costurando uma saída

Não faz muito tempo que usei este mesmo espaço para lembrá-lo de como o mercado não gosta de incertezas e a falta de uma leitura clara sobre o futuro acaba prejudicando os negócios na B3. O dia de hoje veio para provar que, mesmo em meio às incertezas, ter uma noção mais clara do caminho que […]

carreira e diversidade

Magazine Luiza abre inscrições para 2º programa de trainees exclusivo para pessoas negras

Programa aceita candidatos formados entre dezembro de 2018 e dezembro de 2021, em qualquer curso superior; fluência em língua inglesa e experiência profissional não fazem parte dos pré-requisitos

pós-brumadinho

Vale (VALE3) muda alto escalão e tenta reforçar discurso ESG

Luciano Siani Pires, que desde 2012 ocupa posição de vice-presidente finanças e RI, assumirá a vice-presidência de estratégia e transformação de negócios, cargo criado em março pela mineradora

Troca de comando

Gustavo Raposo renuncia ao cargo de presidente da Transpetro, subsidiária da Petrobras (PETR4); sucessor já foi escolhido

Com a saída de Raposo, o conselho da empresa deverá deliberar sobre a nomeação do atual diretor de Serviços para o comando

atenção, acionista

Dividendos: WEG (WEGE3) paga R$ 86,8 milhões em juros sobre capital próprio

Valor líquido é de R$ 0,017 por ação; terão direito aos proventos acionistas na base em 24 de setembro, segundo a companhia

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies