Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-05-14T07:25:23-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
cardápio de balanços

CCR, Cyrela Realty, EcoRodovias, IRB, BR Malls, Magalu e Petrobras: os balanços que mexem com o mercado nesta sexta

Resultados das empresas no primeiro trimestre ajudam a movimentar o pregão nesta sexta; veja os principais números

14 de maio de 2021
7:23 - atualizado às 7:25
mercado análise balanco
Imagem: Divulgação

A temporada de balanços corporativos segue nesta sexta-feira (14) com resultados de CCR, Cyrela Brazil Realty, EcoRodovias, IRB, BR Malls, Magazine Luiza, Petrobras, entre outras companhias.

Os resultados das empresas ajudam a movimentar o pregão. Na quinta (13), o principal índice acionário brasileiro fechou em alta de 0,83%, aos 120.705 pontos.

Veja os destaques de cada balanço:

CCR

A CCR reportou no primeiro trimestre um lucro líquido de R$ 688,9 milhões no critério IFRS, alta de 137,8%. Segundo a empresa, o crescimento do indicador se deve principalmente à resolução do acordo de reequilíbrio da concessão da ViaQuatro com o governo de São Paulo no final de março. Excluindo esse reconhecimento, a companhia teria apresentado uma queda de 56,5% do lucro líquido, para R$ 126 milhões. O Ebitda ajustado foi de R$ 2,50 bilhões de janeiro a março, avanço de 70,7%. A receita líquida (que exclui receita de construção) no primeiro trimestre foi de R$ 3,43 bilhões, alta de 44,1%.

Cyrela Realty

A Cyrela Brazil Realty apresentou um salto de 588% no lucro líquido, a R$ 192 milhões. A receita líquida totalizou R$ 1,004 bilhão, aumento de 89,6%. A expansão do lucro foi puxada pelo avanço do faturamento com o maior volume de obras em andamento de unidades já comercializadas, além do maior volume de vendas no período, que somaram R$ 908 milhões - alta de 32,2%. A empresa fechou o primeiro trimestre com dívida líquida de R$ 227 milhões, recuo de 23,7%.

EcoRodovias

A Ecorodovias registrou um lucro líquido de R$ 88 milhões no primeiro trimestre, queda de 11,9%. O Ebitda alcançou R$ 543,3 milhões, alta de 8,8%. A receita líquida pró-forma atingiu R$ 836,3 milhões de janeiro a março, alta de 8,9% na comparação anual. A dívida bruta da Ecorodovias atingiu R$ 8,57 bilhões em março de 2021.

IRB

O IRB Brasil Re encerrou o primeiro trimestre com lucro líquido de R$ 50,8 milhões, com alta de 44,9%. Segundo a companhia, a performance foi negativamente impactada pelo resultado dos negócios descontinuados (run-off), que somaram R$ 11,5 milhões; e pelos efeitos não recorrentes (one-offs) nas despesas administrativas (R$ 18,2 milhões). Excluindo tais efeitos, o grupo ressegurador teria apresentado um lucro líquido recorrente de R$ 80,5 milhões.

BRMalls

A BR Malls registrou lucro líquido de R$ 56,538 milhões no primeiro trimestre, uma queda de 52,3%. O Ebitda atingiu R$ 168,761 milhões no período, queda de 31%. O Ebitda ajustado somou R$ 170,228 milhões, recuo de 13,5%. A receita líquida no intervalo foi de R$ 230,691 milhões, queda de 18,7%. As vendas totais no trimestre atingiram R$ 2,8 bilhões, redução de 26,2%. O indicador de vendas mesmas lojas (SSS) diminuiu 25,3% no trimestre, com a manutenção das restrições de funcionamento dos shoppings.

Magazine Luiza

As vendas totais do Magalu — incluindo as vendas nas lojas físicas, no e-commerce tradicional e no marketplace — chegaram a R$ 12,5 bilhões, alta de 62,8% em relação aos primeiros três meses do ano passado. A receita líquida da companhia saltou 57,7%, para R$ 8,3 bilhões. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado mais que dobrou, para R$ 695,6 milhões; o lucro líquido ajustado do trimestre ficou acima das projeções e foi a R$ 81,5 milhões — entre janeiro e março do ano passado, o Magazine Luiza teve prejuízo de R$ 8 milhões. Saiba mais.

Petrobras

A Petrobras teve lucro de R$ 1,6 bilhão. A cifra é suficiente para reverter o prejuízo de R$ 48,5 bilhões registrado há um ano. A receita de vendas foi de R$ 86,17 bilhões, com destaque para o diesel e a valorização do petróleo. No mercado interno, a companhia viu a sua receita líquida de venda recuar com querosene de aviação, nafta e renováveis e nitrogenados. As exportações recuaram 7,7% no comparativo com o ano anterior - com destaque negativo para o petróleo e outros derivados da commodity. Saiba mais.

*Com informações de Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Bolsas no exterior tentam se recuperar da queda após decisão do Fed e Ibovespa busca manter ritmo de alta mesmo com risco fiscal no radar

Depois de tocar os 112 mil pontos ontem (26), a bolsa brasileira precisa enfrentar o ajuste de carteiras ao novo cenário de juros altos

Exclusivo

Na “caça aos unicórnios”, Itaú lança fundo para aplicar em gestores de investimentos alternativos

O banco acaba de abrir para captação o Polaris, fundo com objetivo de retorno de até 25% ao ano e foco em investimentos que vão bem além do “combo” tradicional de bolsa, dólar e juros

CONSTRUTORAS COM DESCONTO

Vendas de imóveis em alta, ações em baixa. A queda das incorporadoras abriu uma oportunidade de compra na bolsa?

Os resultados do quarto trimestre mostram que as empresas do setor entregaram desempenhos sólidos, mas as ações caminham na direção contrária

COMPRA PROGRAMADA

‘Vale Gás’: Ultragaz cria cartão que permite ‘congelar’ o preço e parcelar a compra do gás de cozinha

O GLP é um dos derivados de petróleo afetado pela alta do dólar frente ao real e pela valorização da commodity no mercado internacional

SALTO COM FINANÇAS

Itaú (ITUB4) escala 53 posições em ranking e se torna único brasileiro entre 500 marcas globais mais valiosas; veja lista completa

Além de figurar entre as marcas mais valiosas, o Itaú conquistou uma posição na lista dos 250 principais CEOs ou “guardiões de marca”

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies